Não deixe criar este espaço

water-balloon-1048937_1920

Você já ouviu falar em expansão de tecido? Segundo a Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica, “Expansão de tecido é um procedimento relativamente simples, que permite ao corpo “gerar” pele extra para uso na reconstrução em quase todas as partes do corpo. […]”.

Trocando em miúdos, um balão vazio de silicone é inserido sob a pele e, aos poucos, ao longo de um tempo, o médico vai colocando soro fisiológico. De pouquinho em pouquinho, para aumentar o volume do balão gradualmente. De tanto esticar, a pele vai cedendo e as células do local se multiplicam para acomodar melhor aquele extensor aumentado.

No caso de cirurgia de reconstrução de mama, a ideia é criar um espaço extra para caber o implante. Inicialmente, o extensor é pequeno e não é o implante, mas o objetivo de quem o colocou ali é que, no final do processo, seja possível inserir uma prótese.

Espiritualmente, também existe um processo meio parecido. A diferença é que, enquanto o expansor físico, colocado pelo médico, é uma coisa boa (afinal de contas, serve para corrigir problemas), o expansor espiritual serve apenas para criar problemas. Quem faz o procedimento é um daqueles monstrinhos sugadores de energia que você conhece muito bem (os mesmos que ficam falando que ninguém gosta de você, que nada vai dar certo e que não tem mais jeito). Esse gremlin coloca expansores em nossa cabeça para caber um implante de pensamentos dele.

Esses expansores espirituais geralmente são coisas pequenas, aparentemente insignificantes e até inofensivas. Uma duvidazinha aqui, um probleminha tomador de tempo ali, uma informação sobre a vida de alguém acolá, uma lembrança do passado, um sentimento de culpa, um medinho, uma sensaçãozinha de ser vítima… Existem milhões de pequenas coisinhas que entram, sorrateiramente, sem grandes consequências aparentes, que servem apenas para aumentar o espaço que você dá ao mal.

Ele aproveita um cortezinho, uma ferida aberta, qualquer espacinho, por mais apertado que seja, para inserir o expansor. Se aproveita de um trauma, de um medo, de uma mágoa ou de uma fragilidade qualquer para trabalhar, pouco a pouco, preenchendo lentamente aquele balão com o lixo que ele traz. Se a pessoa não arranca o expansor, mas fica ali, aceitando que ele se encha cada vez mais, inevitavelmente ele será trocado por um implante de pensamento destrutivo. Pensamentos que levam à depressão, ao transtorno de ansiedade, a desistir daquilo que você mais queria e a cometer atitudes que jamais imaginava que pudesse cometer.

As coisas ruins não acontecem da noite para o dia. Elas são inseridas pequenininhas, como uma sementinha, e vão sendo infladas com negatividadezinhas aleatórias. E são essas coisinhas que, sem perceber, a gente deixa passar. São essas coisinhas que você, a partir de hoje, vai começar a barrar na sua vida.

Fique atento a tudo o que vem à sua mente e que você sabe que não lhe faz bem. Malícia, maus olhos, lembranças que trazem tristeza, sentimento de culpa, preocupações, vitimização, enfim, há um pequeno alarme dentro de cada um de nós que nos avisa quando algo nos faz mal, desde que estejamos suficientemente atentos e conscientes do que entra em nossa cabeça. Se não estava com o alarme antinegatividade ligado, ligue agora.

Se perceber algo dentro de você que se encaixa na categoria de “expansor” ou de preenchimento de expansor, arranque, imediatamente. Não colabore com quem quer destruir sua vida. Há um versículo bem objetivo que devemos ter em mente durante o nosso dia:

“Não deis lugar ao diabo.” (Efésios 4.27)

Não podemos nos permitir criar esse espaço. Temos o poder de dizer “NÃO” (assim, em caixa alta) a tudo o que tenta se instalar em nossa mente.

 

.

#Jejum de Daniel #Dia 1

* Estamos em uma jornada de 21 dias de jejum de informações e entretenimento chamado Jejum de Daniel. Durante esses dias, os posts no blog serão voltados exclusivamente para o crescimento espiritual. Leia este post para entender melhor.

** Para quem não acompanhou ou para quem gostaria de rever os posts das edições anteriores do Jejum de Daniel neste blog, segue o link da categoria: http://lampertop.com.br/?cat=709 .

10 comentários sobre “Não deixe criar este espaço

  1. Marta disse:

    Como sempre a Vanessa nos presenteia com um texto que tira nossos neurônios do sedentarismo :-) e nesse jejum de Daniel suas postagens são essenciais.

  2. Ma disse:

    Mas o que fazer se esse espaço já foi criado há muito tempo, e agora esse expansor já tem um espaço na vida da pessoa, e o transtorno de ansiedade, ou a depressão, já estão presentes?
    Como podemos fechar esse espaço e nos livrarmos disso?

  3. Giselle disse:

    Vanessa, que bom te-la novamente por favor não nos abandone mais você é necessária! Um abraço acompanharei o blog diariamente no Jejum de Daniel

  4. Renata Sales disse:

    Olá Vanessa,
    Sempre é um prazer acompanhar suas postagens!
    E como diz o bispo Robson, só nasce o que está dentro. Precisamos abortar esses pensamentos.
    Bjs

  5. Andressa disse:

    Olá! Que bom que pode encontrar seu Blog hoje, e complementando tudo que recebi neste primeiro dia do jejum… A cada dia, mais coisas vão surgindo para aumentar esse espaço do “nada”, ai venerável para as investidas do diabo e seu mundo,etc. Com certeza temos que vigiar muito estando alerta e cuidando do que entra e cultivamos. Na FÉ.

  6. Jaiani disse:

    Olá! Faz tempo que não entro no seu blog… Vi seu post no Facebook e vim conferir o blog. Vou continuar acompanhando. Bjs!

  7. Kaka disse:

    Exatamente Vanessa! Começa com uma sugestãozinha boba, mas se cedemos e a deixamos entrar, é questão de tempo para o gremlim trazer mais de onde ele tirou a primeira – direto do inferno. Se não dermos um basta, daqui a pouco ficamos atolados em um turbilhão de idéias negativas (e mentirosas) que nos tiram toda a força. Bjoss!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *