Notícias

O post anterior estava em meus rascunhos desde o dia primeiro, mas achei por bem publicá-lo para que houvesse uma sequência lógica com o post de hoje.

A cirurgia da minha avó estava planejada para a semana que vem, mas como os exames puderam ser feitos todos em um só dia, ficaram prontos logo e os médicos constataram que estavam ótimos e a cirurgia já poderia ser realizada, o procedimento foi marcado para sábado (hoje), pois havia urgência em retirar o tumor, pelas razões já explicadas no post anterior.

Na verdade, os exames pré-operatórios da vovó surpreenderam a todos. O coração dela está trabalhando sozinho, deu férias compulsórias ao marcapasso. Minha avó é Highlander! Espero que isso seja genético! Lelé tentou impedir a cirurgia, mas Deus é maravilhoso, e ela não conseguiu sequer falar com o cirurgião oncologista, até porque não havia nenhuma razão lógica para que alguém se opusesse à cirurgia, então ela não encontrou eco.

A ótima notícia me chegou hoje cedo, por meu irmão, que acompanhava minha mãe: a cirurgia foi um sucesso, correu tudo conforme o previsto e vovó está bem, acordada, consciente, sendo monitorada durante a recuperação, por segurança, como o médico já havia nos avisado previamente. Lelé não conseguiu nada, mas quando a enfermeira deu a notícia de que “Graças a Deus deu tudo certo”, ela disparou um sinistro “Isso é o que vamos ver”, antes de sair.

Eu só queria saber o que leva uma pessoa a, em um momento delicado como esse, agir desta forma, sem demonstrar nenhum sentimento. Aliás, sem demonstrar sentimento algum que não fosse a raiva de ter tido seus planos frustrados. Pensando bem, não quero saber o que leva uma pessoa a fazer isso. Acho que é melhor nem tentar entender.

O importante é que minha avó está bem, assim como minha mãe e todos aqueles que realmente torceram pelo melhor, desde o início, e aguardam a total recuperação de Dona Naura, assim como nós aguardamos. Estamos felizes e agradecidos ao nosso maravilhoso Deus, que mais uma vez mostra Seu cuidado, amor e proteção e livrou minha avó do desenvolvimento de um câncer agressivo, fazendo com que ele fosse descoberto logo no início e pudesse ser totalmente extirpado. É um sofrimento pelo qual meu avô passou e ela não precisará passar. Deus seja louvado.

Quanto à Lelé, um modelito branco de mangas longas cruzadas na frente, com amarração nas costas, lhe cairia bem.

Posted by Vanessa Lampert

Um comentário sobre “Notícias

  1. i-Pixel disse:

    Ahahha!
    Com certeza esse modelito viria bem a calhar. =P
    E muitos pensamentos positivos pra sua vóviz! =DD

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *