Recomeçar

Estou há alguns dias sem ir à academia e já percebo uma diferença absurda. A impressão que tenho é de que ter um resultado positivo é um processo lento, mas para um resultado negativo, é só parar duas semanas. Não sei se a impressão é real, mas acredito que seja muito mais fácil perder massa muscular do que ganhá-la.

É assim em tudo. Quando você está parado e começa a desenvolver alguma coisa, seja seu treino na academia, seja sua vida espiritual, seja o hábito de ler, de escrever, de acordar cedo, de comer direito ou qualquer coisa assim, o sacrifício é sempre maior. Luta contra a preguiça, luta contra os maus hábitos antigos, sacrifica a sua vontade, mesmo sem ver resultado nenhum no início – um verdadeiro ato de fé. Então, você consegue. Depois de muuuuuito sacrificar, os resultados visíveis começam a aparecer. E você se estabiliza. Nesse momento, o perigo. Porque há grande chance de deixar em segundo plano aquilo que era uma de suas prioridades. Parece que já está estabilizado, que já entrou na rotina, então você não se preocupa.

Aí, começa a regredir. Tudo o que não é exercitado, regride. Ou, pelo menos, deixa de se desenvolver. Mas ainda que as coisas não exercitadas permaneçam estagnadas, não ficarão por muito tempo. Nada parado permanece igual.Se você não mexer, vai involuir. Diminuir, até desaparecer. E, muitas vezes, quando perceber será tarde demais.

O esforço que preciso fazer para voltar a ir à academia não é tão grande assim. É só colocar a roupa e ir, pois dá para ir à pé e funciona 24 horas. O problema maior é encarar o esforço que preciso fazer lá dentro. As coisas que já estavam mais fáceis voltarão a ser difíceis e eu precisarei ter perseverança. Mas, no final, vai valer a pena. Sempre que precisar recomeçar, lembre-se do seu objetivo. Quem você quer ser daqui a um ano? A mesma pessoa que é agora? Se quiser ser diferente, terá de fazer o sacrifício necessário.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *