Como ler até o fim?

Eu leio rápido. Sim, eu leio muito rápido. Exige bastante da minha cabeça, mas posso ler um livro de 200 páginas em poucas horas, se hiperconcentrar. Não é uma habilidade especial de X-Men, não sou uma super-heroína…rs…minha teoria é que isso é fruto do hábito. Quanto mais você lê, mais rápido você lê. No entanto, a pergunta dessa leitora merece um texto-resposta, pois pode ajudar outras pessoas:

Ei Vanessa, como vc consegue ler tantos livros? Comecei ler amor de redenção há 3 meses e ainda não terminei.

Esta pergunta engloba aquelas que dizem que não têm tempo para ler. Ela ainda não tinha percebido que seu problema não era a falta de tempo para ler, ou alguma dificuldade com a leitura, mas o fato de ela não estar valorizando.  Quanto mais você se habitua a ler, mais rápido você lê. Mas como criar esse hábito? Pergunto: se alguém te dissesse que ao final da leitura de Amor de Redenção, você ganharia um milhão de Reais, em quanto tempo você o leria? :-)  No entanto, o que a gente ganha com a leitura vale muito mais do que um milhão de Reais, mas como não vem em cédulas, muitas vezes a gente não dá valor.

Você deve olhar como uma atividade importante, tem que valorizar. Sim, eu leio muito rápido, pela prática, mas mesmo sem ler rápido, se você lesse três folhas por dia, por exemplo, terminaria Amor de Redenção antes mesmo desses três meses. Uma pessoa normal deve levar uns cinco a dez minutos para ler isso, ou menos, sei lá. Já pensou? Se você dedicar míseros dez minutos do seu dia à leitura, logo, logo saberá o final da história :-) .

É a questão de organizar o tempo, de fazer novas escolhas. Trocar um pouco do tempo que a gente fica no Facebook ou no Twitter, ou na televisão, por exemplo, por ler nem que seja três páginas por dia (o que ainda é ridiculamente pouco…rs…). Talvez você se empolgue e leia mais…rs…mas tudo é na base da perseverança e do sacrifício, principalmente no começo. :-)

Não pense em ler rápido, mas pense em ler até o fim. O importante é ter pequenas metas. Talvez isso funcione bem para quem está iniciando o hábito. Ao invés de se cobrar ler o livro inteiro e se deixar levar pela ansiedade ao ver que a coisa nunca acaba, coloque a meta de ler no mínimo três folhas por dia. Se você se empolgar e ler mais, não tem problema. No dia seguinte, a meta volta a ser no mínimo três folhas. Não pode ler menos do que isso. Mais do que isso, pode.

Entendo arrastar a leitura de um livro chato. Existem livros com linguagem complicada, mais técnica, mais sisuda, e que ficam mesmo complicados de ler. Mas livros com linguagem mais leve (Amor de Redenção só é arrastado no começo…tendo paciência e perseverança, a leitura deslancha rapidinho), o sacrifício vai diminuindo com o passar dos dias, como um músculo atrofiado que volta a ser exercitado.

Portanto, não se deixe levar nem pela ansiedade de terminar rápido, nem pelo desânimo de não terminar a leitura. As pessoas conseguem ficar uma hora em frente à TV vendo novela, conseguem ficar uma hora e meia em frente à TV vendo futebol, isso sem contar o tempo absurdo que é jogado fora nas redes sociais…nas horas em que você está online, tem a sensação de bem-estar, mas para onde vai esse tempo? É diferente de ler artigos que tragam algo útil para a sua vida. As informações nas redes sociais são voláteis, tenha consciência disso.

Não é errado ter perfis em redes sociais, mas se você passar o tempo todo vendo a timeline no twitter e o feed de notícias do Facebook (ou jogando conversa fora no msn), não fará mais nada na vida e não construirá nada com isso. Tudo deve ser feito com equilíbrio e autocontrole. A propósito, o Davison encontrou a seguinte tirinha para ilustrar o que estou dizendo…rs…

armadilha

Cuidado com essas armadilhas da internet, que sugam seu tempo e sua energia e lhe impedem de fazer o que você realmente gostaria de estar fazendo, se tivesse consciência do quão pouco tempo nos resta, na prática, neste mundo.

.