Você quer se livrar do problema?

8a02c27a-749e-4887-8583-33850aeda406

“Os justos clamam, e o Senhor os ouve, e os livra de todas as suas angústias.”
Salmos 34.17

O justo clama e o Senhor ouve e o livra de todas as angústias. Ele ouve no exato momento em que pedimos, mas o livramento nem sempre é imediato. Mas esse clamor é o clamor de quem quer se livrar do problema e não de quem só se acostumou a lamentar.

Porque, por mais incrível que pareça, algumas pessoas não querem se livrar de seus problemas. Elas até dizem que querem, que não suportam mais, mas quando alguém apresenta uma solução, um caminho ou mesmo uma esperança, ela se enche de justificativas para explicar por que não vai dar certo.

Muitas vezes nossas dificuldades pessoais alimentam a pena que sentimos de nós mesmos e, de algum modo doentio, essa pena faz com que nos sintamos importantes. É como se o universo conspirasse contra nós para nos trazer problemas infinitos ou nos impedir de conquistar algo que queremos muito. E se o universo conspira contra nós, isso nos torna importantes, não? Imagina só, o universo inteiro conspirando contra mim…uau…eu devo ser alguém!

O problema é que esse tipo de atitude infantil enfraquece nossa fé e entramos em um ciclo de insanidade. Remoer problemas enfraquece a fé e a fé fraca nos leva a remoer problemas. Um bom exemplo disso, para quem está acompanhando a novela Apocalipse, é a personagem Esmirna. Ela é uma mulher de fé, mas atualmente parece mais uma mulher religiosa, porque essa mania de sentir pena de si mesma tem feito com que a fé dela quase não seja vista.

A gente percebe a fé porque em todo momento de dificuldade parece que ela vai desabar e ela não desaba. Mas não passa daí. Ela teria condições de brigar contra essa situação, orar com a convicção de que está sendo ouvida, mesmo que a resposta não viesse de imediato. Ela permaneceria forte e teria sabedoria para lidar com os problemas e injustiças sem se abater, até que finalmente os vencesse.

Finalmente alguém disse algo parecido com ela. Quando foi se lamentar com a amiga Letícia, perguntando o porquê de sofrer tanto, ouviu que deveria parar de sentir pena de si mesma e reagir pela fé. É a fé que nos faz tomar atitude e também nos dá força para suportar as dificuldades de cabeça erguida e com paz (não em desespero e autocomiseração). É a fé que nos dá paciência para aguardar o cumprimento da promessa, o livramento, a resposta que tanto queremos. A fé sem drama. A fé sem “oh! O universo conspira contra mim!”.

Parece meio cruel dizer para alguém que realmente está passando por dramas que essa pessoa não deve se entregar a dramas. Mas se o que você quer é resolver esses dramas de uma vez por todas, o único caminho é esse apertado aí.

O Senhor ouve e livra àqueles que clamam por livramento. Então clame por livramento e a resposta virá.

 

.

PS. Para ver a cena da conversa entre Letícia e Esmirna, clique aqui

.

#JejumdeDaniel #Dia4

.

* Estamos em uma jornada de 21 dias de jejum de informações e entretenimento chamado Jejum de Daniel, de 25 de janeiro a 14 de fevereiro. Durante esses dias, os posts no blog serão voltados exclusivamente para o crescimento espiritual. Leia este post para entender melhor.

** Para quem não acompanhou ou para quem gostaria de rever os posts das edições anteriores do Jejum de Daniel neste blog, segue o link da categoria: http://lampertop.com.br/?cat=709 .

4 comentários sobre “Você quer se livrar do problema?

  1. Elisangela disse:

    Prazer Esrmina tem me representa.Ja quase 4anos dentro da igreja e super oscilante na fé.Odeio ser assim c todas as forças.Passa na minha cabeca a ter fazer besteira contra mim mesmo como forma de punicao…haaaa nemmmm guento isso nao falta de paciencia comigo :-(

  2. Eu acreditava que só orar sobre os meus problemas, leva – los aos pés de Jesus já era usar a minha fé, mas quando terminava o meu clamor a angustia e toda a dor ainda estava comigo e eu voltava e chorava tudo de novo, nisso acabava indo buscar apoio de outras pessoas por achar que Deus não tinha me ouvido. Até que eu entendi que lançar sobre Ele as minhas dores não era esperar que nascesse dentro de mim um sentimento de alegria e alivio, mas era decidir e crer.
    Eu passei por uma enorme decepção dentro de um grupo, onde eu acreditava que todo mundo era perfeitinho e que só estavam ali para me ajudar. A dor que eu senti foi tão grande que achei que nunca seria possível superar, cheguei a pensar em tirar a minha vida, pensava nisso todos os dias. Ainda sofro as consequências de algo que eu não fiz e tenho que lhe dar com isso todos os dias, mas eu tive que decidir abrir mão da dor, chorar sim nos pés de Jesus, não para me lamentar da dor, mas para colocar pra fora. Crer que estava livre e ignorar qualquer sinal contrario. È muito difícil, porque a gente quer que Deus tenha pena da gente, mas eu tive que apender a odiar a posição de vitima. È uma luta diária, mas necessária, driblar aquela perguntas, porque isso aconteceu comigo? Ou a ideia de que nunca superaremos essa dor.
    Eu sei que só o Novo Nascimento pode me libertar dessa marca, e espero ansiosamente por esse dia. Ver morrer a Danuza que sofreu tudo aquilo.

  3. Kaka disse:

    Ooi Vanessa! Queria tirar uma dúvida… Sempre ouvimos que devemos enfrentar nossos medos. Mas como venceremos caso não tenhamos o Espírito Santo? Vou dar um exemplo simples : alguém que tenha medo de entrar em mar ou piscina por conta de uma experiência ruim na infância.
    O mais sábio não seria ela buscar o Espírito Santo, porque aí teria forças pra vencer o trauma? Porque já ouvi pessoa já nascida de Deus e batizada com o Espírito Santo dizer que sentia medo de altura, por exemplo, e teve que vencê-lo. Aí ficou a dúvida :Se a pessoa cheia do Espírito Santo teve medo, embora tenha vencido, como alguém que ainda nem nasceu de novo conseguirá vencer algum medo?

    • Kaka, tem gente que vence medos sem nem conhecer a Deus. Não sei se uma coisa tem necessariamente a ver com a outra. A maioria da galera do Antigo Testamento não tinha o Espírito Santo. As pessoas se esquecem de que Deus não surge na vida delas só quando elas recebem o Espírito Santo. O batismo com o Espírito Santo é o selo que marca aqueles que são dEle. Mas para que essas pessoas se tornem dEle, elas já estão buscando, se aproximando dEle e Ele está agindo na vida delas. Deus está com você, ajudando, direcionando, mesmo antes de você receber o Espírito Santo. E, com Ele, a gente consegue qualquer coisa.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *