Da série: trazendo de volta à memória

Reverberando mais um email maldoso que circula por aí, um indivíduo fez a seguinte pergunta, demonstradora de amnésia coletiva:

“Se FHC, o pai do Plano Real, estava no caminho errado, por que Lula continuou e não mudou nada?”

Segue a minha resposta, pois a dúvida dele pode ser a mesma de outras pessoas:


Deixa eu explicar uma coisa. Primeiro, FHC não é o pai do Plano Real. O Pai do Plano Real é o economista Edmar Bacha, o Plano Real foi criado no governo Itamar Franco. FHC estava no caminho errado, pois queria financiar o plano Real com o dinheiro da venda de estatais, a preço de banana. Estava sucateando as universidades federais (eu me lembro pois estudava em uma na época e só se falava nisso), impedindo concursos e diminuindo repasse de verbas, para poder privatizá-las. Se o PSDB tivesse conseguido mais um mandato, não teríamos mais universidades federais, seriam todas particulares.

Estava fazendo o mesmo com a Petrobras. Meu marido começou a trabalhar lá no governo FHC e a Petrobras foi desmembrada em diversas empresas menores, para ser sucateada e vendida aos poucos (o que começou a acontecer, mas felizmente esse processo foi interrompido com o início do governo Lula). Lula mudou MUITAS coisas, o Brasil cresceu o que certamente não cresceria se o PSDB tivesse continuado, pois estávamos reféns do FMI, que mandava e desmandava neste país. E não sei se você se lembra, mas a propaganda eleitoral de Lula em 2002 deixava bem claro que ele manteria as conquistas positivas do governo anterior (e todo governo tem coisas positivas e coisas negativas…o problema do governo PSDB é que as coisas negativas eram muuuito mais significativas do que os avanços, quase inexistentes) e se comprometeu a melhorar a qualidade de vida da população. Por esse discurso, ele foi criticado pela extrema esquerda, que não gostou do tom moderado, e também foi ridicularizado pela imprensa, que achou que ele estava mentindo (pelo tom ter sido diferente das duas campanhas anteriores) e o apelidou de “Lulinha paz e amor”,  mas foi exatamente por ter se proposto a isso que ele foi eleito. E tudo isso ele cumpriu.

Lula não prometeu um governo marxista, nem disse que o Plano Real era errado na campanha de 2002, e ofereceu propostas para o Brasil crescer e melhorar. Por isso ele foi eleito. O estilo de FHC lidar com a crise também estava muito errado, com arrochos, levando o país a recessão, quebrou o Brasil. Lula foi criticado pelo jeito de lidar com a crise, aumentando os investimentos e incentivando o comércio. E o Brasil foi um dos países menos atingidos pela crise, um dos que mais rápido saíram dela, tornou-se exemplo para países europeus, que por isso também conseguiram sair da crise.  Procure se informar melhor, não acredite em tudo o que recebe por email e não entre na onda difamatória por aí.

Se quiser votar no Serra, beleza, vote, mas pelos motivos corretos (tipo: eu gosto da direita, sou a favor de se vender todas as estatais por preço menor do que valem, etc. etc.), não por preconceito, nem raiva, nem ódio injustificado. Procure ler informações “do outro lado”, de mente aberta, para então fazer sua escolha. Cuidado com Globo, Veja, Isto é, Época, Folha de São Paulo e Estadão, não são isentos, nem imparciais. Não acredite em e-mails alarmistas e que pregam medo e ódio. Isso, é claro, se você quiser ser justo e fazer as coisas corretas.

Veja isto: http://lampertop.com.br/?p=688