Tarde demais

Acabo de descobrir que cortei meu cabelo na pior altura possível. Prendê-lo é praticamente impossível, e ao deixar solto, pareço  equilibrar um poodle preto em cima da cabeça. A idéia era cortar na altura dos ombros, mas é isso o que acontece quando a pessoa se empolga com uma tesoura na mão. Agora pelo menos resta-me a alegria emocionante de esperar o cabelo crescer e procurar por um shampoo decente de jaborandi, pois funcionou com o meu irmão quando teve a cabeça raspada, ao passar no vestibular: em três meses já tinha seu topete de volta. Não que eu busque um topete, mas se eu conseguir em três meses cinco centímetros a mais no comprimento, já é uma voltinha a mais nos cachinhos e talvez faça diferença. Ou apenas aumente o tamanho do poodle, o que seria uma lástima.

Um comentário sobre “Tarde demais

  1. só quem tem o cabelo “cacheado” (termo bonitinho né?) para entender o desespero de ter um penteado levemente parecido com um quiosque.
    para consolar….ele cresce de novo. hoje pode não parecer, mas ele vai crescer.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *