Nelito sem noção

Nelito Fernandes tem uma coluna na Época na qual escreve textos de ficção pretendendo a humor, que se assemelham a reportagens e causam revolta em muitos leitores. O humor é fácil e fraco, com algumas tiradas geniais entre muitas sofríveis e forçadas. Não sigo a coluna, mas tive a oportunidade de ler alguns textos e percebi que o Nelito gosta de fazer esse tipo de texto para receber uma saraivada de comentários histéricos dos ofendidos.

E não tem pena dos desligados de plantão que não percebem que aquilo não é uma reportagem séria (deve ter criado muitos hoaxes assim). É um estilo pessoal.  Mas ele gosta de viver perigosamente. Veja só, trabalha na Globo, na Época, trabalha para o PIG e escreveu um artigo fazendo piada com o Serra! Ok, eu sei que não tem outra coisa para fazer com Serra (duas coisas a fazer, na verdade: ou defenestrá-lo, ou fazer piada), mas ele trabalha no PIG! Cara corajoso, esse. Ganhou a antipatia dos leitores da Época por escrever coisas como “Quando serra visita uma plantação os espantalhos saem correndo”  clique para ler

No texto do dia 29 de agosto, porém, ele vai mais longe e decreta a morte do presidenciável tucano. Clique aqui para ler o texto. Mas eu sou estraga prazeres e vou citar dois trechos que vão estragar toda a sua leitura do texto, caso você leia aqui. Então é melhor ler o texto lá primeiro e depois voltar aqui (mas volte, tá?) Tipo, SPOILER, SPOILER, SPOILER, leia o texto lá e depois continue essa leitura aqui.

“Serra foi visto fazendo malabarismo num sinal do Rio para conseguir fundos, mas o único fundo até agora é o do poço.”

“Segundo um assessor, Serra está frequentando o centro de um pai de santo que promete trazer o eleitor de volta em três dias.”

Só esses dois trechos já valem todo o texto :-) E tiraram a má impressão que eu tinha do Nelito pelo texto sobre a Vanusa (clique para ler), em que fiquei com dó da leitora que achou que fosse verdade (tem que clicar em “leia os comentários” para ver, o comentário é de Letícia e está na última página, do dia 15 de agosto).

Se ele se esforçasse um pouquinho em bolar algo legal para a coluna, conseguiria manter o humor.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *