Por que eu trabalho?

bee

Não trabalhe somente por ser profissional. Não vista o uniforme como se você fosse uma máquina sem alma. Envolva-se naquilo que você faz, por um bem maior. Você passa a maior parte do seu tempo trabalhando, então encontre uma forma de ajudar as pessoas através do que faz. Você pode ser luz onde você está, transformando a empresa em que trabalha, transformando a vida de um colega…como uma pequena engrenagem sem a qual a máquina não funciona.

Eu trabalho por amor. Trabalho movida por um profundo amor, não apenas pelo que eu faço, mas pelo resultado, pelas pessoas que eu nem conheço, mas que serão impactadas por aquilo que eu fizer. Pessoas que talvez nunca me conheçam, que talvez nunca saibam que eu tive algo a ver com o bem que elas receberam. Esse é o meu maior salário.

Se você se preocupar com posição, cargo ou dinheiro, será uma das criaturas mais infelizes deste planeta. Se sua preocupação está em agradar seu chefe, em passar rasteira no colega ou em falar mal do gerente, sua vida é pior do que a da minhoca que rasteja no jardim. Se seu objetivo na vida não for maior do que você mesmo, você só vai colher o que apodrece.

Se aquilo que você faz hoje não ajuda a ninguém direta ou indiretamente, se você não consegue fazer a diferença na vida de nenhuma pessoa, pense em outra coisa para fazer. Peça a Deus que lhe dê novas ideias. Não fique ansioso por causa disso, simplesmente saiba que as ideias virão.

E será que você realmente não pode fazer bem a ninguém onde você está? A gente não faz o bem apenas a pessoas boazinhas, a gente faz o bem a quem precisa. Isso garante uma consciência tranquila. “Abençoai os que vos perseguem. Abençoai e não amaldiçoeis.” (Romanos 12:14)

Às vezes você tem de agir com a cabeça, sem emoção, para que as coisas caminhem. Mas isso jamais pode se tornar pessoal. Perseguir, ou mesmo olhar seus perseguidores como se fossem a personificação do mal só lhe afastará do alvo. Essas pessoas são apenas pessoas equivocadas. São pessoas e devem ser consideradas como tal. Por isso a orientação de abençoá-las. Uma pessoa abençoada é uma pessoa próxima de Deus. Se meus perseguidores estiverem próximos de Deus,  eles deixarão de ser meus perseguidores. Isso não faz sentido? Abençoados, eles deixarão o lado negro da força. :-)

Jamais se esqueça: o seu inimigo não é a pessoa. Seu inimigo é o mal que criou aquela situação e inspirou a reação da pessoa, ou a forma errada de ela ver você. Muitas vezes você será mal interpretado, julgado e perseguido. Mas se você estiver fazendo tudo movido por uma plena convicção, se estiver obedecendo a Palavra de Deus, se estiver movido pelo amor àqueles que precisam desesperadamente de ajuda, vá adiante.

Vá adiante, seja forte e não dependa de ninguém. Dependa apenas de Deus e de si mesmo. Dia desses, um pastor de quem gosto muito me disse: “Não se intimide com ninguém. Use sua fé e paixão pelos perdidos para ajudar o crescimento do Reino de Deus.” Essa é a palavra que quero deixar a você hoje. E assim como ela me ajudou e me impulsionou a fazer o que era certo, que ela lhe impulsione a agir.

 

Não apliques o coração

1066564_60279004

Esta semana me decepcionei com um comentário de uma amiga, me vi dentro de uma situação em que fui mal compreendida, pessoas que deveriam confiar em mim começaram a desconfiar, conversas a meu respeito, distorções da verdade, mal entendidos, boatos, falta de comunicação e uma porção de coisas que realmente detesto. Tudo de uma vez. No meio disso, novas (e grandes) responsabilidades e muita correria.

Sabe quando tudo vem para cima de você, na tentativa de desestabilizá-lo emocionalmente? E você se pergunta: o que fiz de errado? Será que disse alguma coisa que não deveria? Será que devo me defender? Será que devo me explicar?

Você quer mesmo saber?

Não gaste sua energia com isso. Entregue para Deus e peça a Ele que te defenda. Eu penso o seguinte: adianta falar alguma coisa? Vou convencer alguém? Provavelmente, não. As pessoas geralmente só querem falar, e não ouvir. Então deixe que falem e use a cabeça: não esqueça de que seu tempo é precioso, sua energia, também. Você deve se focar naquilo que tem a fazer, e não no que os outros dizem. Provavelmente minha amiga nem deve ter noção do que disse, não se deu conta do julgamento que fez. Ficar chateada fará com que ela tenha noção? Não, né? Então decido ignorar.

Desisti de tentar convencer as pessoas de que eu sou do jeito que sou, então nem tento. Se quiser acreditar, beleza. Se não quiser, paciência. O resultado do seu trabalho mostra quem você é, então não gaste sua vida tentando agradar os outros, não importa quem sejam.

Às vezes as pessoas só precisam de um bode expiatório. Elas se irritam com alguma coisa e descontam em você. Precisam de alguém para culpar. É um problema delas, por que fazer com que se torne seu? Às vezes as pessoas não tomam o tempo necessário para conhecer as outras, colam um rótulo qualquer e cometem injustiças por pura preguiça de saber quem você é. Os seres humanos são assim, é um defeito de fabricação. Então não esquente a cabeça com isso. Vá em frente, continue a fazer o bem a quem puder, pois não vale a pena deixar de fazer pelos outros o que você gostaria que fizessem por você. Se você tem uma tarefa importante a cumprir, faça da melhor maneira possível, não deixe que seu coração atrapalhe.

“Não apliques o coração a todas as palavras que se dizem, para que não venhas a ouvir o teu servo a amaldiçoar-te, pois tu sabes que muitas vezes tu mesmo tens amaldiçoado a outros.” (Eclesiastes 7:21,22)

Em outras palavras: quantas vezes você também já não disse bobagens? Quantas vezes já não falou algo que não deveria? Quantas vezes já não cometeu uma injustiça? Quantas vezes já lugou uma pessoa? Isso sem contar as vezes em que injustiçou alguém sem saber. E um comentário maldoso? Ou displicente? Quantas vezes não correspondeu às expectativas? Quantas vezes ignorou alguém sem querer? Quantas vezes deixou uma pessoa chateada por suas palavras? Quem sou eu para ficar chateada com alguém? Quem sou eu para me ofender com alguma coisa? Quantas vezes já não devo ter feito igual ou mesmo pior? Ainda que não tivesse a intenção!

Então, sempre que ouço uma bobagem a meu respeito, me lembro dessa passagem. “Não apliques o coração a todas as palavras que se dizem”. Deixo de pensar no que ouvi e foco nos meus afazeres, principalmente naquilo que pode ajudar outras pessoas, pois quando cuidamos dos outros, deixamos de preocupar com nosso umbigo e com nossa reputação. Dessa maneira, tudo aquilo que teria o poder de ferir nosso ego perde completamente a força.