Entenda isso se ainda não recebeu o Espírito Santo

s-l1600

Recebi algumas mensagens com teor semelhante. Leitoras desanimadas com o Jejum de Daniel porque ele já está terminando e elas ainda não receberam o Espírito Santo. Já vimos relatos de participantes que foram batizados com o Espírito Santo no último dia. Mas essas leitoras me disseram que já esperam sair tristes na quarta-feira (isso é usar a fé na palavra do diabo!). Ouvem o discurso do diabo e o escrevem, achando que estão expondo seus próprios pensamentos.

Acho que existe um demônio especializado em últimos dias do Jejum de Daniel, porque o discurso é sempre o mesmo. Ele diz que, se você não recebeu até agora, não vai receber nunca mais, que quarta será um dia horrível porque todo mundo vai sair feliz e você estará triste e vazio, que você não fez tal coisa (evangelização, oferta, sacrifício, oração, jejum, etc.) e que, por isso, não vai receber o Espírito Santo. As acusações vêm de todos os lados e você não percebe que o erro está, principalmente, em dar crédito a elas.

Tenho a impressão de que a raiz desse problema está em (ainda que inconscientemente) ver o batismo com o Espírito Santo como uma coisa que Deus pode dar. Como um distintivo. E o selo se torna um objeto que Deus está segurando na mão e que tem o poder de fazer tudo dar certo na sua vida e lhe dar a vida que você tanto quer. Então, você busca. Com todas as suas forças, você busca aquele selo. Você tem sede daquela coisa, de verdade. Sente que tem um vazio dentro de você e quer preenchê-lo. “Derrama essa coisa dentro de mim logo, Deus!”

Todo mundo buscando, todo mundo recebendo, um monte de testemunhos…e é como se você estivesse em um shopping no natal, papai noel distribuindo pirulito para todas as crianças, olha para você com os bracinhos estendidos, mas deliberadamente não lhe dá, porque você não foi uma criança boazinha. “Mas eu não fiz nada! Eu não faço nada de errado!” E lá vai o diabo na sua cabeça, tentando escavar alguma acusação para encher sua mente e trazer dúvidas. “Ah, mas você não merece porque fez x ou y.” E você fica pensando “puxa, é… eu fiz x ou y…não mereço nada…me chicoteia, papai noel!”.

Seria bom entender exatamente o que você tem feito, para começar a fazer direito. Primeiro, o Espírito Santo não é um distintivo, Ele é uma pessoa. É como se chegasse uma pessoa nova na sua casa; alguém a quem você garante querer conhecer. Quando esse seu convidado chega, você já começa a perguntar:

— Você é rico? Você trouxe dinheiro com você? Me dá esse broche de ouro para eu pendurar na minha blusa?

Você não deixa o convidado responder, nem dizer coisa alguma. O interesse está no que ele pode dar, não em quem ele é. E — pior — abre a porta para um ladrão que odeia o seu convidado e começa a ouvir o que ele tem a dizer a respeito do seu convidado. O ladrão diz:

— Ah, ele não está nem aí para você. Por que ele vai olhar para você? Uma criatura tão desprezível, que não serve para nada e nunca vai ter nada de bom na vida. Ele não vai vir até você! Você nunca vai ter esse broche.

(E…tipo…o convidado está ali, na sua frente, mas o ladrão diz que ele não vai vir e você acredita…. Oi?) Você acredita, repete e começa a bater o maior papo com o ladrão, enquanto o convidado está ignorado no canto do sofá. Ele está ali, mas nem uma vez você tentou se aproximar e ouvi-lo. De vez em quando, você vira para ele e pede o broche. E você começa a chorar desesperadamente, abraçado ao ladrão, dizendo:

— Eu sei que não vou receber o broche, não estou entendendo por que isso está acontecendo! Eu quero tanto conhecê-lo, mas ele não me responde!

Será mesmo que isso é querer conhecer alguém?

Muito mais importante do que FAZER qualquer coisa para Deus é crer nEle. E a Palavra dEle diz que Ele é misericordioso, que aceita quem vem até Ele, que perdoa quem se arrepende. Essa é a verdade. Ficar antecipando o pior não condiz com o pensamento da fé, é palavra do ladrão. Acreditar nas dúvidas não condiz com o pensamento da fé, é palavra do ladrão.

Em vez de ficar caçando erros em si mesmo e aceitando todas as acusações do ladrão na sua cabeça, a ponto de usá-las como base para agir, busque ter um relacionamento com Deus, acreditando naquilo que Ele diz. Não fique ansioso para receber o batismo com o Espírito Santo, isso vem como consequência. Tenho a impressão de que as pessoas acham que precisam ser batizadas com o Espírito Santo para conseguir ser de Deus, como se fosse uma poção mágica que lhes desse forças para resistir ao diabo.

O Espírito Santo não é uma coisa que a gente recebe para ter condições de ser de Deus. O Espírito Santo é Deus dentro de nós para nos dar condições de permanecer na fé e salvar outras pessoas. É possível se tornar de Deus antes de receber o Espírito Santo, basta se arrepender de seus pecados (ou seja, reconhecer o erro e decidir não errar de novo), entregar sua vida e seus pensamentos para Ele (e, principalmente, o gerador desses pensamentos, que está ligado aos sentimentos) e obedecer. Abraão não era batizado com o Espírito Santo e foi chamado amigo de Deus. Se o batismo com o Espírito Santo fosse necessário para a pessoa SE TORNAR de Deus, Ele não teria tido nenhum amigo antes do batismo estar disponível.

O erro está em acreditar no pensamento que diz que Deus está distante de quem não é batizado com o Espírito Santo. Ele não está distante de quem O busca, isso iria contra a Palavra dEle e, logo, é uma mentira. Sendo uma mentira, é palavra do diabo. Favor reconhecer e jogar no lixo tudo aquilo que é palavra do diabo. Deus está perto de todos os que O invocam em verdade. Então, a luta do diabo é fazer você ficar mergulhado na mentira que ele inventa. Assim, você se afasta de Deus e não se permite conhecê-Lo e nascer dEle.

Se a sua consciência acusa você de alguma coisa, peça perdão a Deus e decida nunca mais cometer esse erro. Pronto, está perdoado. Agora, se esforce para andar no Caminho. Mas se a sua consciência não o acusa de nada, se você tem buscado andar corretamente, não fazer a ninguém o que não gostaria que fizessem com você, então a única coisa que Deus pede de você é que pare de dar ouvidos para o diabo e passe a dar ouvidos à voz de Deus. É mais fácil, porque você tem uma única coisa a obedecer:

“Sujeitai-vos, pois, a Deus, resisti ao diabo, e ele fugirá de vós.” 

Tiago 4.7  

 

PS. Amanhã pela manhã publico o último post do Jejum, continuação desse assunto, falando sobre como a gente faz quando quer conhecer alguém.

 

#JejumdeDaniel 

.

Estamos em uma jornada de 21 dias de jejum de informações e entretenimento chamado Jejum de Daniel, de 25 de janeiro a 14 de fevereiro. Durante esses dias, os posts no blog serão voltados exclusivamente para o crescimento espiritual. Leia este post para entender melhor.

** Para quem não acompanhou ou para quem gostaria de rever os posts das edições anteriores do Jejum de Daniel neste blog, segue o link da categoria: http://lampertop.com.br/?cat=709 .

14 comentários sobre “Entenda isso se ainda não recebeu o Espírito Santo

  1. Gabriela Gomes Lima disse:

    Olá, Vanessa!
    Deve ter umas 2 horas que descobri seu blog (enquanto vasculhava o blog da Dona Cris). Inclusive vou ler todas as suas publicações, mas não hoje porque tô me disciplinando, mas queria.
    Enfim, hoje estava triste, e ainda estou um pouco, por não ter o Espírito Santo ainda, e esse post me tranquilizou. Tô lutando para recebê-Lo, mas seu texto me fez lembrar que eu sou de Deus, que eu pertenço a Ele e que Ele não deixou de ser meu amigo por isso. Vou seguir seu conselho. Obrigada!

  2. Brenda Vieira disse:

    Eu confesso que ainda não sei quem você é. Eu vou acabar de escrever isso aqui e vou saber quem é você, sei que se chama Vanessa, e como eu vim parar aqui é coisa de louco, ou melhor, sei que foi o próprio Deus, sabe quando você ta lendo uns blogs e acha o seu? É, e aqui estou pela primeira vez, e não vai ser a ultima! Caramba Vanessa. Quando você começou falando que as pessoas pensam que o Espirito Santo é um broche, eu lia e aquela vozinha da nossa cabeça falava “Ué? E não é?” Abriu minha visão. E eu vou ler de novo, e de novo esse texto. É simplesmente maravilhoso. Entendi que devemos conhecer a Deus, e parar de ouvir a voz do diabo! É uma luta tão grande, mas tão grande! Mas nada que é realmente bom vem facilmente não é mesmo? Então vamos a luta! Que Deus dê força a todos que são candidatos ao Batismo, inclusive a mim, e que Ele continue te abençoando! Cheguei por aqui e já vou ficar! Incrível como você escreve, já me sinto sua melhor amiga em uma conversa no sofá da sala enquanto tomamos chá. Obrigada!

  3. Mariana Leticia disse:

    Seus post me ajudam muito, mas tenho passado por um momento horrivel, e queria que voce respondesse esse comentario, eu tenho certeza do meu nascimento e do batimo com o Espírito Santo, nunca fui ansiosa pra recebe-Lo, na verdade eu nao vivia pedindo preocupada em recebe-Lo, eu me maravilhei quando conheci a Deus e coneçei a ter um relacionamento com Ele,eu só pensava nele e faria de tudo pra agradar a Ele…nasceu amor dentro de mim…um amor que veio da fé, por Deus e pelas pessoas ao meu redor…enfim…mas ultimamente, depois que fui levantada a colaboradora um bombardeio cruel de duvidas e sentimentos de medo me assolam…por um breve momento me deixei levar…mas logo mandei tudo isso pro inferno e tenho lutado pra prosseguir, nao sei se é normal isso acontecer…sao sentimentos horriveis,de nao sou batizada com Espírito santo,de que estou endemoniada….vejo o quanto voce consegue nos ajudar e nos fazer pensar…entao me ajude a pensar!!!!

    • Kaka disse:

      Oii,Mari! Não sou a Vanessa,mas recentemente li um post no blog da Cris e talvez possa te esclarecer…O nome do post é “Mente perfeita”.Dá uma olhada,vai lhe ajudar.
      Beijos

  4. Alexandre disse:

    Bacana seu texto, já havia ouvido um famoso pregador na TV explicar a mesma coisa mas de um jeito diferente, mas não acreditei. Mas lendo esse texto lembrei dessa passagem da bíblia que prova que o que você disse é verdade. As vezes estamos tão ansiosos que quando ouvimos os pastores pregarem sobre a importância de receber o Espírito Santo nos desesperamos. Mas nessa passagem o próprio Senhor Jesus afirma isso que você disse:
    (João 14,15 – Se me amais, guardareis os meus mandamentos. 16 –  E eu rogarei ao Pai, e ele vos dará outro Consolador, a fim de que esteja para sempre convosco, 17 –  o Espírito da verdade, que o mundo não pode receber, porque não o vê, nem o conhece; vós o conheceis, porque ELE HABITA CONVOSCO e estará em vós.)
    E se eu não entendi errado, a partir do momento que eu me arrependo dos meus pecados e começo a obedecer e desenvolver um relacionamento sincero com Deus, Ele já está habitando comigo. (Isaias 57,15 – Porque assim diz o Alto, o Sublime, que habita a eternidade, o qual tem o nome de Santo: Habito no alto e santo lugar, mas HABITO também com o contrito e abatido de espírito, para vivificar o espírito dos abatidos e vivificar o coração dos contritos.)

  5. Juliana Soave disse:

    Vanessa,
    Amo os seus posts! ❤ Que Deus te dê sempre sabedoria e continue lhe inspirando para nos abençoar com mensagens tão esclarecedoras e racionais. Abraço com carinho

  6. Breno disse:

    Oi tudo bem? Antes de mais nada obrigado pelos posts e parabéns pelo modo como escreve, é incrível! .
    Bom, nesse caso o maior problema mesmo é como você relata que é dar ouvido ao ladrão e ignorar a fé, que é simples e eficaz.
    Já pensou em lançar um livro voltados para o espiritual por exemplo, seria bem legal ou qualquer outro assunto que conheça, pois o modo como escreve e o raciocínio lógico e pratico que você demonstra é difícil de achar por aí. Eu por exemplo fiquei “viciado” nos posts do blog, eu fico lendo, relendo e anotando o que aprendi para colocar em prática e ja escavei muitos posts antigos seus, os meus preferidos são daquela série livros que não são o que parecem rsrrs, só perdem mesmo para esses do jejum de Daniel!
    Deus te abençoe mais ainda.

  7. Karla Leandro disse:

    Ai meu pai… Vontade de imprimir esse texto e ficar lendo até a hora q a vigília do Espírito Santo começar, para não esquecer nada!

  8. Kaka disse:

    “Acho que existe um demônio especializado em últimos dias do Jejum de Daniel” kkkkk também acho!
    Aguardando o próximo post

  9. Elaine disse:

    UAU! UAU! Dá vontade de imprimir este texto e sair por aí distribuindo…
    (Favor escrever e publicar logo um livro seu. Sugiro crônicas ou romance relacionados aos assuntos deste blog. rs)

  10. Andreza disse:

    Oi Vanessa. Eu me identifiquei com cada palavra escrita nesse post. Eu fico sempre pensando que se eu não tenho o Espírito de Cristo eu não sou dEle e isso me deixa ansiosa e infeliz. Pior de tudo é que isso já me levou a receber o espírito do engano duas vezes. Eu jurava que era batizada com o Espírito Santo, mas na vdd estava sendo enganada pelo diabo, ou me auto enganando. Eu ficava ansiosa durante o jejum de Daniel. Buscava todos os dias incansavelmente até que sentia uma emoção, algo forte, e achava que tinha sido batizada com o Espírito Santo. Me tornava uma árvore seca, pois não tinha frutos.
    Na última fogueira Santa decidi deixar de ser Jacó para me tornar Israel mesmo me achando Israel. Pq eu me achava. E não deu outra, no dia de subir o altar comecei a me sentir mal. Depois disso mais uma fase de libertação. Mais uma guerra a ser travada. E minha mente a mil por hora com tantos pensamentos negativos. O tempo, o engano, o passado, as mentiras do diabo… tentam me parar me dizendo que nada vai acontecer na minha vida e preciso deixar pra lá. Cansei de dar ouvidos a essas vozes negativas e estou lutando na fé em Nome de Jesus .

  11. Danuza disse:

    Parece que este post foi escrito especialmente pra mim. Simplesmente me vejo em tudo que vc escreveu. Até consegui me imaginar á noite no meu quarto agarrada no ladrão enquanto suplico pelo Selo.
    Vou aguardar ansiosamente pelo post de amanhã.

  12. Emília disse:

    Vanessa. Quero agradecer pelo texto pois foi de encontro a minha necessidade, tudo era o que eu pensava, ainda não recebi o Espírito Santo e achava que era não era de Deus, achava que o batismo é o tal broche, achava que se evangelizar não vou receber o Espírito Santo, enfim, uma série de pensamento, e que está acabando o jejum de Daniel e não recebi então há algum problema comigo. Obrigada. Entendi que o batismo é uma consequência de um relacionamento com Deus.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *