A chave de tudo

key-2114046_1280

Não existe fórmula para se entregar a Deus, receber o Espírito Santo ou nascer de novo. A chave de tudo está na humildade e obediência. A obediência naturalmente segue a humildade. Porque o humilde sabe que não sabe nada e, quando encontra Alguém que sabe (no caso, Deus), segue o que Ele diz.

O vídeo que saiu no blog do Bispo hoje (clique aqui para ver) mostra como devemos encarar as coisas de Deus. A simplicidade e humildade desse povo que recebe a Palavra de Deus como o tesouro que ela é, e que não demora para colocá-la dentro de si e obedecer sem questionar, é a chave para encontrá-LO.

“Converter-te-ás, pois, e darás ouvidos à voz do Senhor; cumprirás todos os Seus mandamentos que hoje te ordeno. E o Senhor teu Deus te fará prosperar em toda a obra das tuas mãos, no fruto do teu ventre, e no fruto dos teus animais, e no fruto da tua terra para o teu bem; porquanto o Senhor tornará a alegrar-Se em ti para te fazer o bem, como se alegrou em teus pais, quando deres ouvidos à voz do Senhor teu Deus, guardando os Seus mandamentos e os Seus estatutos, escritos neste livro da lei, quando te converteres ao Senhor teu Deus com todo o teu coração, e com toda a tua alma.

Porque este mandamento, que hoje te ordeno, não te é encoberto, e tampouco está longe de ti. Não está nos céus, para dizeres: Quem subirá por nós aos céus, que no-lo traga, e no-lo faça ouvir, para que o cumpramos? Nem tampouco está além do mar, para dizeres: Quem passará por nós além do mar, para que no-lo traga, e no-lo faça ouvir, para que o cumpramos?

Porque esta Palavra está mui perto de ti, na tua boca, e no teu coração, para a cumprires. Vês aqui, hoje te tenho proposto a vida e o bem, e a morte e o mal; porquanto te ordeno hoje que ames ao Senhor teu Deus, que andes nos Seus caminhos, e que guardes os Seus mandamentos, e os Seus estatutos e os Seus juízos, para que vivas, e te multipliques, e o Senhor teu Deus te abençoe na terra a qual entras a possuir.

Porém se o teu coração se desviar, e não quiseres dar ouvidos, e fores seduzido para te inclinares a outros deuses, e os servires, então eu vos declaro hoje que, certamente perecereis; não prolongareis os dias na terra a que vais, passando o Jordão, para que, entrando nela, a possuas; os céus e a terra tomo hoje por testemunhas contra vós, de que te tenho proposto a vida e a morte, a bênção e a maldição; escolhe pois a vida, para que vivas, tu e a tua descendência. Amando ao Senhor teu Deus, dando ouvidos à Sua voz, e achegando-te a Ele; pois Ele é a tua vida, e o prolongamento dos teus dias; para que fiques na terra que o Senhor jurou a teus pais, a Abraão, a Isaque e a Jacó, que lhes havia de dar.

Deuteronômio 30.8-20

A religião passa fórmulas e rituais que apenas dão a impressão de que a pessoa está cumprindo a sua parte, mas é ilusão. A fé nos leva a analisar, pensar e entender, mas não dá fórmulas, nem atalhos. Você não precisa que ninguém traga a Palavra de longe ou lhe revele, como se estivesse oculta. Ela está aí, ao seu alcance, assim como a chave para compreender.

.

#JejumdeDaniel #Dia6

Leia também: Somente a Verdade, nada mais que a Verdade.

.

.

* Estamos em uma jornada de 21 dias de jejum de informações e entretenimento chamado Jejum de Daniel. Durante esses dias, os posts no blog serão voltados exclusivamente para o crescimento espiritual. Leia este post para entender melhor.

** Para quem não acompanhou ou para quem gostaria de rever os posts das edições anteriores do Jejum de Daniel neste blog, segue o link da categoria: http://lampertop.com.br/?cat=709 .

6 comentários sobre “A chave de tudo

  1. Kaka disse:

    “Você não precisa que ninguém traga a Palavra de longe ou lhe revele, como se estivesse oculta. Ela está aí, ao seu alcance, assim como a chave para compreender.”
    Refletindo sobre…Obrigada, ótimo texto.
    Bjoos!

  2. Mareangela disse:

    Oi Dona Vanessa
    Como a Sra lê pra caramba :) queria uma orientação; recebi por whatsapp como sugestão de leitura o livro: As Divinas Revelações do Inferno, de Mary Baxter.
    Li a introdução e achei estranho a autora dizer que foi escolhida para uma missão especial, e ter andado com Jesus pelo inferno para ver como é lá e relatar a todos, como forma de salvar a humanidade. Quando Lázaro e o rico morreram, também o rico quis voltar pra falar pra seus familiares, a fim de que não fossem para aquele lugar; mas isso não foi permitido. Porque agora Deus mudaria de ideia?
    Porém como a sugestão de leitura veio de uma esposa de pastor, recorro a sra que gosta de ler e conhece muitos livros para me orientar quanto ao conteúdo do livro, se de fato vem de Deus ou de espíritos enganadores de adivinhação e sonhos e aquele escambau do satanás. Beijos!

    • Ana disse:

      Oi, Mareangela!
      Desculpe me intrometer no seu comentário, mas se eu puder ajudar ao responder… Dê uma procurada aqui no blog, porque existe uma resenha desse livro.
      Lendo a resenha você vai entender direitinho, não é um livro muito (nada) bom.

    • Oi, Mareangela! Eu até cheguei a pensar que Mary Baxter pudesse ter tido visões demoníacas realmente e fosse perturbada, mas depois, analisando bem, cheguei à conclusão de que ela inventou, mesmo. Uma coisa que não coloquei na resenha na época (mas acrescentei agora) é que a estrutura do livro foi claramente copiada do livro A Divina Comédia. Isso é indício de que ela criou a história.

      Quem recomenda este livro na igreja o enxerga como um livro de ficção que dá uma ideia do que a alma poderia passar no inferno — e não como uma experiência real vivida pela autora (eu, pelo menos, ouvi bispos fazerem esse alerta). Se você realmente quiser ler, considere como ficção e leia como você leria algo que sabe que não foi verdade.

      Beijos!

  3. Débora disse:

    Vanessa querida, esse post me fez parar no chão! Vi claramente o que é se submeter ao senhorio de Deus. Li ontem á noite logo que você postou, mas comento agora nessa tarde de domingo porque ainda estou com isso na cabeça, é como se Deus tivesse me mostrado que tipo de submissão Ele quer de mim, eu não quero esquecer disso nunca.

    Estou aguardando você falar de arrependimento e gostaria de acrescentar mais uma questão, na verdade, vou me expor aqui mais um pouquinho. Logo no primeiro dia do jejum Deus me mostrou verdades bem feias sobre mim mesma, sobre a pessoa que sou no íntimo, eu tinha orado ” Senhor, revela o estado da minha alma e meu coração, mostra- me a verdade sobre mim”, Deus mostrou o mostrinho que tem no meu íntimo. O caso é que nada do que vi sobre mim mesma me aterrorizou, ou me encheu de temor ou arrependimento, confessei a Deus tudo que Ele me mostrou, e foi isso.

    Entendi que não há conversão, Novo Nascimento, Batismo com Espírito Santo se não houver arrependimento, se eu não passar a odiar o pecado, o meus maus desejos, se não passar a ter nojo de tudo isso. Então, toda essa semana eu fiquei perdida sem saber o que fazer, pois embora sabendo a verdade sobre mim, não sinto esse arrependimento ou nojo que deveria sentir.

    O que faço com tudo isso? O gremlin tentou me dizer que não há jeito pra mim porque não me arrependi ou caí de joelhos quando vi as verdades sobre mim, mas não tem jeito é pra Ele que já está condenado. Sei que tem jeito pra mim e que vou sim nascer de novo para então receber o Espírito Santo e eu quero isso! Só preciso saber pra onde ir agora, como produzir esse arrependimento e nojo, odio pelo que há de errado em mim.

    Talvez a resposta seja essa submissão de que Deus acabou de me “revelar”, me dá uma luz.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *