Ministério da Educação fugiu da escola

O Ministério da Educação assina uma campanha publicitária que tem sido veiculada em emissoras de TV aberta e usa o seguinte jingle (melodia de “escravos de Jó”):

“Dos livros da escola temos que cuidar,

Não rabisque, não molhe, que ele vai durar!

Os livros que usamos outros poderão usar!”

Concordância passou longe e deu tchauzinho. Sim, você entendeu certo, o Ministério da Educação está dizendo que se você não rabiscar, nem rasgar, os livros da escola vai durar. Os livros da escola se transformam em uma entidade singular e crianças felizes cantam, em côro, uma musiquinha que carrega consigo um erro gramatical hediondo. O mais assustador é saber que isso passou pelo crivo do Ministério da Educação…  eu sou totalmente contra essa coisa de a criança não poder ficar com seus livros escolares, mas pensando bem, se isso espelha o nível do ensino público brasileiro e do seu material didático, talvez ao devolvê-los o aluno não esteja perdendo muita coisa.

Posted by Vanessa Lampert

Um comentário sobre “Ministério da Educação fugiu da escola

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *