Como realmente mudar sua vida

surrender-1311215

Você está cansado de sofrer, cansado de chorar, sua vida não tem razão de ser, seus dias são problemas em cima de problemas. As palavras do Senhor Jesus: “Aquele que vier a mim, de maneira nenhuma o lançarei fora” (João 6:37) são a garantia de que, se você vier até Ele, será aceito e terá o direito de viver uma vida nova aqui nesta Terra. Seus problemas provavelmente serão substituídos por outros (nunca ficaremos totalmente sem problemas — nem queira isso — mas os problemas que temos quando estamos com Deus são bem diferentes dos que temos quando estamos sem Deus), mas você terá condições de enfrentá-los, de vencê-los, se fortalecendo a cada novo desafio.

Mas não adianta só vir até Ele e querer manter nas costas sua mochila com a vida velha, a velha forma de pensar, de agir e de reagir. Só chegar até Jesus não vai mudar a sua vida. Quantas pessoas estão dentro das igrejas e não tiveram nenhuma mudança de vida? Ou até experimentaram uma ou outra melhora, mas continuam sendo as mesmas pessoas vazias por dentro? O que fará com que a transformação realmente alcance você é entregar a sua vida, se rendendo a Ele de todo o seu coração, com todas as suas forças, de todo o seu entendimento, com toda a sua alma.

Eu demorei muito tempo para aprender isso (se você acompanha meu blog, deve ter percebido que demorei muito tempo para aprender tudo rs). Como se entregar de corpo, alma e espírito? Como abrir o coração? Como deve ser essa entrega?

Precisei ir para o fundo do fundo do poço, abrir um alçapão, cavar mais um pouquinho…até que cheguei àquele momento em que você percebe que não tem mais força alguma e que não tem mais em que se apoiar. Não há mais recurso algum. Na verdade, nunca houve, mas a gente se ilude achando que alguma coisa pode ser recurso para resolver o problema. Naquele momento, eu disse: “chega, não aguento mais!”.

É o ponto em que muitos se suicidam, porque estão exaustos e acham que não tem mais saída. Mas a verdade é que ninguém quer morrer. Querer morrer vai contra o instinto mais básico do ser humano: o de autopreservação. O que a pessoa realmente quer é uma nova vida. E, como não sabe como conseguir isso, seu instinto de autopreservação a leva a querer destruir aquela vida insuportável, porque ela acha que nada pode ser pior. — Mal sabe ela…

Porém, tendo consciência de que eu não tinha como garantir que o que me esperava depois da morte realmente era melhor que a minha vida (ou, pelo menos, neutro), eu sabia que precisava de uma saída. Aí, decidi dar crédito à Palavra que ouvia e, em vez de tirar a minha vida, render a minha vida.

Como o ladrão, ao ser surpreendido pela polícia, já sem munição, exausto, se rende? Ele levanta os braços, se entregando, sem se importar com o que os policiais irão fazer, sem se importar com o que vão dizer ou pensar dele. Ele admite que não tem mais o que fazer por si mesmo, entra na viatura, e se entrega para que a justiça faça o que tiver de ser feito. Ele não pode segurar alguma coisa, nem impor condições à polícia. Para garantir a sua vida, ele tem de se entregar. Para ter uma chance, ele se rende. Enquanto ele tinha munição, atirou, se esforçou, mas não foi suficiente, e ainda correu o risco de perder sua vida.

Seja sincero, enquanto você confiou em sua força, em seus parentes, em suas condições, em seus estudos, em sua inteligência, você resolveu seus problemas? Você preencheu seu vazio? Você se libertou da depressão, da angústia, da ansiedade, do pânico, das perturbações, da apatia? Não. Então, se renda. Entregue tudo o que você é, tudo o que você tem, tudo o que você pretende ser ou ter.

O ladrão se entrega para ser preso, mas se você se entregar a Deus, será liberto e perdoado. E, com sua vida nas mãos, Ele faz de você uma nova criatura. Arranca do seu peito a energia negativa e liberta você do seu passado triste, da agonia e da depressão que têm tornado seus dias amargos.

E, vale lembrar: se você entregou, não pegue de volta. Se não sabia viver antes, quem disse que sabe agora? Sem a orientação e a direção de Quem conhece nossos caminhos, vivemos tropeçando e dando cabeçada na parede. Pare com essa insanidade e se renda, de uma vez por todas.

Você, então, receberá a paz. Ainda que do lado de fora tenha guerra, você conseguirá pensar e fazer as escolhas certas, por causa da paz que recebeu. O peso que vinha arrastando por tantos e tantos anos não existirá mais, porque se cumprirá em sua vida a Palavra de Deus: “Se o Filho vos libertar, verdadeiramente sereis livres” (João 8:36).

.

UPDATE: A leitora Thaiany me perguntou nos comentários e, como pode ser a dúvida de outros leitores, colo minha resposta abaixo:

“Olá,Vanessa .É a primeira vez que comento aqui. COMO eu faço isso ? Me entregar,é no dia a dia ,em uma oração ?

Thaiany”

Como fala com Deus, Thaiany? É em uma oração, sim, mas não em uma oração religiosa. Você vai não só conversar com Ele, mas render toda a sua vida a Ele, desistindo de sua vida, mesmo, para que Ele tome o controle de tudo. É como morrer. Precisamos morrer (figuradamente, é claro) para a nossa vida, para recebermos a vida dEle.

E a entrega no dia a dia, é quando vêm os problemas, os desafios, e você abre mão de reagir impulsivamente para entregar a situação a Ele e pedir Sua direção. Todo nosso contato com Deus é em nossa mente, tendo certeza de que Ele está nos ouvindo (pois disse que nos ouviria).

Não adianta só dizer que entrega, tem que mostrar que entregou. E a forma de mostrar no dia a dia é obedecendo ao que Ele diz. Por exemplo, eu fui ofendida por alguém e fico com vontade de ficar magoada (o que seria a reação natural), mas, como sei que Ele disse para perdoar, decido perdoar, mesmo contra a minha vontade, confiando que, assim, Ele vai fazer o melhor para mim. Isso é se render no dia a dia.

Se você está nessa situação, converse com Ele, de uma forma bem honesta, com suas palavras, mesmo que sejam algo como: “Deus, eu não faço a menor ideia de como me entregar, mas eu quero me entregar. Cansei dessa vida, cansei do meu jeito, cansei de dar cabeçada na parede, não suporto mais! Eu me rendo. Quero que o Senhor saiba que não quero mais viver sozinha. Ninguém consegue resolver meu problema, nada do que eu tenho ou pretendo ter vai resolver o meu problema. Se é verdade isso que a Vanessa falou, eu quero entregar minha vida para que Jesus seja o meu Senhor, para que eu tenha essa vida nova e essa paz. Eu preciso que o senhor me salve dessa porcaria de vida que estou levando, desse vazio, dessa angústia. Toma a minha vida e faça de mim o que o Senhor quiser, porque eu me rendo.”

A oração pode ser feita na sua casa, mesmo, não precisa ser na igreja. Pode ser aí, onde você está, agora, mesmo. Pode ser em um banheiro, um lugar onde ninguém irá interromper. Pode falar “Deus, eu não Te conheço, nem sei direito se o senhor existe, mas eu quero entregar a minha vida porque não tenho mais nada a perder”, se for esse o caso. Pode dizer a Ele, pois Ele conhece você. Não tem fórmula para isso, o que vale é a sua sinceridade. Seja 100% honesta e Ele vai te ouvir.

.

#JejumdeDaniel #Dia19

Para comentar, use o formulário abaixo. Para ler a política de comentários deste blog, clique aqui

10 comentários sobre “Como realmente mudar sua vida

  1. Todos nós temos um vazio do exato tamanho de Deus. Peço a Ele que nos guarde e nos ensine a guardar as Suas palavras como vigias. Que o Senhor nos abençoe para que venhamos dar mais frutos em nome de Jesus.

  2. Impressionante Vanessa! Eu estava pensando isso esses dias, até escrevi há duas semanas (suas escritas tem me incentivado a escrever também, inclui algumas coisas/reflexões que tenho aprendido por aqui) :

    “Naturalmente já nascemos sem um sentido certo. Não sabemos o porquê de estarmos nesse grande sistema burocrata que é a vida. Enquanto somos crianças até que disfarçamos o vazio, pois quando se é criança tudo é simples e fácil. Na infância percebemos que há um laguinho de felicidade que é munido de brinquedos, brincadeiras e etc.

    Mas chega um ponto em que temos que crescer, só ai então nos deparamos com a falta de sentido existencial, uma vez que o sistema nos empurra durante todas as fases da vida , e coitado daquele que não segue as regras preliminarmente definidas, isto é : estudar, passar numa boa universidade, ter boas notas, alcançar um emprego de sucesso, uma vida economicamente estável, casar-se, ter filhos e ir arrastando a vida até a morte. Há aqueles que caem na real e descobrem a mentira por trás do sistema, isto é, que não é possível ser feliz mesmo conquistando tudo que ele oferece.

    Neste momento, muitos desistem e decidem por um fim em tudo. Mas há aqueles que de alguma forma procuram o sentido existencial,não aceitam desistir facilmente. São estes que passam por religiões, aprendem dogmas e tentam acreditar em algo para disfarçar um pouco a tristeza. São pessoas sinceras em suas buscas. De repente, ouvem falar de um Deus, não o pseudo-Deus que o mundo lhe apresentou ou que eles mesmos criaram mas do Deus verdadeiro. A partir daí , sua vida é pautada numa busca por este Deus. E essa busca é baseada na certeza que Ele aliviará a sua dor.”

    Escrevi isso duas semanas atrás e é interessante que ainda trago a certeza que Ele aliviará minha dor.

    De repente pensamos que o que traz esse vazio/tristeza/ansiedade é a falta de dinheiro, família, sucesso, vida estabilizada, amizades, de estudos, conhecimentos etc. E quando se tem tudo isso? Qual a explicação? O vazio que todo ser humano carrega não precisa necessariamente ter uma motivação. Ele simplesmente existe.

    Tenho me agarrado nessa promessa Vanessa, com todas minhas forças. Tenho seguido o primeiro passo para conhece-Lo, buscando agrada-lo, lutando contra tudo que há de errado dentro de mim. Me defini, é isso que eu quero pra mim.

    Obrigada pela reflexão.

  3. Travamos todos os dias um dialogo e você nem sabe né Vanessa, poxa como precisava dessa direção, agradeço a Deus por ser tão usada pelo Espirito Santo, seu modo de escrever quebra todos os paradigmas de religiosidade, faz a gente entender que Deus apesar de toda a sua onipotência, não é intocável, esta ali bem pertinho de nós, acessível, basta que venhamos a tomar a atitude certa, dar o passo certo em sua direção, estou assim cansada de dar murro em ponta de faca, de nadar e morrer na praia, de voltar sempre para o final da fila, minha vida com Deus ( se é que eu estava tendo vida com Deus), estava num esquema religioso tão grande, que eu já estava acreditando em um Deus punitivo e vingador(que absurdo)!!!. Sei por onde começar agora, isso foi libertador, a oração ainda que simples e feita num local de trabalho me foi restauradora e tenho plena certeza que foi ouvida. Que Deus a abençoe sempre mais!!! Bjs Andrea

  4. Olá, Vanessa! Tudo bem? Quero dividir. Semana passada em uma reunião fui bem sincera com Deus, até coisas que normalmente tinha vergonha de falar pra mim mesma eu contei pra Ele; nem ouvi as palavras do PR. Eu sabia que estava diante dEle naquele momento, então eu falei que queria saber a Quem eu sirvo e ter a certeza de que quando abrisse os olhos Eu teria a presença dele comigo. Eu nem chorei, nem senti, nenhuma nave me abduziu, não saiu fumaça do chão, tava tudo normal, vida seguindo.

    Agora só tenho a certeza de que logo eu terei o Fôlego de Vida, pois a Sua presença já está do meu lado. Sem dúvida alguma.

    Ah, que Deus continue trabalhando em sua mente, pois foi nessas palavras simples que abriu minha visão. Sou muito grata a você, querida Vanessa.

    Um beijo!

  5. O exemplo do ladrão ilustrou bem o que a Bíblia diz: “Quem quiser, pois, salvar a sua vida perdê-la-á; mas quem perder (entregar, render)a sua vida por minha causa e pelo Evangelho salva-la-á!” Marcos 8:35

  6. Compartilhei esse post no facebook para que outras pessoas sejam alcançadas pela Palavra que liberta. Eu vivi uma situação bem parecida, mas como já tinha “conhecimento” da Palavra, não tive coragem de acabar com a minha vida. Agradeço a Deus por isso sempre, pois teria mudado minha situação para pior…

    Deus sempre olha por nós, basta que olhemos para ele também.

    • Como fala com Deus, Thaiany? É em uma oração, sim, mas não em uma oração religiosa. Você vai não só conversar com Ele, mas render toda a sua vida a Ele, desistindo de sua vida, mesmo, para que Ele tome o controle de tudo. É como morrer. Precisamos morrer (figuradamente, é claro) para a nossa vida, para recebermos a vida dEle.

      E a entrega no dia a dia, é quando vêm os problemas, os desafios, e você abre mão de reagir impulsivamente para entregar a situação a Ele e pedir Sua direção. Todo nosso contato com Deus é em nossa mente, tendo certeza de que Ele está nos ouvindo (pois disse que nos ouviria).

      Não adianta só dizer que entrega, tem que mostrar que entregou. E a forma de mostrar no dia a dia é obedecendo ao que Ele diz. Por exemplo, eu fui ofendida por alguém e fico com vontade de ficar magoada (o que seria a reação natural), mas, como sei que Ele disse para perdoar, decido perdoar, mesmo contra a minha vontade, confiando que, assim, Ele vai fazer o melhor para mim. Isso é se render no dia a dia.

      Se você está nessa situação, converse com Ele, de uma forma bem honesta, com suas palavras, mesmo que sejam algo como: “Deus, eu não faço a menor ideia de como me entregar, mas eu quero me entregar. Cansei dessa vida, cansei do meu jeito, cansei de dar cabeçada na parede, não suporto mais e eu me rendo. Quero que o Senhor saiba que não quero mais viver sozinha. Ninguém consegue resolver meu problema, nada do que eu tenho ou pretendo ter vai resolver o meu problema. Se é verdade isso que a Vanessa falou, eu quero entregar minha vida para que Jesus seja o meu Senhor, para que eu tenha essa vida nova e essa paz. Eu preciso que o senhor me salve dessa porcaria de vida que estou levando, desse vazio, dessa angústia. Toma a minha vida e faça de mim o que o Senhor quiser, porque eu me rendo.”

      A oração pode ser feita na sua casa, mesmo, não precisa ser na igreja. Pode ser aí, onde você está, agora, mesmo. Pode ser em um banheiro, um lugar onde ninguém irá interromper. Pode falar “Deus, eu não Te conheço, nem sei direito se o senhor existe, mas eu quero entregar a minha vida porque não tenho mais nada a perder”, se for esse o caso. Pode dizer a Ele, pois Ele conhece você. Não tem fórmula para isso, o que vale é a sua sinceridade. Seja 100% honesta e Ele vai te ouvir.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *