Eu sou ela amanhã

Pessoal, eu vi esse vídeo e enquanto todo mundo está rindo e tirando sarro da menina, eu me vi nela. Sério. Exceto pelo fato de que minha mãe me ensinou a pentear o cabelo de baixo para cima (embora nem sempre eu fizesse isso), eu era bastante sem noção e dou graças a Deus por não existir Youtube quando eu tinha essa idade. Eu ia sofrer muito. Fazia meus vídeos com a câmera que tínhamos em casa. Se tivesse internet e Youtube eu certamente teria publicado!

A maioria dos vídeos dessa época nem existem mais porque eu era tão sem noção que depois gravava uma coisa qualquer da TV por cima. Argh, que falta faz um córtex pré-frontal! Graças a Deus, que me curou e fez com que essa parte voltasse a funcionar. Mas juro que vou transformar a fita que tenho aqui em dvd, para vocês verem que não estou mentindo.

Tem gente rindo da falta de noção da menina, ela faz tudo o que não deveria fazer com um cabelo crespo. Cabelo crespo a gente só desembaraça molhado, com creme no cabelo, delicadamente, de baixo para cima. Primeiro desembaraça as pontas, depois o meio, depois a raiz. Também não vira de cabeça para baixo, nem passa creme para pentear na raiz! Não quero nem imaginar como esse cabelo ficou quando secou…mas qual dona de cabelo cacheado nunca fez isso? Nunca penteou cabelo seco, nunca entupiu o cabelo de creme sem enxague (na comunidade “Cabelos Cacheados” no Orkut o pessoal apelidou essa fase de “fase cremosinha”) na tentativa de domá-lo? Atire a primeira pedra quem nunca fez o que não deveria fazer? Só não filmou e postou no Youtube porque não tinha isso no seu tempo, porque você achava que era certo, ou não faria. Mas ainda prefiro milhões de vezes essa menina, com sua inocência, tentando ajudar de verdade, do que muito vídeo de dica falsa que vejo por aí.

Tem gente rindo da aparência dela também, e da dicção ruim. Eu era 50 vezes pior. Se essa menina tivesse os dentes que eu tinha e a minha dicção, eu não quero nem imaginar o cyberbulling que ela sofreria. Procurei o vídeo original e não encontrei, tentei descobrir quem é essa garota, para falar com ela e dizer o que minha mãe me disse (clique aqui, se você não conhece a história).

Claro, a menina não tem noção, mas ela está naquela fase em que ninguém tem noção de verdade. Pena que em tempos de Youtube ninguém é poupado por ser criança nessa idade, nem por ainda não ser uma beldade com rosto e corpo já definidos. Eu acharia graça da inocência dela, fazendo bagunça, arrebentando os cabelos, derrubando creme no chão, crendo que está realmente fazendo um tutorial para ter cachos como os da Roberta Messi, caso as pessoas não estivessem sendo tão cruéis nos comentários.

Aí vejo gente tentando defender dizendo que ela é “especial”, que tem problemas mentais…olha, acho que não. Quem me visse aos 13 anos também diria isso. Quem me visse aos 11 anos falando como criança e pulando como uma criatura de sete anos, também diria isso. Eu tinha QI muito superior à média, mas por não me encaixar nos padrões de rosto, corpo e comportamento, não era respeitada pela maioria. Felizmente, a minoria existe. E é ela que faz o mundo valer a pena. Segue o vídeo, para quem não viu:

http://www.youtube.com/watch?v=WZtNN_5wh-s&feature=player_embedded

Um comentário sobre “Eu sou ela amanhã

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *