Gatos não têm noção

Depois as pessoas acham que estou exagerando quando digo isso. Lembra o que escrevi no outro post?

“Pense em gatos como se você pensasse em crianças de dois anos, porque eles são tão sem-noção quanto. Cientificamente comprovado, amigos, o córtex pré-frontal, parte do cérebro que dá noção de perigo, de prioridade e de consequência, nos gatos é ínfima. Ocupa 25% do cérebro humano, 7% do cérebro do cachorro e míseros 3% do cérebro do gato.

Problemas no córtex pré-frontal em humanos são a causa de TDAH, o Transtorno de déficit de atenção com hiperatividade.  Eles são extremamente inteligentes (na verdade, todos os animais são inteligentes, o problema deles é que são 100% emocionais e instintivos, a inteligência não é lá muito utilizada), mas completamente desatentos e sem noção de consequência.

Por isso seja responsável com seu gato, como seria com uma criança humana de dois anos de idade.”

Sabe aquela história do “senso de equilíbrio felino”? Pois é, eles se equilibram bem, mas o probleminha da falta de atenção e falta de noção é maior do que o equilíbrio. Esse vídeo é engraçadinho, mas imagina isso acontecendo em uma janela ou sacada? Por isso é absolutamente necessário instalar redes de proteção em janelas e sacadas, se você tem gatos em casa.

Isso faz parte da posse responsável. É importante castrar e telar as janelas, não importa se você mora em apartamento ou casa. É um sacrifício necessário, para que você continue a aproveitar momentos agradáveis com seu amiguinho felino por muitos e muitos e muuuitos anos.

Se o vídeo acima não abrir, clique aqui.

3 comentários sobre “Gatos não têm noção

  1. Oi Vanessa!!!
    Aqui é a Marilia do blog Lista Gatos!
    Recebi o teu texto sem nenhuma referência. Só que como é um texto perfeito, acabei colocando no blog. O meu erro foi ter colocado sem pesquisar a origem dele. Sinto muito e já me retratei.
    Um abraço e obrigada.

    • Oi, Marilia!

      Obrigada por colocar os créditos e por me avisar. :-) Pois é, pelo visto alguém alterou o texto e saiu espalhando por aí. Foi essa a versão que você recebeu. Não entendi por que raios fizeram isso, já que o texto continuou longo…rs…(se fosse para encurtá-lo, eu continuaria não concordando, mas até entenderia)

      Eu não me incomodo que meus textos sejam repassados e divulgados, desde que sejam dados os créditos. Mas não esquenta, a maioria das pessoas não se dá conta de que é importante pesquisar a origem. Eu é que sou neurótica com isso por causa do meu trabalho no blog Autor Desconhecido. Pelo menos agora tive um bom motivo para colocar o texto lá e aumentar a divulgação da Posse Responsável. :-)

      Muito obrigada pela sua compreensão e apoio!

      Beijos!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *