Rodeio da ignorância

Uma notícia me deixou extremamente indignada hoje, pela impunidade. Alunos de uma UNIVERSIDADE de São Paulo (UNESP) organizaram, via orkut, uma “competição” apelidada de “rodeio de gordas” no qual a regra era encontrar uma aluna obesa, tentar ganhar a confiança dela e, depois, agarrar-se em suas costas e permanecer o máximo de tempo possível. A ação ocorreu durante um evento esportivo público da universidade. A despeito da humilhação passada pelas alunas, a direção da universidade esquivou-se de punir os agressores, com o pífio argumento: “não queremos estabelecer um processo inquisitório” (palavras do vice diretor Ivan Esperança). Ok, então punir réu confesso agora virou “processo inquisitório”??? As provas estavam à disposição de quem quisesse vê-las no orkut, e mesmo agora – depois de a comunidade ter sido deletada – continuam disponíveis através de print screens. Os próprios autores não esconderam a participação no ato. Um deles diz que tratava-se de “uma brincadeira”. Poderia ser uma bela oportunidade da Unesp educar seus alunos, mostrando que não se pode desvalorizar um ser humano desta maneira. Não compreendo a incapacidade de algumas pessoas em enxergar um indivíduo que é diferente dela como um ser humano. A falta de respeito por outro ser humano a ponto de sujeitá-lo a uma humilhação dessas e ainda tentar se justificar dizendo que “foi uma brincadeira” (como quem, obviamente, ainda não entendeu a dimensão do que fez) demonstra uma realidade preocupante entre nossos jovens. Continuar lendo