O Mar Vermelho e Faraó vivo

mar1

A abertura do Mar Vermelho, na novela Os Dez Mandamentos, foi uma sequência extraordinária. Não só pelos efeitos especiais, foi muito mais do que isso. Todo o Brasil parou para ver. Não apenas a abertura, na terça, mas o fechamento, na quarta. Participamos de um momento histórico, sem dúvida. E foi muito legal ver os comentários do pessoal ao vivo no Twitter. Toda a sequência, desde a aproximação do Faraó até sua volta ao Egito foi memorável.

As palavras de dúvida de Datã, Corá e Abirão, a fé de Moisés “Não tenham medo…fiquem calmos e vejam o livramento que o Senhor dará….Deus lutará por vocês”. A resposta de Deus, deixando claro que a atitude de fé é que moveria a mão dEle. Se ninguém caminhasse em direção ao mar, ele não se abriria: “Por que estão clamando? Diga ao povo que marche!”.

A arrogância do Faraó, ordenando a perseguição mesmo diante do mar aberto, mesmo diante do poder inegável do Deus dos hebreus. O povo hebreu dependendo 100% de Deus, caminhando pelo meio do mar (exatamente como na descrição Bíblica: pés enxutos, parede de água à direita e à esquerda)…a perseguição e o encerramento, com o mar se fechando sobre o exército egípcio. O exército provavelmente morreu esmagado pela água, sem nem chance de se afogar. Ramsés observando, sozinho e derrotado. Nos olhos de Moisés, o pesar pelas escolhas erradas do ex-amigo. E o alívio pelo fim da perseguição. Foi de tirar o fôlego.

Porém, algumas pessoas ficaram confusas, dizendo que a novela estava errada, pois, na Bíblia, o Faraó morria. Isso não é verdade. A Bíblia diz que os cavalos e cavalarianos do Faraó morreram, mas não fala nada do Faraó ter morrido. Diz que ele estava com o exército, mas só menciona a morte do exército, olha só: “Porque as águas, tornando, cobriram os carros e os cavaleiros de todo o exército de Faraó, que os haviam seguido no mar; nenhum deles ficou.” (Êxodo 14.28)

Se ler desde o início do capítulo, vai perceber que diz que Faraó foi até lá com o exército, mas não o menciona entrando com ele no meio do mar. Provavelmente ficou observando e saiu sozinho e envergonhado, mesmo. Se viu impotente diante do poder de Deus e se viu reduzido ao que realmente era: humano. O que, convenhamos, foi muito mais forte do que se tivesse morrido.

.

UPDATE: Nosso leitor Tales citou Salmos 134.15, que poderia sugerir que Faraó morreu: “mas derrubou a Faraó com o seu exército no Mar Vermelho(…)”. Essa é uma descrição poética, uma música feita muitas gerações depois. O relato histórico está em Êxodo, escrito por quem viu os fatos.  Em Êxodo 15.4, a canção de Moisés diz que “Lançou no mar os carros de Faraó e o seu exército; e os seus escolhidos príncipes afogaram-se no Mar Vermelho”. Se Êxodo dá a entender que Faraó chegou até lá, mas quem se afogou foi o exército que ele levou, não daria para a autora colocar Faraó no meio do mar. Sinceramente, não creio que Moisés se esqueceria de anotar esse detalhe.

A propósito, eu sou totalmente a favor do autor ser criativo para preencher as lacunas e conseguir transpor a história bíblica para o roteiro. Não tolero distorções como o filme Noé, mas não sou crente xiita que acha que as únicas falas de Moisés deveriam ser as que ele mesmo escreveu ou que personagens e cenas extras não deveriam ser criados. Porém, na escolha de manter o Faraó vivo, não foi esse o caso. Então, achei que valeria esclarecer.

.

PS: Sim, sumi por alguns dias, mas já voltei, tá? Nos dias em que tenho que fazer pesquisas mais extensas, não sobra muito cérebro para fazer algum post no blog. 😛

PS2: Tem artigo meu na página 2 (Ponto de Vista) da Folha Universal desta semana (edição 1231), uma versão condensada do texto sobre os atrasildos do Enem (condensada e bem melhorada…não sei por que não me imponho limite de caracteres aqui no blog também rs. Os textos ficam melhores quando os edito psicoticamente).

PS3: É bem capaz de eu voltar a esse assunto da abertura do Mar Vermelho. Ainda estou processando a informação rs.

Um comentário sobre “O Mar Vermelho e Faraó vivo

  1. ehhhhh!! gostei muito do post de hoje, realmente, acredito que o faraó voltar sozinho para o egito é bem pior do que sua morte. Eu gosto muito dessa novela, antes dela eu nem me aproximava mais da tv. cada capitulo, cada fala, cada mensagem se encaixa perfeitamente. gostei também de sua volta. um abraço .

Deixe uma resposta para matheus Cancelar resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *