Péssima companhia para o chá

image

“Odeio os pensamentos vãos, mas amo a Tua Lei.” (Salmos 119.113)

Às vezes os maus pensamentos entram em nossa cabeça e encontram um ambiente bem agradável para se instalar. Eles começam a dizer coisas que nos colocam para baixo, nos desanimam ou nos paralisam e a gente pega uma xícara de chá e fica perguntando ao pensamento que acabou de chegar.

— Puxa, mas será que é isso, mesmo? — E ele, pegando outra xícara e puxando uma cadeira, logo responde:

— Ah, mas é claro que é!

— Mas a Bíblia diz o contrário. O pastor falou sobre isso ontem.

— Quer ver? Vou te mostrar todas as evidências de que esse pensamento é verdade!

O pensamento inútil abre uma pastinha e de lá retira acontecimentos isolados que ele selecionou cuidadosamente para reforçar o argumento. Por exemplo, se o pensamento inútil é o de que ninguém se importa com você, ele seleciona todas as cenas em que alguém não respondeu a uma mensagem sua, não perguntou como você estava ou não cumprimentou quando passou por você na rua. Mas convenientemente esconde da sua memória todas as vezes em que alguém respondeu a uma mensagem, cumprimentou, abraçou, demonstrou afeto e preocupação. Detalhes? Contexto? Essas coisas não interessam a quem manipula informações. E manipulação é a especialidade do Sr. Pensamento Inútil.

Não é do interesse dele também encontrar interpretações alternativas para acontecimentos que ele rotulou como evidências. Por exemplo, a pessoa que não cumprimentou poderia estar tão distraída que foi capaz de olhar fixamente para você sem perceber que estava olhando para alguém e que esse alguém era você (não duvide, eu sou especialista em fazer isso…nem te conto quantas vezes fui mal interpretada). Não é do interesse do Sr. Pensamento Inútil que você cogite a hipótese de que determinado acontecimento nada tem a ver com a pressuposição que ele levantou ou com a certeza que ele está apresentando. Sr. Pensamento Inútil é o maior gerador de Fake News mental que existe. Boateiro de quinta categoria, mas sabe ser convincente.

A pergunta é: por que você está ouvindo esse pensamento? Por que considera o que ele diz? Por que aceita que ele se sente à sua mesa, pegue uma xícara e beba o seu chá em sua presença? Por que olhar o que ele apresenta como “evidência”?

Se você realmente quer agradar a Deus (e manter sua sanidade mental), em vez de considerar a palavra do Sr. Pensamento Inútil (que nada mais é do que um gremlin disfarçado…um gremlin gourmet), considere a seguinte Palavra:

“Odeio os pensamentos vãos, mas amo a Tua Lei.” (Salmos 119.113)

ODEIO os pensamentos vãos. A partir de agora decida ODIAR o Sr. Pensamento Inútil.

Como você trataria alguém que você odiasse? Trate assim qualquer pensamento que o afaste de Deus, que coloque você contra outra pessoa ou que o coloque para baixo.

Sr. Pensamento Inútil: — Para que continuar tentando? Se não deu certo até agora, é porque você nunca vai conseguir.

Você: — SAI DAQUI, seu ridículo! EU TE ODEIO! CALA A BOCA AGORA, EM NOME DE JESUS E SAI DAQUI!!!

“BLAM!!!” (Porta na cara)

Pronto. Não podemos ter esse tipo de sentimento em relação a outras pessoas e criaturas terrenas, mas com Sr. Pensamento Inútil e outros gremlins, tá liberado.

Pare de tratar o monstro com educação.

 

.

#JejumdeDaniel

.

Estamos em uma jornada de 21 dias de jejum de informações e entretenimento chamado Jejum de Daniel, de 6 a 26 de agosto. Durante esses dias, os posts no blog serão voltados exclusivamente para o crescimento espiritual. Leia este post para entender melhor.

** Para quem não acompanhou ou para quem gostaria de rever os posts das edições anteriores do Jejum de Daniel neste blog, segue o link da categoria: http://lampertop.com.br/?cat=709 .

10 comentários sobre “Péssima companhia para o chá

  1. Mariana Letícia disse:

    Uaaaaau! Sou apaixonada na suas explicações! Eu alcançarei essa inteligência espiritual! Continue sempre postando! Não pare, por favor! Quase todos os dias eu entro pra ler tanto as postagens novas e as mais antigas! Muito obrigada!

  2. Paola disse:

    Infelizmente o que mais acontece é darmos ouvidos aos maus pensamentos e acusações do diabo. Tenho uma dificuldade muito grande em me perdoar e fico dando ouvidos ao que o diabo fala, coisas que só me colocam mais para baixo. Ele sempre nos leva a pecar e depois nos acusa nos fazendo pensar que não tem mais jeito. Até tirar todo nosso brilho e vigor. Isso acontece muito comigo…

  3. Joana disse:

    É impressionante como o Sr. Pensamento Inútil cria todo um cenário (dentro da nossa mente) para que a gente acredite na suas ideias. Eu vivi algo semelhante ao que foi descrito no texto sobre “ninguém se importa comigo” recentemente, mas no início estava me colocando como a vítima da situação e tratando com educação o Sr. Pensamento Inútil, mas teve um momento que reagi de forma agressiva e, assim, aquela ideia foi embora.
    Obrigada por esses textos que tanto nos ajudam! Deus continue abençoando a senhora!

  4. Raquel Ribeiro disse:

    Estou no mesmo problema da Danuza Vanessa se puder responder ficarei agradecida e ainda estou vendo se procuro ou não emprego.
    Ps. FIZ um bico nesse jejum e no domingo e fiquei do mesmo jeito dela, a mesma sequência.

    • Mariana disse:

      Oi Raquel, o propósito do jejum é a gente abrir mão daquelas coisas que a gente gosta e gasta o maior tempão se dedicando a elas, mas que na verdade não acrescentam na nossa vida espiritual, acabam nos distraindo e nos impedindo de ouvir a voz de Deus. Aquela conversa no WhatsApp que dura o dia inteiro, as horas lendo coisas no facebook e seguindo pessoas no Instagram, as músicas seculares que só mexem com as nossas emoções, por exemplo. São coisas dispensáveis. Sem essas distrações, o nosso dia ganha muitas horas “livres”, e é esse tempo que vamos preencher com hábitos diferentes, mas que dessa vez nos levarão pra mais perto de Deus (meditação na Palavra, oração, etc). Trabalho e estudo são partes da nossa vida, e se dedicar a eles não significa que você está colocando o Espírito Santo em segundo plano. Pelo contrário, investindo na sua comunhão com Deus nesses 21 dias, você vai aprender que podemos estar conectadas com Ele em todas as situações, inclusive enquanto estamos trabalhando.

  5. Gabriela Alves disse:

    É assim mesmo! Melhor descrição do que acontecia em minha mente e ainda pode acontecer, se eu não vigiar. Parei pra pensar esses dias em quantas vezes interpretei situações de forma errada por dar ouvidos a pensamentos inúteis.
    O mais engraçado é que o mal sempre usava as mesmas estratégias e eu caía, achando que aqueles pensamentos angustiantes (como os da amiga Danuza) fossem de Deus. Com isso eu perdi muuito tempo e oportunidades. Agora, tenho vencido isso a cada dia, me esforçando pra pensar diferente, também é um exercício de paciência comigo mesma porque uma pessoa que pensou de forma errada durante seus 19 anos tem que treinar um pouquinho pra mudar esse hábito, rs.

  6. Adélia disse:

    Esse Jejum pra mim fiz por fzr.Analizando acho q o problema tá no fato de eu não crer nesse” batismo com o Espírito Santo” que não tenho fé sobrenatural q eu posso receber.(a vdd é q só sacrifica quem realmente crê, quem não crer real.ente não sacrifica)Entao a visão carnal de vida q levo , apenas deixei de assistir, ler.. ou ouvir coisas seculares, mas o principal q é me encher do q é de Deus não fiz.Ja não tenho MT tempo.Meu dia é todo ocupado , pq nem tiro hora de descanso no trabalho,isso pra poder usar o horário pra ir à igreja.Saio cedo chego tarde.Tem dias q não me aguento de sono, o único dia q folgo( domingo) vou cedo a IURD e depois cuido das minhas coisas em ksa.Na semana Mal leioo uma mensagem e faço uma oração.
    Mas essa última semana vou lutar pra tirar algum proveito desse jejum( repare q o máximo q eu tenho fé pra dizer é q vou tirar algum proveito dele.Nao tenho fé pra dizer q vou receber esse tal “Batismo com o Espírito Santo. Assim reconheço q fica difícil viu.
    Ps. Tentando entender esse negócio de pensamento ainda. Sinceramente os argumentos negativos tem sido mais fortes q a palavra pra mim.Pq a palavra pode ser de Deus, mas sem fé ela não tem como se cumprir, msm tendo sido garantida. Obrigada, estou sempre aqui visitando,

  7. Danuza disse:

    Vanessa, acredito estar sendo vítima de um gremlin gourmet, só de pensar, lembrar já dá vontade de chacoalhar a cabeça na tentaiva de fazer esse pensamento sair da minha cabeça. Ele não está gritando, é um pensamento que trabalha como um pano de fundo, ele está sempre aqui.
    Eu estou estudando, fazendo cursinho intensivo para o vestibular, ou seja, tem um cronograma pesado de aulas. Aí surgiu a idéia, ‘ estudando no JD? Ou seja não está colocando Deus em primeiro lugar’ ‘ seu jejum não tem valia. Vc está tudando!’ .
    E a confusão se instaura, é Deus me dizendo que não está se agradando do meu Jejum ou o gremlin gourmet? E aí o pensamento vira uma preocupação, e depois um peso na consciência como se eu estivesse pecando. Olha só.
    E sabe o que é pior, a maior dificuldade é de reconhecer que está voz é a voz de um gremlin, o medo desesperado de desagradar à Deus me faz considerar a hipótese de ser Deus me advertindo ou reprovando. Pra você ter idéia enquanto escrevo esse comentário já parei uma cinco vezes capturada por esse pensamento.
    Como a gente faz para se livrar de um pensamento assim? Ele está sempre aqui mesmo quando estou buscando, me diz que a minha fé é fria. Como saber que não estou fazendo tudo errado? E se existe essa dúvida o que fazer nos casos em que um pensamento desses parece mesmo ser verdade?
    E se as respostas já estão aí, perdoe a minha cegueira.

    Obs: Obrigada por mesmo com a vida ocupada tirar um tempo para vir aqui trazer alguma alguma luz para mentes confusas e bagunçadas como a minha.

  8. Débora disse:

    É assutadora a facilidade com que deixamos de confiar na Palavra de Deus, e muitas vezes sem nem se dar conta. Nem me dava conta de que me apegar ao gremlin revelava falta de confiança na Palavra. Vi que ficar ansiosa a ponto de não conseguir aproveitar o Jejum e cultivar intimidade com Deus, é falta de confiança na garantia que Ele me deu de que derramaria Seu Espírito sobre mim. Para que serve garantias? Para que fique assegurado que aquela pessoa vai cumprir com sua palavra.

  9. Bruno Gomes disse:

    “Sr. Pensamento Inútil é o maior gerador de Fake News mental que existe”. Perfeita análise! Os maus pensamentos geram dúvidas, geram engano, medo… Fazem vc acreditar naquilo que não é verdade. Tem uma origem maligna e utiliza-se de’ sofismas’ (não sei se é essa a palavra) pra gente realmente acreditar e perder toda a comunhão com Deus!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *