Coloque um segurança

bodyguard-145447_1280

A dieta anti-gremlin — Parte 3

Já sabemos que aquele gremlin que se empoleira em nossos ombros para sugerir pensamentos negativos se alimenta dos sentimentos dramáticos que brotam do nosso coração quando ficamos ruminando esses pensamentos.

Enquanto andamos no modo automático, sem cuidado, apenas reagindo emocionalmente, deixando a vida nos levar, ele se fortalece. Mas quando tomamos as rédeas da nossa vida das mãos dele e passamos a nos responsabilizar pelo que colocamos diante de nossos olhos e ouvidos (conforme os posts anteriores), nos fortalecemos e o gremlin se enfraquece. Porém, além disso, também devemos nos responsabilizar pelo que permanece em nossa mente.

Os pensamentos que você alimenta e permite que fiquem passeando pela sua cabeça também são escolha sua. É claro, pensamentos vêm e, como você está habituado a deixar que entrem sem filtro e critério, talvez demore um pouco para perceber que entraram.

Mas imagine que agora tem um segurança na porta pedindo a identidade dos pensamentos. Só entra quem tiver uma marquinha positiva. Caso algum negativo-dramático entre, assim que for detectado deve ser expulso pelo segurança. Alerta total contra esses meliantes. Pensamentos negativos, mágoa, crenças negativas a respeito de si mesmo, dos outros e da vida, em geral, comentários outras pessoas, enfim, tudo o que intoxica a sua mente deve ser colocado para fora.

Algo que me ajudou muito foi descobrir esse versículo:

Não apliques o teu coração a todas as palavras que se disserem, para que não venhas a ouvir o teu servo amaldiçoar-te. Porque o teu coração também já confessou que muitas vezes tu amaldiçoaste a outros.”

Eclesiastes 7.21,22

O que é aplicar o coração? É ficar pensando no que ouviu, guardando dentro de si, levando extremamente a sério todas as bobagens que as pessoas dizem. Uma hora ou outra, você vai ouvir alguém dizendo algo que machuque (ainda mais se estiver em estado de drama) e aí o drama atinge picos quase insuportáveis.

Mas a Bíblia dá um chacoalhão na criatura com complexo de vítima: encare tudo com leveza. As pessoas dizem bobagem, mesmo. Você já disse bobagem muitas vezes. Pode ter falado algo que não queria em um momento de raiva ou de mágoa. Talvez nem se lembre, talvez nem tenha notado. Gostaria que a pessoa se apegasse ao que você disse? Gostaria que julgasse você por isso?

Principalmente se você se arrependeu do que disse ou se não queria ser maldoso no comentário, duvido que iria gostar de ser motivo para a pessoa se ofender e ficar guardando mágoa. Então não faça com os outros o que não gostaria que fizessem a você.

O gremlin é totalmente contrário ao Espírito de Sabedoria (caso contrário, não seria gremlin), então faz de tudo para que você aplique o coração a todas as palavras que dizem. Por isso a importância de interromper a ruminação de uma vez por todas.

Seus pensamentos sobre o pensamento inicial devem ser curtos e ter um único objetivo: lembrar você de que eles estão errados. “Isso é bobagem”, “deve ter outra explicação”, “não estou dentro da cabeça das pessoas para saber o que pensam”. E pronto!

Então, sempre que algo negativo entrar por seus olhos ou seus ouvidos ou mesmo quando um pensamento negativo ou potencialmente prejudicial aparecer em sua cabeça, coloque o segurança para agir. Remova o meliante imediatamente. Ainda que não o tenha percebido quando ele passou pela porta, remova assim que perceber. Não precisa ser muito educado, não, pode arrastá-lo pelos cabelos e atirar porta afora. Sua cabeça não é casa da mãe joana.

.

PS: Para ler os posts anteriores, clique:

Parte 1: O que você coloca diante dos seus olhos e ouvidos

Parte 2: Você não precisa disso