A semana bipolar de Veja

vejahisterica

Pelo visto a Veja realmente acreditava na “virada” de José Serra. A edição de sábado traz uma caricatura horrorosa e desrespeitosa de Lula, de cueca, com a faixa presidencial pintada no corpo. Essa edição é toda em tom golpista e manipulatório, é nela que encontra-se a indignante e tão comentada matéria sobre a qual escrevi há três posts. Segue a linha da edição anterior, a do grampo sem áudio (mais um para a coleção de Veja), e faz acusações e insinuações do começo ao fim. Com a eleição de Dilma, não teve como fugir de uma edição histórica, se rasgando em elogios à nossa presidente. As duas edições circulam simultaneamente esta semana. Veja perdeu a vergonha. Mas o que é perder a vergonha, para quem já perdeu a decência e a credibilidade?


PS: Dizem que entre a capa da direita e a capa da esquerda, a editora Abril teve muita vontade de publicar essa aqui: http://twitpic.com/32xyo5

PS2: Não reclamo. Se Veja resolver ser menos sensacionalista, menos tendenciosa e passar a falar a verdade e fazer jornalismo (ou seja, se acontecer um milagre), ficarei bem feliz. Meu problema, agora, são as duas edições em tons tão divergentes circulando ao mesmo tempo.

.

5 comentários sobre “A semana bipolar de Veja

  1. Bem li o post, acho que apesar das criticas ao Lula, as capas traziam escândalos do governo. em que pelo menos 99% se confirmaram, porém não podemos dizer que Lula não foi um dos melhores presidente que esse país já teve do ponto de vista social e quem diria econômico também. Isso só me faz crer que está certo o ditado de que pobre paga melhor do rico.
    A Dilma nas entrevista que vi após ter sido eleita, me passou muita confinça, confiança que durante a campanha se perdeu por causa da disputa.
    Agora cabe torcer para que ela seja uma boa presidente e que no governo dela tenha menos escândalos.
    Referente a ser bipolar, e eu sou bipolar, uma coisa é o Lula, outra é a Dilma, por isso observações distintas. O governo FHC foi totalmente diferente do governo Itamar, similar situação na época FH era ministro de Itamar assim como Dilma de Lula.

    • Oi, Adriano, você está equivocado quanto a 99% dos escândalos terem se confirmado. As capas da Veja são sensacionalistas até quando não falam sobre o governo, depois faço um post sobre isso. Quanto à bipolaridade, não falei a respeito das capas simplesmente, mas do conteúdo, veja o texto. Sem contar que a Veja durante a campanha não perdeu nem uma oportunidade de esculhambar a Dilma. Mas essa é outra história.

      Grande abraço.

  2. lembrou-me, pelo simétrico da coisa, aquele jornalista que se demitiu ao vivo, uma inversão absoluta do “você garante seu emprego, eu garanto minha dignidade”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *