Por que ler?

Ia colocar mais uma resenha, mas não adianta lhe dizer o que você deve ou não ler, se não explicar as vantagens desse hábito. Você tem muito mais a ganhar se o seu entretenimento for leitura em vez de televisão ou redes sociais, sabe por quê? Copio o que já escrevi aqui:

A leitura é uma espécie de “musculação” para o cérebro.  Seus neurônios fazem mais conexões, sua memória é estimulada, seu vocabulário se amplia e você desenvolve sua inteligência, mantendo o cérebro ativo e prevenindo doenças neurodegenerativas, como o Mal de Alzheimer. Além disso, temos uma ligação especial com a leitura: somos filhos do maior Escritor do universo, que escreveu o maior Best-seller de todos os tempos e tem grande interesse em nos ver desenvolvendo nossa inteligência. Ele é o maior incentivador da prática da leitura…

A leitura cria novas conexões neurais e reforça as que já existem, estimula seu raciocínio e desenvolve seu senso crítico, que é justamente o que Deus quer! “Vinde, pois, e arrazoemos, diz o Senhor”( Isaías 1:18).  Arrazoar significa apresentar razões, mas em inglês essa passagem está mais clara. O  que foi traduzido como “arrazoemos”, na verdade é “vamos raciocinar juntos”. Veja que máximo! Deus nos fazendo um convite a raciocinar!

É como se você precisasse trabalhar carregando sacos pesadíssimos. Se estiver habituado a fazer musculação, levantando pesos todos os dias, estará muito mais apto a fazer uso de seus músculos no trabalho. O cérebro não é um músculo, mas age como se fosse. Quando exercitado, trabalha melhor. Se exercitar sua inteligência diariamente, você estará mais habilitado a utilizá-la. Para ter uma ideia de como isso é forte, recebi testemunhos de pessoas que começaram a ler livros por causa desta coluna e que hoje têm mais facilidade até de ler (e entender) a Bíblia!

Apesar das últimas resenhas terem sido de livros cristãos (e talvez a maioria até seja), aviso: é importante ler de tudo*, desde que não vá contra a nossa fé. E eu te garanto que você encontra mais coisas que vão contra a nossa fé na estante de religião (evangélicos, inclusive) e filosofia do que em qualquer outra estante da livraria. Então, que ninguém se escandalize por eu ter falado mal de clássicos evangélicos como Bom dia, Espírito Santo, e bem de um romance narrado por um zumbi.  O que mais tenho aprendido com essas resenhas (sim, porque eu também aprendo com elas) é que o conteúdo é infinitamente mais importante do que a aparência.

Temos na IURD o que eu considero os livros de melhor conteúdo cristão (leitura leve, explicativa, clara e prática), extremamente completos. Temos o jornal impresso de maior tiragem do Brasil, a Folha Universal. Também temos blogs com um super conteúdo, textos que podem abrir seus olhos e sua mente. No entanto, vejo muita gente que só olha as figuras, lê o primeiro parágrafo e comenta sem ter lido até o final, ou sem ter lido com atenção. As pessoas no mundo fazem isso, mas nós temos de ser diferentes! Temos de ser um povo que pensa, que não tem preguiça, que tem autocontrole.

Conto com vocês para esse trabalho de ajudar outras pessoas a ler. Você vai doar umA Mulher V? Um Casamento Blindado? Um Nada a Perder? Ótimo, mas você tem de lê-los também. Quer fazer um comentário longo em um blog? Então leia todo o post. Como quer ser lido sem ler? Como quer que leiam o que você mesmo não leu? Como quer dar o que não está disposto a receber? Como quer receber o que não está disposto a dar?

* É importante ler de tudo – ficção, biografia, romances, livros técnicos, livros seculares em geral – mas tenha critérios, por favor, lembra desse texto aqui?

Vanessa Lampert

Para ler as resenhas arquivadas, Clique aqui. E para ler as recentes, clique aqui.

PS1: Se o seu problema é preguiça (ou falta de paciência) de ler, veja  o artigo: Como vencer a preguiça de ler.

PS2: Falando da Folha Universal, quando eu estava na faculdade, tivemos aula com um escritor e jornalista experiente, que odiava a IURD, e quando ele disse qual era o jornal de maior tiragem do Brasil, um colega meu disse: “Ah, mas se é da Universal, deve ser uma porcaria!”. Visivelmente contrariado, ele disse: “O pior é que não…tem muito mais qualidade do que a maioria dos grandes jornais de circulação diária que temos hoje”. :-DTudo o que fizermos tem de ser o melhor!

Originalmente publicado no blog Cristiane Cardoso. Para ver a postagem original, clique aqui.