Reavaliando o voto 13…

Recebi esse texto da Claudia Stella (não, ela não tem blog. Não que eu saiba, mas tem um site, o www.claudiastella.com.br ). Perfeito. Compartilho com vocês, para a posteridade…

Reavaliando o voto 13…

Claudia Stella

Estive pensando nestes últimos dias e resolvi que deveria reavaliar meu voto.

Porque eu votaria na Dilma e não no Serra?

Que me importa se as obras do metrô de São Paulo estão cheias de corrupção e se até a Suíça já sabe disso? Que importa realmente se o PSDB impediu que todos os pedidos de CPI prosperassem? Ou as obras do Rodoanel.

Ou se no governo tucano a Polícia Federal realizou, nos oito anos, 28 operações com 54 prisões e no governo do PT foram 1043 operações e presas 3971 pessoas por corrupção, crimes contra os cofres públicos,  lavagem de dinheiro, tráfico internacional de drogas, contrabando..que importa ?

Francamente não me importo se o governo do PT  tirou mais de 20 milhões de famílias da miséria, da fome – eu nunca passei fome mesmo. Ou se 35 milhões de famílias passaram para classe média? Eu já estava lá há muito tempo.

Não me importo se o governo do PT criou mais de  14 milhões de   empregos com carteira assinada e temos hoje a menor taxa de desemprego desde que ela começou a ser medida – eu já tenho o meu.

Não me interessa se o PT criou 14 universidades e 117 novas extensões e no governo tucano foram criadas apenas 1. Veja, no governo tucano foram criadas 11 escolas técnicas, que importa, realmente, se no governo do PT foram  214?

Ou de que me adianta se o PT criu o PROUNI que beneficia mais de 700 mil estudantes no país? Eu já me formei mesmo..

Mas eu também penso que não tem nada a ver pra eleição saber que, no governo tucano, os juros chegavam a 23,25% e hoje, no do PT não passa de 12,6%. Ou quem está preocupado se a inflação com os tucanos era de 12,56% e hoje de 4,49%?

Alguém, em seu juízo perfeito, tinha reparado que no governo tucano não existia SAMU e hoje são 1.347 cidades com esse serviço? Eu nunca me acidentei, passei mal que precisasse de ambulância mesmo.

Esse pessoal que vai votar na Dilma fica falando que no governo em que o Serra foi ministro tinham 19 mil equipes de saúde da família e hoje tem 30 mil equipes ; eu não preciso deles.

Ou que hoje são 12,6 milhões de famílias que recebem assistência social e o bolsa-família que no governo tucano apenas 3,6 milhões de famílias contavam com assistência social – eu não preciso disso.

Também, convenhamos, eles falam que aumentaram o salário mínimo que no governo tucano era de R 200,00 e aumentava de 10 em 10 reais e que agora fecha o ano em R$ 510,00 e com aumento real a cada ano – eu não recebo salário-mínimo.

Pra que eu quero saber se no governo tucano não foi destinado nem um centavo para programa habitacional para população de baixa renda poder comprar a casa-própria e no governo do PT foram 400 mil famílias beneficiadas com o subsídio – em dinheiro – do governo federal?

Ou o que, no fim das contas importa se o Serra tem a mesma opinião da Dilma sobre o aborto, tendo sido ele o único ministro da saúde que se dispôs a regulamentar a lei que facilita o acesso ao aborto nas redes do SUS? Ou se várias alunas afirmam que ouviram D. Mônica confessou dizer ter feito um aborto e agora chama Dilma de matadora de criancinhas? Ou que ele, na verdade, não é o pai dos genéricos, apenas regulamentou uma lei anterior – da mesma forma que fez com a do aborto?

Realmente, não para por aqui os motivos pelos quais eu me pergunto porque escolher a Dilma ao invés do Serra.

Mas o vídeo abaixo deixa tudo bem claro

http://www.youtube.com/watch?v=Ig9pE6qwzxw

Claudia Stella.

4 comentários sobre “Reavaliando o voto 13…

  1. marola disse:

    Considero o vídeo que a Claudia disponibilizou no final do texto o melhor vídeo que vi nessa campanha.

  2. Laertón Glauquito disse:

    “Primeiro eu queria agradecer aos que estão aqui presentes, nessa noite que pra mim é uma noite que vocês imaginam completamente especial. Mas eu queria me dirigir a todos os brasileiros e às brasileiras, os meus amigos e as minhas amigas de todo o Brasil. É uma imensa alegria está aqui hoje. Eu recebi de milhões de brasileiros e de brasileiras a missão, talvez a missão mais importante de minha vida”

    Esse é o primeiro parágrafo do discurso da vitória de sua candidata. Que adjetivos você pode dirigir a essas palavras desse presidente? Seja honesta.

    • Vanessa Lampert disse:

      Oi, Alexei. Dois: Emocionada e mineira.

      O que não gostei nesse discurso foi que quem o escreveu colocou duas ou três vezes a palavra “propugnando”. Quem fala “propugnando” hoje em dia?? É minha única ressalva. Mas com um pouco menos de preconceito e um pouco mais de boa vontade, você encontra pronunciamentos magníficos dela. Talvez não tanto em forma, quanto em conteúdo. Ou mesmo nos dois (como a bronca no babaca do Agripino). Se não tiver boa vontade, eu mesma procuro para você. Agora, o problema é preconceito, eu prefiro nem perder meu tempo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *