Formatura no Godllywood este sábado

van

Neste sábado, teremos um evento só para mulheres no Templo de Salomão: a formatura (minha e de muitas outras meninas) no Godllywood. Para quem não sabe, o Godllywood é um grupo fechado, só para mulheres, e que tem o objetivo de ajudar no crescimento pessoal e espiritual.

Não é fácil entrar, o processo seletivo (chamado Rush) dura seis meses. Por isso, amanhã será um dia de celebração. Porém, eu não vejo esse evento como uma formatura comum, em que as pessoas se parabenizam pelo fim de um ciclo e se acham importantes por ganharem um diploma. Pelo contrário. Para mim, é um momento solene em que encaro uma imensa responsabilidade.

Essa reunião marca meu ingresso oficial no Godllywood, depois de anos brigando comigo mesma e não me sentindo à altura desse desafio. Sempre admirei o grupo e quem fazia parte dele, mas achava que não tinha nascido com o aplicativo de feminilidade que as meninas do grupo tinham.

Elas pareciam tão meiguinhas, doces, fofas e organizadas… E eu, uma criatura estabanada, que não sabe falar sem fazer careta…ia me sentir uma ogra no meio das outras rs. Sem contar que eu achava que não teria tempo e que me enrolaria toda nas tarefas mensais, não queria me comprometer com mais nada (porque eu já faço um milhão de coisas ao mesmo tempo!).

Então, ano passado percebi que era tudo desculpa esfarrapada. Se queremos melhorar, a resistência não faz o menor sentido. O que eu tinha a perder entrando no grupo? De que eu tinha medo? De falhar e ter a confirmação de que minhas crenças negativas a meu respeito estavam certas? Sacrificar o preconceito que eu tinha contra mim mesma foi o primeiro passo.

E os seis meses de Rush exigiram um esforço enorme para lutar contra os pensamentos que me diziam que eu não ia conseguir, que era melhor desistir, que o Godllywood não era para mim e que eu estava querendo dar um passo maior que a perna. Esses pensamentos vêm para todo mundo. Aprendi a ignorá-los e terminei o Rush muito mais forte e vacinada contra eles. Porque a cada mês, a cada tarefa cumprida, eu tinha a confirmação de que aqueles pensamentos estavam querendo me enganar. Era a voz do ladrão tentando roubar minha autoconfiança.

Comecei 2015 aprendendo a ser minha amiga e chego ao final do ano aprendendo mais sobre meu próprio valor. Cada ano tem sido de desenvolvimento, crescimento, fortalecimento e descobertas. Isso pode acontecer com você, também. Convido todas as mulheres à reunião deste sábado à noite no Templo de Salomão. Começa às 19h (chegue cedo) e a entrada é gratuita.

.

PS: A palestra das mulheres será transmitida para todo o Brasil. Clique aqui para saber mais.

PS: Homens, não se sintam desprezados. Haverá uma reunião exclusiva para homens no próximo sábado, dia 7, no Templo de Salomão (Av. Celso Garcia, 605) às 10h. E será transmitido para vários outros estados. Clique aqui para saber mais.

PS2: Foi aqui que tudo começou, no final do ano passado: Uma amiga no momento mais difícil – Lembram desse post?