Ansiedade

baby-21249_640

Recebi dois comentários que gostaria de responder juntos, pois talvez isso possa ajudar outras pessoas. Mas por favor, prestem atenção ao post.

“Vanessa, o que fazer no meu caso? Sou uma pessoa ansiosa em vários sentidos e isso muito me atrapalha, principalmente na minha concentração. Muitas vezes chego a ter sintomas físicos, sei que nesta questão só me resta orar e aprender a entregar as minhas necessidades a Deus enquanto busco o que realmente vale a pena. Mas com a falta de concentração não sei como lidar, por exemplo, geralmente leio seus textos várias vezes ao dia para fixar o que aprendi, faço anotações, converso sobre o assunto e quando vou ver, já esqueci tudo. E isso não só acontece aqui, mas essa ansiedade e falta de concentração me atrapalha nos estudos e no trabalho. Sei que vc já falou sobre aplicar o espírito, mas acredito que não entendi profundamente, porque não consigo colocar em prática. E acontece que nunca aprendo nada! (Danuza)

“Olá Danuza. Eu também passo os mesmos problemas que estás a passar. Ansiedade e falta de concentração atrapalham o meu raciocínio que está muito lento para processar o que li. Tenho imensa dificuldades de fixar as Palavras de Deus na minha mente. Esqueço facilmente mesmo tendo anotado no papel para não esquecer. Aquilo me deixa frustrada ao ponto de não ter ânimo nas coisas de Deus. (Lenny)

Antes, um recadinho para a Lenny: Lenny, o objetivo é esse mesmo, fazer com que você desanime e não insista em fazer a única coisa que pode quebrar esse ciclo. A reação mais eficiente contra isso é insistir mesmo que pareça um caso perdido. Mesmo contra a sensação de que o esforço é inútil. Entenda o que está sendo dito na hora em que lê ou ouve, ainda que não esteja conseguindo memorizar.

Nossa sociedade tem forçado a barra para manter as pessoas em um estado constante de ansiedade. Então, é natural que as pessoas se treinem a serem ansiosas. O mundo traz uma sensação de insegurança porque, de fato, não há segurança no mundo.

Já sofri muito com isso. Muito, mesmo. Porque quando você não sabe o que vai acontecer, não tem certeza de nada, vive mergulhado na dúvida. E a dúvida é a maior geradora de insegurança e alimentadora de demônios da mente. Eles multiplicam os pensamentos de ansiedade que causam estresse e nos levam à exaustão mental.

Nesse estado, me espantaria se alguém conseguisse manter concentração ou se lembrar de alguma coisa. Eu, particularmente, tive um problema tão sério que parte da minha memória foi literalmente apagada. Meu problema começou a se resolver quando li um livretinho antigo cujo nome não me lembro, mas que trazia os seguintes versículos:

“Humilhai-vos, pois, debaixo da potente mão de Deus, para que a Seu tempo vos exalte; lançando sobre Ele toda a vossa ansiedade, porque Ele tem cuidado de vós.”

1Pedro 5.6,7

Essa é a segurança que eu queria. Se eu lançasse sobre Ele minha ansiedade, meus problemas, minhas dúvidas, minhas questões, meus medos, minha insegurança, eu poderia confiar, porque ELE TEM CUIDADO DE MIM. Então comecei a ocupar minha cabeça com apenas esse pensamento: Deus está cuidando de mim.

Se a dúvida drenava a minha fé, colocar esse pensamento dentro da minha cabeça começou a dar pedacinhos de comida para aquela fé raquítica que estava em um cantinho do calabouço, quase morrendo. Se Deus está cuidando de você, então você pode contar com a ajuda dEle em absolutamente TUDO. Esse foi o início da minha mudança. Foi com essa pequena palavra que comecei a reagir e evitei o colapso mental.

Depois disso, caí em umas duas armadilhas do diabo para me afastar da igreja justamente quando estava começando a buscar. Mas eu tinha colocado na cabeça que iria me recuperar e que Deus estava cuidando de mim. Então aquele pequeno pensamento de fé começou a crescer e me dar forças para tomar pequenas atitudes, como começar a ler o blog do Bispo e orar. Eu sentia como se estivesse me arrastando para sair do poço de areia movediça. Mas tanto insisti que consegui agarrar o cajado que Deus me estendeu e acabei saindo de lá.

E aí está uma característica importante da Palavra de Deus: não precisa se preocupar com quantidade de informação. UMA palavra, uma palavra pequena, já se espalha dentro de você de tal forma que é capaz de fazer uma revolução e mudar toda a sua vida.

 

#JejumdeDaniel #Dia9

 

.

Estamos em uma jornada de 21 dias de jejum de informações e entretenimento chamado Jejum de Daniel, de 14 de agosto a 3 de setembro. Durante esses dias, os posts no blog serão voltados exclusivamente para o crescimento espiritual. Leia este post para entender melhor.

** Para quem não acompanhou ou para quem gostaria de rever os posts das edições anteriores do Jejum de Daniel neste blog, segue o link da categoria: http://lampertop.com.br/?cat=709 .

8 comentários sobre “Ansiedade

  1. Adélia disse:

    É verdade, Deus usa uma pequena palavra pra mostrar a solução.
    Por isso a importância de continuar a leitura da bíblia msm sem entender, pq chega uma hora que uma palavra fala com a gente.

  2. Joana disse:

    Nesses últimos tempos passei por isso também. Estava andando estressada e esquecia das coisas com facilidade (como por exemplo, deixar um objeto em um lugar onde entra e sai pessoas desconhecidas e esquecer ele e só depois que precisar dele, perceber que esqueci). No início dessa semana até pedi a Deus para me ajudar a melhorar a minha concentração, devido a esses esquecimentos porque vi que não estava normal. Creio que esse post é ajuda do próprio Deus para todos nós que sofríamos com esse problema porque nada melhor do que combater um problema quando sabemos a raiz dele.

  3. Kely disse:

    Oi dona Vanessa
    Sempre acompanho suas postagens, gosto principalmente as resenhas dos livros já que gosto de ler ,peguei muitas dicas com a senhora.
    Agora neste Jejum de Daniel leio todo dia cada Post e eles tem me ajudado muito para me renovar com Deus.
    Que Deus abençoe e continue usando a senhora mais e mais.

  4. Gardênia Braga disse:

    Olá Vanessa. Está mensagem veio de encontro com o que estava pedindo a Deus, pois não estava guardando em minha mente a palavra que estava lendo e meditando, pois compreendo que não importa o que estou sentindo Deus cuida de mim e está comigo e pronto.

  5. Fran disse:

    Também sofri muito com a ansiedade, mas um dia ouvi uma música do bispo Crivella que dizia: ” Ele ve, tua dor e sofrimento, Deus entende teu tormento”. Então, nos momentos difíceis, passei a pensar : Deus se importa comigo. Mais tarde li um versículo que veio complementar isso. “Em Ti, pois, confiam os que conhecem o teu nome, porque tu, Senhor, não desamparas os que te buscam.” Salmo 9:10

  6. Gabriela Alves disse:

    Oi Vanessa! Passei por uma situação hoje que me deixou preocupada e angustiada mas eu não podia fazer muita coisa. Geralmente eu ficaria triste e alimentaria um monte de pensamento torto, mas eu lembrei da promessa que li pela manhã e lutei contra esses pensamentos. Também tenho dificuldades de manter atenção e controlar a ansiedade mas sei que porque hoje usei a minha fé não saí do foco.
    Um abraço :*

  7. Kaka disse:

    Pensei que só eu tinha passado por isso . Há pouco tempo minha mente começou a ser bombardeada de tantos pensamentos gremlinianos, ao ponto de eu passar MESES c a mente ocupada com eles… e estes me causavam muita ansiedade,
    desanimo e angústia (combo para minar a fé) e um estresse absurdo. Claro que o corpo começou a dar sinais e um deles foi o esquecimento. Eu não lembrava direito de parte do meu passado e de coisas simples que as pessoas me falavam e eu esquecia.Ao ponto da pessoa falar:Mas você respondeu! E eu não lembrar de nadica de nada.. Ainda estou lutando contra algum desses pensamentos e algo que me ajuda é pegar uma palavra que combata aquele pensamento e usá-la sempre que aparecer… (muitas vezes é de um texto seu rs) queria te fazer uma pergunta…Como se busca a Deus de todo o coração? pq geralmente nas reuniões de busca, tocam-se músicas e louvores, além do clamor pedindo o Espírito de Deus, dizendo que O ama e tudo mais.Mas já li que deve-se dizer para Deus o que se esta sentindo e conversar como se fosse um amigo. Às vezes eu fico confusa sobre como busca-Lo, especialmente quando estamos em casa, já que a busca não termina na igreja…
    Obrigada por dedicar parte do seu tempo para escrever aqui :)
    Bjos!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *