Diferença entre novo nascimento e batismo com o Espírito Santo

804201544_23490_18367154815975947287

Várias pessoas me perguntaram isso, então achei que seria útil escrever a respeito. Primeiro, é bom deixar claro que novo nascimento, apesar de ser obra do Espírito de Deus, não é o mesmo que batismo com o Espírito Santo. E isso fica claro já na conversa entre Jesus e Nicodemos, em que Ele fala sobre a necessidade de nascer de novo. Essa conversa está no início do livro de João, no capítulo 3. O Espírito Santo só seria derramado sobre as pessoas depois que Jesus fosse para o céu, ou seja, ainda teria que viver mais 16 capítulos, morrer, ressuscitar, ficar um pouco por aqui, voltar para o céu e esperar mais alguns dias e o Espírito Santo só viria no livro de Atos. Como Jesus diria a Nicodemos para fazer alguma coisa que ainda não poderia fazer?

Na caminhada cristã, existem três eventos distintos e absolutamente necessários para alcançar e manter nossa salvação: a conversão, o novo nascimento e o batismo com o Espírito Santo. Não são rituais, não são fórmulas, não são botõezinhos a apertar — é bom que isso fique bem claro. Conversão é quando você reconhece sua situação espiritual, se arrepende dos seus pecados e assume Jesus como seu senhor e salvador, entregando sua vida a Ele. Então, o sacrifício dEle passa a valer para você, lhe dando o direito de se reconectar com Deus. É neste momento que você recebe o perdão de seus pecados e a salvação. Você não muda todo o seu interior naquele exato dia, mas decide mudar, com convicção de que não quer mais aquela velha vida. 

Depois disso, obviamente, você muda a direção da sua vida, seus hábitos e atitudes, pois quando se arrepende você odeia as coisas erradas que fazia e deixa de fazê-las. Se batiza nas águas para marcar o sepultamento da velha vida e o nascimento da nova vida. Então, começa a sua caminhada com Deus. Você se esforça para mudar. Quer conhecer a Deus, desenvolver uma intimidade com Ele e se estruturar espiritualmente, então procura descobrir (na Bíblia) como Deus é, o que agrada a Ele e como a pessoa deve ser para ser dEle. Conforme vai descobrindo, se esforça para praticar.

O segundo evento, o Novo Nascimento, acontece antes do batismo com o Espírito Santo por um motivo bem simples: ninguém nasce de uma hora para outra. Nunca vi um espermatozoide encontrar um óvulo e…POP pular uma criança para fora do útero automaticamente. Há um processo entre se conceber uma nova criatura e ser gerada essa nova criatura, até que nasça e possa receber o batismo com o Espírito Santo para manter a salvação (que já recebeu) e continuar crescendo, agora como filha de Deus.

Quem está esperando que o Espírito Santo desça para lhe dar forças para mudar, está entendendo errado. Primeiro, você se interessa e busca essa mudança. Você se esforça para vencer o pecado e mudar e o Espírito de Deus opera o novo nascimento (o que você não conseguiria sozinho) e ajuda você a desenvolver essa nova criatura. Mas até aí Ele está do lado de fora, preparando a casa com você. DEPOIS disso, já pronto para recebê-LO, você é cheio do Espírito dEle e, esse sim, é o batismo com o Espírito Santo. Aí, você é oficialmente uma nova pessoa. Ainda vai ter que crescer e se desenvolver, é claro. Mas já está nascida, selada e confirmada.

Quanto tempo entre a conversão e o recebimento o Espírito Santo? Depende. No meu caso, foram 8 meses (depois de 10 anos marcando passo na igreja por ser cabeça-dura. Sem sequer se converter, mas achando que já era de Deus por ter visto alguma melhora na vida…). O processo de novo nascimento pode demorar muito, pode demorar pouco, pode demorar quase nada. Depende do desenvolvimento da pessoa (e o desenvolvimento depende da pessoa, do nível de entrega). Alguns demoram mais, outros, menos. Mas o importante é nascer, mesmo que no ritmo de um bebê-tartaruga.

Por isso, não faz o menor sentido ter ansiedade para receber o Espírito Santo. O que depende de você é se esforçar para mudar o que consegue mudar e estar aberto para mudar o que Deus quiser mudar (ainda que seja algo que você não queira sacrificar). Eu me lembro que, nessa fase, tinha um pastor que me ajudou muito, sem saber (ele tem uns parafusos a menos, tipo eu). Uma das coisas que aprendi com ele foi que o mais importante a se construir é a estrutura espiritual. O fundamento e a estrutura. Conhecer o caráter de Deus e desenvolver meu próprio caráter à semelhança dEle.

Eu ia às reuniões com sede. Anotava TUDO e relia em casa (ainda faço isso). Estudava, mesmo. Orava, pedia a ajuda de Deus para entender o que não entendia e mudar o que não conseguia. Ele me orientava, era muito nítido que estava falando comigo, ainda que eu não sentisse, não ouvisse. Percebia claramente nas reuniões e na leitura da Bíblia que tudo se encaixava. E comecei a mudar (com dificuldades, claro) gradualmente coisas que nunca tinha conseguido mudar.

Então, depois de 8 meses nesse processo, recebi o Espírito Santo. De lá para cá, foram muitas lutas, muitos desafios e muitos gremlins. Eles não somem, a profissão deles é encher nossa paciência. Mas aos poucos vamos aprendendo a identificar, ignorar e rejeitar qualquer pensamento contrário. Paciência, perseverança e fé são as coisas que você precisa manter para alcançar seu objetivo. São coisas que o acompanharão até o fim.

Porque não existe um momento da vida em que a gente possa dizer: “ah, ok, já sei tudo, estou bem, minha fé está suficientemente madura, não preciso fazer mais nada”, se não precisasse fazer mais nada, não haveria necessidade do Espírito Santo dentro de nós! A guerra é diária e o relacionamento com Deus também é. Não dá para pendurar as chuteiras. Mas ainda que nos exija o esforço de pensar e agir (não dá para viver no automático), nos dá direito a uma vida que ninguém neste mundo consegue imaginar.

 

Leitura complementar (vai ajudar):

O que lhe faz pensar que não nasceu de Deus? (clique aqui para ler)

Desenvolvimento (clique aqui para ler)

Leite Racional (clique aqui para ler)

O trabalho de pensar (clique aqui para ler)

 

#JejumdeDaniel  #Dia 19
 

* Estamos em uma jornada de 21 dias de jejum de informações e entretenimento chamado Jejum de Daniel. Durante esses dias, os posts no blog serão voltados exclusivamente para o crescimento espiritual. Leia este post para entender melhor.

** Para quem não acompanhou ou para quem gostaria de rever os posts das edições anteriores do Jejum de Daniel neste blog, segue o link da categoria: http://lampertop.com.br/?cat=709 .

19 comentários sobre “Diferença entre novo nascimento e batismo com o Espírito Santo

  1. Kaka disse:

    Ooi! (agorinha encontro água de tanto escavar posts antigos haha).Então,nesses 8 meses vc não desanimou?Como vc soube que estava no caminho certo? Tipo pensar que está demorando muito para ter seu Encontro com Deus e o Batismo com o Espírito Santo, aí vir um pensamento:”Esta demorando tanto! Talvez esse não seja o caminho,talvez eu deva tentar de outra forma”.
    Agradeço desde já.
    Bjoos!

  2. Adélia disse:

    Vanessa, me responda:Deus escolhe chamar quem Ele quer.Sendo Ele onisciente, sb quem vai crer, quem vai se entregar de vdd.Pq Ele chama uma pessoa que Ele sabe que não vai se entregar de vdd e ficar nessa situação como a que eu vivo e vai acabar sendo um mal testemunho, uma pedra de tropeço etc…?Uma vez fiz essa pergunta á um homem de Deus.Eu lhe disse: Pq Deus me chamou se Ele sabia que eu não ia ter fé pra me libertar nem fzr essa entrega que vcs tanto dizem que é o que falta e ficar anos dentro da igreja assim?Em momento algum eu fiz “propaganda enganosa” de mim.Pelo contrario! Me lembro como hj o quanto eu relutei, e percebi que fui convencida por Ele á aceitar o convite de ir na reunião aquela quarta-feira à noite.O homem de Deus me respondeu que era para no dia do julgamento ninguém dizer que não teve oportunidade. Será isso msm?Pq sinceramente, eu nunca teria decidido por Jesus s não fosse pra valer.S eu soubesse que seria esse tipo de pessoa eu não teria nem começado.

    • Deixa eu ver se entendi direito: você está dizendo que você nunca vai ter fé para se libertar nem para se entregar. Você já decidiu que nunca vai ter fé, determinou isso no seu coração e está até CONFESSANDO isso (usando a sua fé contra si mesma, é um caso semelhante ao da Débora, leia as respostas a ela) e criando questionamentos em cima dessa falsa crença, sem questioná-la. Isso não é pensamento racional, é se deixar levar por sensações, medos e dúvidas. O que te falta não é necessariamente entrega, é parar de ouvir o diabo e usar a sua fé a seu favor e não contra.

      Beijos!

      • Adélia disse:

        Nao é que eu decidir isso , mas o FATO de está à 14 anos na igreja, já houve orações, atendimentos, vários servos de Deus tentaram. já tive inúmeras oportunidades .Eu msm já tentei até essa mudança em relação aos de pensamento que tem muito a ver com o que vc escreve aqui. Conseguir até ter umas experiencias com Deus nessa mudança, confesso, nas no final vi que estava apenas me enganando com pensamentos positivos pq a realidade msm era q eu nao tinha me libertado. Se pessoas perturbadas “piores” de que eu , pessoas que até pacto de sangue com o diabo já fizeram, e conseguem se libertar. E eu nunca bebi nem fumei ne me prostituir , Se Deus não faz acepção de pessoas , e o problema não tá nem na igreja nem no pastor , então quer dizer que eu não tive fé pra se libertar.E os pastores sempre pregam que apessoa que não se liberta é pq não se entregou de vdd.
        Mas eu vou lutar pra mudar essa minha bendita cabeça.
        Vou lutar pra fzr alguma coisa por mim.
        Muito obrigada e beijos pra vc tbm!

        • Você vai conseguir, Adélia. Seja mais perseverante do que esses gremlins e você vai vencer. Vamos continuar falando sobre mudança de padrão de pensamento nos próximos posts, mas te dou uma dica: ESQUEÇA tudo o que fez até agora, todos esses 14 anos e tudo o que acha que sabe. Comece do zero. Deus está contigo ou você não estaria buscando. Você tem fé, ou não estaria buscando. Olhe para frente.

          Beijos.

          PS: Dê uma lida nesse post “Quando você pensa que não vai conseguir”.

          • Adélia disse:

            Obrigada!Eu creio!E uma das provas é o que ele acabou de falar comigo através do Bp.Joao na reunião de hj.Ele flou algo que confirma muita coisa , inclusive seus conselhos.Gostaria de compartilhar com vc.Ele disse:” O QUE O INFERNO MAIS TEME É QUE VC SAIA DAQUI . COLOQUE DENTRO DE VC:EU SOU DE DEUS!DEUS É COMIGO!PQ OS DOIS TIPOS DE FÉ TRAZ À EXISTÊNCIA AO QUE NÃO EXISTE.ASSIM COMO A FÉ POSITIVA TRAZ A EXISTÊNCIA A CURA, A PROSPERIDADE ETC… A FÉ NEGATIVA TRAZ Á EXISTÊNCIA MEDO , A DUVIDA QUE NÃO EXISTE.”Olha que maravilha! rsrs Depois disso saí outra pessoa, disposta a pensar diferente , A FAZER O Q O INFERNO MAIS TEME: crer que Deus é comigo.E agir segundo isso.
            Um abraço!

            • Puxa, que legal, Adélia!!! Olha só, Deus falando contigo direto! Anota isso aí para jogar na cara do gremlin se ele aparecer de novo. Ele deve ficar apavorado porque sabe a força da sua fé. Imagina essa fé se voltando contra ele?
              Obrigada por compartilhar!!

  3. evelyn disse:

    Vanessa, vc tem algum e-mail para que eu possa lhe fazer uma pergunta pessoal ?. Beijos e obrigada pelo blog pois tem ajudado bastante.

  4. Débora disse:

    Você fala sobre termos paciência, não faz sentido estar ansioso. Mas como é que fico tranquila sabendo que eu não pertenço a Ele? Eu busco e é como se visse Jesus parado a minha frente me olhando, ouvindo meus pedidos mas sem atender. Como se vive com essa carga de que você não foi escolhido, foi resgatado, livre, reconstruído mas não escolhido? Embora eu possa dizer que muito em mim foi mudado, até meus alvos e intenções e o que ainda precisa de ajuste estou ajustando sabendo, no entanto, que não é por obras de justiça por nós praticado mas devido a sua misericórdia.
    Fica cada mais difícil me levantar da busca e saber que não fui escolhida. Estou lutando contra os gremlins, não pode ser que Deus me resgatou do poço da rejeição para que eu não seja boa o suficiente de novo.

    Hoje o bispo falou que o Espirito escolhe a dedo, cada dia que passa me vejo não sendo escolhida. Vejo Jesus me olhando e ouvindo, de perto, mas só olhando. Ao mesmo tempo que é muito bom é torturador. Eu já entendi que a vida não vale a pena se não for pra pertencer a Deus. E cara! Eu não pertenço!

    • Débora, sinto lhe informar, mas seu comentário foi todo psicografado. Você está SÓ OUVINDO GREMLIN e é isso que tem te travado. Por favor, leia de novo o que você escreveu, mas agora imaginando que foi escrito por outra pessoa. Assim vai conseguir se distanciar o suficiente para entender onde está errando. Sério, mesmo, leia de novo, como se estivesse lendo o comentário da Jurema. Pare de ler aqui e releia o comentário pensando em ajudar a Jurema, depois volte e continue a ler.

      É óbvio que o diabo vai querer que você acredite que não foi escolhida, que Deus não quer te escolher e você acredita tanto nesse sentimento que ele consegue fazer você usar sua fé contra si mesma na busca “é como se visse Jesus parado a minha frente me olhando, ouvindo meus pedidos mas sem atender” (use essa imaginação toda para ver o contrário!). Isso realmente é tortura, mas não é Jesus que tortura as pessoas, é o diabo. Você tem acreditado no torturador.

      Em outro comentário, a Jurema disse: “Sinto me rejeitada pelo Espírito Santo. Busco e não sinto nem cócegas e aí a frustração vem antes mesmo do amém.” Porque não SENTE que foi aceita, permite se sentir frustrada antes do fim da oração…mulher, isso é FÉ, mas ao contrário! Você tem muita fé, mas está colocando ela do avesso, está colocando a fé no sentimento e isso tira você da sintonia. Por que fazer isso consigo mesma? É mais ou menos isso: você vai à igreja, o gremlin te acusa, você aceita a acusação (porque ela vem com sentimento e você acredita no sentimento), crê na acusação, sai da sintonia com Deus, não recebe (porque está fora de sintonia) e o gremlin fica te acusando dizendo que foi sua culpa ou de Deus, que não te escolheu. Ou seja, ele faz e depois fica acusando os outros. Ele quer te fazer desistir. Mas você quer Deus e não vai desistir.

      Deus não escolhe uns e despreza outros. Ele escolhe quem O escolhe. E se você O escolheu, você é escolhida. Acabou. O que eu sei é que o seu comentário mostra onde está a sua fé. Sua fé está firmemente depositada na crença de que Deus não te escolheu, não te atende e que você não é boa o suficiente. Não sei de onde você tirou isso, se a Bíblia diz o contrário. Você está sendo enganada. Reconheça o que Deus tem feito em você, leia esse post “O que lhe faz pensar que não nasceu de Deus?” e avalie em qual ponto do processo se encontra para, de fato, se desenvolver espiritualmente. Procure a raiz desse sentimento aí e arranque. E use a sua FÉ para receber o que Deus QUER te dar.

      Beijos.

      PS: Depois, leia de novo meu texto, sem acusações e sem a Maria do Bairro dizendo que você não é de Deus. Leia como alguém que SABE que vai receber o batismo com o Espírito Santo.

      UPDATE:
      O Bispo Macedo escreveu um texto muito legal no blog dele hoje: “Maravilhas da verdadeira fé”. Fala sobre lutar contra maus pensamentos, lamentos, reclamações e dramas (ok, a parte do drama eu acrescentei aqui, mas acho que dá para entender assim rs). E como estamos nessa vibe de rasgar os roteiros mexicanos dos gremlins, acho que tem tudo a ver.

      E vamos continuar falando aqui no blog sobre mudar o padrão de pensamento.

      • Elaine disse:

        Entendo perfeitamente você, Débora.

        Vou contar uma coisa: por 10 anos fiquei imersa nessas percepções que você disse, e te digo — é um poço sem fundo. Vi-me no seu texto. E se você não pular daí e reagir contra si agora, você continuará afundando —, sem parar. Porque um “NÃO” puxa o outro. E mais outros…

        Talvez haja fatos, argumentos e até uma razão para pensar assim. Eu sei. Recentemente eu só enxergava e ouvia o “NÃO” ecoando dentro de mim. Mas a Vanessa veio e sentou-se diante de mim (virtualmente, claro rs. E usada por Deus) e meu deu uns “tapas”, uma sacudida e disse: Acooorda! Você está entendendo tudo errado. O que você está esperando não vai acontecer desse jeito!

        Então, meus olhos se abriram. E, nesse jejum, começo a lutar contra essa força tão convincente e até “honesta” que diz “NÃO” dentro de mim (e contra a dramaturgia gremliniana mexicana rs).

    • Roni Santos disse:

      Prezada sra Débora; Depois de orar, buscar pelo o ESPÍRITO SANTO. O que você percebe no seu interior; PAZ, ou agonia, alegria, ou tristeza. De maneira consciente, sem emoção nós nos fazemos escolhido a dedo, ou Sra acha que alguém na face do planeta terra tem algum merecimento de ter o ESPÍRITO do Todo Poderoso SENHOR JESUS dentro, por exemplo me fiz escolhido, e minha amada esposa que era prostituta se fez escolhida, ou seja só depende de você. ELE o ESPÍRITO SANTO quer porque quer habitar, morar dentro de você, muito mais que você o quer

      O que está escrito, está escrito!
      7. Pedi, e vos será concedido; buscai, e encontrareis; batei, e a porta será aberta para vós.
      8. Pois todo o que pede recebe; o que busca encontra; e a quem bate, se lhe abrirá.
      9. Ou qual dentre vós é o homem que, se o filho lhe pedir pão, lhe dará uma pedra?
      11. Assim, se vós, sendo maus, sabeis dar bons presentes aos vossos filhos, quanto mais vosso Pai que está nos céus dará o que é bom aos que lhe pedirem!
      (Mateus, 7).

      Se sra quiser a sra pode ser selada, batizada ou marcada como se marca o boi , hoje, ou agora. E terá um Único DONO.

      Sem murmurar, não irá lhe ajudar, pois O reino dos céus é tomado à força e somente os violentos tomam posse DELE.

    • Caroline disse:

      Olá Débora,

      Vc acha que Deus te tirou do mundo e te deu todas as chances de receber o Espírito Santo pra torturar vc? É como se vc acreditasse que Deus queria te libertar, transformar mas não te dar o Espírito Santo. Isso não tem lógica alguma. É o mesmo pensamento distorcido do povo de Israel. “E murmurastes nas vossas tendas, e dissestes: Porquanto o SENHOR nos odeia, nos tirou da terra do Egito para nos entregar nas mãos dos amorreus, para destruir-nos” (Deuteronômio 1:27). Deus fez todas aquelas maravilhas no Egito pra tirar o povo de lá, mas eles achavam que Deus tinha tirado eles de lá pra manter eles no deserto de propósito, só porque a conquista da terra prometida não foi como eles idealizavam. Mas veja: o que manteve o povo no deserto não foi o sadismo de Deus como eles pensavam, e sim a DÚVIDA! E porque eles duvidavam, eles murmuravam. E cada vez que murmuravam, ficavam mais longe ainda do que queriam…
      Já tive esses pensamentos que vc falou. Vc fala como se Deus fosse mau. Mas a Palavra Dele diz que Ele é bom. E temos uma nuvem de testemunhas comprovando isso hoje. E vc já viu isso na sua vida! Mas, no fundo, vc não enxerga o diabo (gremlin) como sendo o mau da história, e sim vc ou Deus.
      Se vc está buscando e Ele está te ajudando, mandando palavras e pessoas, é porque vc não é má, como o diabo quer que vc pense. Pare de ser perfeccionista ao extremo ou vc vai se destruir sem que o gremlin precise se esforçar muito!
      As pessoas do mundo é que acham que o bem e o mal vem da mesma fonte, mas nós sabemos que uma fonte só pode dar água amarga ou doce. Deus é a fonte de água doce. Simplesmente creia nisso e reaja contra o bandido gremlin que quer te colocar contra Aquele que quer te ajudar.

  5. Andressa disse:

    Muitooo obrigada❤❤❤
    Que Deus continue lhe dando sabedoria.

    Receba meu abraço virtual aí (aaahhh obrigada mesmo, esclareceu minhas dúvidas ❤).

  6. Elaine disse:

    Não é possível, Vanessa! Você deve ter uns parafusos a menos, tipo eu rs. Seus textos encaixam-se integralmente comigo.
    Eu os imprimo, estudo, leio e releio. Vejo-me em cada parágrafo, em cada frase, em cada oração e palavra. Descubro-me. E isso é tão bom! Obrigada.

    • Fico muito feliz em ler isso, Elaine! Estudando, lendo e praticando você vai conseguir desenvolver sua fé e se estruturar espiritualmente, blindando a sua mente contra os ataques que te prejudicaram e atrasaram sua vida por tantos anos. Mas você vai ficar ainda mais forte do que antes e Deus vai ajudá-la a recuperar mais do que o tempo perdido.

      Beijos!

      PS: E eu tenho muuuuitos parafusos a menos hahaha

      • Elaine disse:

        AMÉM!
        Hoje, quarta-feira, eu te vi no Templo (acho que era você). Eu estava buscando lá na frente do altar e espantando gremlin como quem espanta moscas. (Sabe como é, né?!) Mas, nessa hora, lembrei das coisas que aprendi aqui no blog, então pratiquei, resistentemente. Deu mais que certo!

        Quando o bispo falou para voltar pro lugar, eu estava tão agradecida a Deus que fui andando, pensando e louvando por tudo, inclusive pela sua vida, Vanessa. De repente, ergo os olhos e te vejo. Fiquei tããão feliz! Depois pensei: oxente, será que era ela mesmo?! Ou será que estou vendo a Vanessa de tanto ler o blog? rs
        Obrigada.

  7. Roni Santos disse:

    Prezada sra Vanessa Lampert; para colocar uma cereja neste belo texto o novo nascimento e o batismo com o ESPÍRITO SANTO. Sugiro à todos à leitura do livro do Bispo Edir Macedo: O Novo Nascimento.

    OBS: Outra diferença que temos que ficar muito atento; é a diferença entre ser ungido pelo Espírito Santo e ser batizado pelo o Espírito Santo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *