Carta de afronta da Folha de São Paulo

Na Folha Universal desta semana, na coluna “Ponto de Vista”, Carlos Oliveira fala sobre o bico de Tucano da Folha de São Paulo (clique aqui para ler). Gostei muito do texto e despertou em mim uma revolta, mais especificamente o seguinte parágrafo: “Em sua edição de número 30.455, de 20 de agosto, o famigerado jornal estampa propositalmente em sua capa a seguinte chamada: “Russomano é o Davi que perderá para dois Golias – O desafio de Russomano (PRB) de chegar ao segundo turno em São Paulo é o de Davi contra Golias. Davi, do partido divino, venceu. Contra PT e PSDB, na realidade de uma democracia em maturação, Deus não vai resolver.” (Outro post a respeito, de Assis Araújo, mostra o texto da Folha de São Paulo na íntegra, com a chamada de capa! Clique aqui para ler.)
Primeira consideração: Agora o PT é um gigante, para a Folha de São Paulo? Agora admite que é um partido forte? Quando convém à Folha ela enxerga o Partido dos Trabalhadores? O medo da Folha reflete o medo da velha mídia em geral: Russomano está à frente de Serra. Haddad ainda está longe o suficiente, mas pelo visto os tucanos prefeririam lutar contra o PT do que enfrentar Davi, afinal de contas, já são anos e anos forjando denúncias e provas contra o partido de Haddad, inventar algo contra Russomano e o PRB agora daria muito trabalho e não convenceria tão bem. Os interesses eleitoreiros ficariam óbvios (não que deixem de fazer por causa disso).
Mesmo que Russomano esteja na liderança e não tenha o alto índice de rejeição que Serra tão arduamente lutou para conquistar, a Folha sentencia: “Russomano é o Davi que perderá para dois Golias” Baseando-se em quê a Folha faz essa afirmação? Em sua profunda vontade, é claro. E no esforço que fará para que isso se concretize, ao tentar – como sempre fez – manipular as informações e a mente de seus leitores.
A velha mídia ignora que o povo Brasileiro não come mais em sua mão. As pessoas têm aberto os olhos para as mentiras e manipulações da mídia tendenciosa. E esse processo não vai parar, não tem como parar. A velha mídia se debate como o náufrago prestes a se afogar. Só isso explica a declaração do editorial absurdo da Folha. “Deus não vai resolver” é um convite explícito à revolta de todos aqueles que não apenas acreditam em Deus, mas têm grande respeito por Ele e lutam Suas causas. A Folha desperta, assim, o “Exército do Deus Vivo”, por quem Davi se revoltava.
Isso me fez lembrar uma outra passagem bíblica, em que Senaqueribe, rei da Assíria manda uma carta de afronta para o Rei Ezequias, dizendo que o Deus de Israel não era capaz de livrá-lo de suas mãos. Ezequias, então, leva a carta até a Casa de Deus, a estende perante o Senhor e ora, revoltado com aquela afronta feita a Deus (2Reis 19:14-19).  Preciso dizer de quem foi a vitória?  A mesma revolta manifestou Davi diante de Golias, “Quem é, pois, esse incircunciso filisteu, para afrontar o exército do Deus vivo?” (I Samuel 17:26)
Carlos Oliveira traz a carta de afronta da Folha de São Paulo, estendendo como fez Ezequias, com a mesma indignação. Eis que milhares de anos depois de Golias, a Folha de São Paulo vem afrontar não apenas o exército do Deus vivo, mas o próprio Deus, dizendo que Ele não é capaz de livrar a cidade de São Paulo das mãos dos tucanos. Pensando assim, comparando o PSDB com Golias, a Folha assume que o partido é realmente tão ruim e pernicioso quanto eu acredito que seja. E o PT não merece a comparação com o gigante derrotado, a que faz jus o histórico do candidato José Serra e de seu partido.
Sim, Celso Russomano é Davi. O PRB é Davi. Pequeno, desprezado, mas valente e corajoso. Davi não apenas venceu Golias, como também foi o rei mais amado de Israel. Popularidade que os tucanos há muito tempo não se esforçam para ver.
Deus foi duro com Senaqueribe: “Por causa do teu furor contra mim e porque a tua arrogância subiu até aos meus ouvidos, eis que porei o meu anzol no teu nariz e o meu freio na tua boca e te farei voltar pelo caminho por onde vieste” (2 Reis 19:28)
Depois dessa, sinceramente, se eu não fosse votar em Celso Russomano, se ainda estivesse em dúvida, não teria mais dúvida nenhuma. Obrigada, Folha de São Paulo, por nos mostrar tão claramente quem é quem.

afrontaNa Folha Universal desta semana, na coluna “Ponto de Vista”, Carlos Oliveira fala sobre o bico de Tucano da Folha de São Paulo (clique aqui para ler). Gostei muito do texto e despertou em mim uma revolta, mais especificamente o seguinte parágrafo: “Em sua edição de número 30.455, de 20 de agosto, o famigerado jornal estampa propositalmente em sua capa a seguinte chamada: “Russomano é o Davi que perderá para dois Golias – O desafio de Russomano (PRB) de chegar ao segundo turno em São Paulo é o de Davi contra Golias. Davi, do partido divino, venceu. Contra PT e PSDB, na realidade de uma democracia em maturação, Deus não vai resolver.” (Outro post a respeito, de Assis Araújo, mostra o texto da Folha de São Paulo na íntegra, com a chamada de capa! Clique aqui para ler.)

Primeira consideração: Agora o PT é um gigante, para a Folha de São Paulo? Agora admite que é um partido forte? Quando convém à Folha ela enxerga o Partido dos Trabalhadores? O medo da Folha reflete o medo da velha mídia em geral: Russomano está à frente de Serra. Haddad ainda está longe o suficiente, mas pelo visto os tucanos prefeririam lutar contra o PT do que enfrentar Davi, afinal de contas, já são anos e anos forjando denúncias e provas contra o partido de Haddad, inventar algo contra Russomano e o PRB agora daria muito trabalho e não convenceria tão bem. Os interesses eleitoreiros ficariam óbvios (não que deixem de fazer por causa disso).

Mesmo que Russomano esteja na liderança e não tenha o alto índice de rejeição que Serra tão arduamente lutou para conquistar, a Folha sentencia: “Russomano é o Davi que perderá para dois Golias” Baseando-se em quê a Folha faz essa afirmação? Em sua profunda vontade, é claro. E no esforço que fará para que isso se concretize, ao tentar – como sempre fez – manipular as informações e a mente de seus leitores.

A velha mídia ignora que o povo Brasileiro não come mais em sua mão. As pessoas têm aberto os olhos para as mentiras e manipulações da mídia tendenciosa. E esse processo não vai parar, não tem como parar. A velha mídia se debate como o náufrago prestes a se afogar. Só isso explica a declaração do editorial absurdo da Folha. “Deus não vai resolver” é um convite explícito à revolta de todos aqueles que não apenas acreditam em Deus, mas têm grande respeito por Ele e lutam Suas causas. A Folha desperta, assim, o “Exército do Deus Vivo”, por quem Davi se revoltava.

Isso me fez lembrar uma outra passagem bíblica, em que Senaqueribe, rei da Assíria manda uma carta de afronta para o Rei Ezequias, dizendo que o Deus de Israel não era capaz de livrá-lo de suas mãos. Ezequias, então, leva a carta até a Casa de Deus, a estende perante o Senhor e ora, revoltado com aquela afronta feita a Deus (2Reis 19:14-19).  Preciso dizer de quem foi a vitória?  A mesma revolta manifestou Davi diante de Golias, “Quem é, pois, esse incircunciso filisteu, para afrontar o exército do Deus vivo?” (I Samuel 17:26)

Carlos Oliveira traz a carta de afronta da Folha de São Paulo, estendendo como fez Ezequias, com a mesma indignação. Eis que milhares de anos depois de Golias, a Folha de São Paulo vem afrontar não apenas o exército do Deus vivo, mas o próprio Deus, dizendo que Ele não é capaz de livrar a cidade de São Paulo das mãos dos tucanos. Pensando assim, comparando o PSDB com Golias, a Folha assume que o partido é realmente tão ruim e pernicioso quanto eu acredito que seja. E o PT não merece a comparação com o gigante derrotado, a que faz jus o histórico do candidato José Serra e de seu partido.

Sim, Celso Russomano é Davi. O PRB é Davi. Pequeno, desprezado, mas valente e corajoso. Davi não apenas venceu Golias, como também foi o rei mais amado de Israel. Popularidade que os tucanos há muito tempo não se esforçam para ver.

Deus foi duro com Senaqueribe: “Por causa do teu furor contra mim e porque a tua arrogância subiu até aos meus ouvidos, eis que porei o meu anzol no teu nariz e o meu freio na tua boca e te farei voltar pelo caminho por onde vieste” (2 Reis 19:28)

Depois dessa, sinceramente, se eu não fosse votar em Celso Russomano, se ainda estivesse em dúvida, não teria mais dúvida nenhuma. Obrigada, Folha de São Paulo, por nos mostrar tão claramente quem é quem.

Tragédia anunciada

amy-winehouse

Amy Winehouse morreu hoje, é o que dizem os jornais. Ainda espero uma notícia desmentindo essa informação, mas não sei se virá. Escrevi em janeiro o seguinte post: http://lampertop.com.br/?p=990 e após dias sem entrar no twitter, eu infelizmente estava por lá quando soube do ocorrido.

Saí rapidamente antes que excluísse uma multidão de meu twitter, pelos comentários imbecis e brincadeirinhas de mau gosto. Amy fez as piores escolhas possíveis em sua vida, mas não teve muito apoio para fazer escolhas melhores. Dava um certo desespero ver a imprensa fazer comentários cruéis e agressivos como se ela não fosse um ser humano e, por outro lado, o mesmo desespero ao vê-la ser reverenciada por músicas com letras que louvavam seu estilo de vida, como “Rehab”. Quando a mãe dela sugeriu que parassem de premiá-la, pois aquilo estava apenas reforçando o comportamento destrutivo, foi censurada e ridicularizada.

Sugaram até a última gota de sangue de Amy e agora deliciam-se com sua morte, como aves de rapina. Como fizeram com Michael Jackson, como fizeram com Elvis Presley, como fizeram com tantos outros ícones da música…pessoas que deixam de ser pessoas, são pisoteadas pela mídia e pela crueldade humana em geral e depois de irem para o lixo, esse lixo é embalado em papel especial de glamour como se fosse sublime morrer por overdose, jogado em um canto qualquer da sala de jantar.

Fico triste pela extrema falta de amor ao próximo e pela hipocrisia alarmante que se expressa nesses momentos (a imprensa agora irá exaltá-la no mais alto grau, enquanto nos comentários as pessoas alternarão entre brincadeiras de mau gosto e retratos de crueldade). Prefiro desligar a internet e mergulhar no trabalho, que ganho mais. Mas não conseguiria deixar de desabafar aqui e de externar meu profundo pesar por essa menina ter morrido lentamente diante de nossos olhos durante anos e ninguém ter feito nada para evitar. As escolhas dela foram erradas, e as escolhas de todos os outros que estavam perto, que poderiam ter se esforçado, também.

lb_liv__1183538070_amy_winehouse_new_large

A responsabilidade é dela, acima de tudo, por aceitar esse mal em sua vida sem lutar com todas as suas forças para se livrar dele. Mas  também é de todas as outras pessoas que poderiam ter estendido a mão, poderiam ter pensado “dane-se o dinheiro que vamos perder, não podemos tirar a dignidade dela e fazer com que se afunde ainda mais”. Ela já estava melhor, havia engordado um pouco, conseguiu deixar as drogas, estava lutando para largar o álcool e parece que teve uma recaída fatal. Muitas pessoas conseguem largar sozinhas os vícios, mas infelizmente a maioria não tem essa força e vira escrava, literalmente.

Você realmente acha que alguém queira destruir sua vida, sua carreira e morrer de maneira estúpida? Você realmente acha que alguém escolheria isso para a sua vida ao invés de um futuro longo, cheio de alegria, saúde e realizações pessoais e profissionais? Ela poderia ter feito mais por si mesma, nós poderíamos estar fazendo mais por nós mesmos e pelos que estão à nossa volta, sofrendo, precisando de ajuda e sem ter forças para sair do buraco. No entanto, só o que sabemos fazer é criticar e apontar o dedo. E volto ao texto de janeiro http://lampertop.com.br/?p=990 ” É por essas e outras que eu digo que se realmente houver vida inteligente fora da Terra, se for realmente inteligente, certamente mantém distância segura deste planeta.”


.
PS: E você que não consegue parar de fumar? E você que entorna garrafas e garrafas de bebida até não conseguir se manter em pé? E você que se enche de remédios todos os dias? E você que come porcarias até passar mal? E você que nutre uma mágoa contra alguém e nem pensa em perdoar? E você que olha a vida (sua e dos outros) com maus olhos? Será que você também não está se matando aos poucos? Será que também não está “buscando esse fim”? O que te leva a achar que tem o direito de apontar o dedo para Amy Winehouse e dizer que ela simplesmente encontrou o que queria?

.

Veja que senso de humor

Recebi umas quatro vezes  o email abaixo, me convidando para renovar uma assinatura de Veja que eu nunca tive.  O email tem o sugestivo título: “O que vale mais? O que você ouve ou o que você lê?”

O universo tem grandes mistérios. Um deles é: por que raios recebi este mesmo email em um dia, uma semana depois e nos dois dias seguintes? Quatro vezes o mesmo email! Eu havia recebido anteriormente um outro pedido de assinatura, me dizendo que eu não poderia perder a oportunidade de assinar Veja pela metade do preço, que seria somente aquele dia. O Aecinho Neves sorria para mim na capa, abrindo sua camisa para mostrar o uniforme de Super Homem, com um chifrinho formado pelo “V” de Veja atrás de sua cabeça. Apelativo, mas não foi suficiente. Olhar a cara do Aécio só me fez lembrar que Veja…bem, que Veja é Veja.

Eis que agora recebo quatro emails oferecendo a assinatura pela metade do preço. Ué, não era só aquele dia? Também recebi um email anunciando a lindíssima edição especial, falando sobre “os desafios da presidente eleita”. Estava nos Spams.

Colo o email abaixo, com meus comentários destacados. E please, alguém me diga se também recebeu isso e se isso é realmente um email da Veja, ou se é alguma brincadeira de mau gosto…

Primeiro, algumas partes realmente “relevantes” e meus comentários, depois o troço na íntegra:

” Nesse tempo, vimos o país crescer, a partir de cidadãos conscientes – como você – que entendem o processo democrático e o consolidam a cada dia.”

– Sim, tanto que votei na Dilma, para melhor consolidar o processo democrático.

“Oferecer a notícia pura e simples é pouco.”


Veja só que frase linda. Como pouco? Oferecer a notícia pura e simples é suficiente! Não é esse o objetivo de informar? Aqui Veja confessa que não tem o menor interesse em oferecer a notícia pura e simples. Prefere oferecer a notícia impura, maculada, poluída, de uma maneira complexa, para melhor manipular o leitor.

“A fim de dar mais elementos para você ter a sua opinião, é preciso que os fatos cheguem já selecionados e analisados, dando a dimensão de como poderão mexer com o seu dia a dia.”


Tradução: “Como você, leitor, é burro, ignorante e desprovido de capacidade de julgamento, não é suficiente passar a informação pura e simples. É preciso que a Veja selecione e analise os fatos para você, ou seja, nós lemos e entendemos por você e te dizemos o que você deve pensar, direcionando sua visão e dizendo em que aqueles fatos afetam a sua vida. É claro! Fazemos por nossos leitores o que eles não sabem fazer sozinhos. Colocamos o fato em nossa boca, mastigamos por você e o vomitamos em sua boca, semi-digerido. Temos certeza de que isso te será extremamente agradável.” Sério mesmo. Será que sou só eu que percebo o quanto Veja subestima a inteligência de seus leitores? Subestima, não, despreza mesmo. Veja te despreza, caro leitor. Por que você também não a despreza?

A notícia, interpretada em todos os ângulos, está nas páginas de VEJA, a maior, a mais lida, a mais influente revista do país.”

Argh!   Não, isso não pode ser sério: “A notícia, interpretada em todos os ângulos, está nas páginas de Veja” Não precisa ter mais de dois neurônios fazendo uma mísera sinapse para se sentir ofendido com essa carta. “Interpretar” notícia? Isso meu cérebro faz, cara Veja, não preciso de revista para me “interpretar notícia”, preciso de revista que me passe a informação. Pura e simples, aliás. A interpretação do texto meu cérebro faz muito bem, obrigada.

“As páginas esclarecedoras de VEJA vão ajudar nas suas decisões pessoais e profissionais.”


Bonitinho, né? Não basta dizer em quem devo votar, agora Veja quer me ajudar nas minhas decisões pessoais e profissionais? Mamãe!!! Veja quer ser minha mãe. Mas eu vou fazer 31 anos, Veja, minhas decisões pessoais e profissionais não são da sua conta, eu mesmo as tomo. Vejam só a imagem que Veja faz de seus leitores. Além de ignorantes e incapazes de interpretar um texto e de entender uma informação sem ajuda dos universitários, eles também são profissional e pessoalmente incompetentes, precisando de um “guia” que os oriente em suas decisões. Em SUAS decisões, caro leitor. Quer vender sua alma para a Veja?

“Sobretudo agora, com novos governantes no Brasil… Mudanças impactantes nos EUA, na Europa, na Ásia… Luta do planeta pela sustentabilidade… Avanços surpreendentes da tecnologia…Novos desafios para as empresas, novas oportunidades no mercado de trabalho…”


E o Quico? Veja quer me ajudar nas minhas decisões profissionais e pessoais, já que temos novos governantes no Brasil, mudanças impactantes no exterior, luta do planeta pela sustentabilidade, avanços na tecnologia,novos desafios para as empresas, novas oportunidades no mercado de trabalho…ou seja, é muita informação para o leitor da Veja absorver, por isso ele pre-ci-sa que a revista o ajude a tomar suas decisões. Help me, Veja!

“Você tem uma grande história pela frente com VEJA.”


Vixe, olha a Veja jogando praga! Tá amarrado, em nome de Jesus!

“A VEJA das reportagens que repercutem no Brasil inteiro, a VEJA das entrevistas marcantes, a VEJA que vigia a conduta de todos os governos em todos esses anos. A VEJA que tem colunistas renomados, como Roberto Pompeu de Toledo, Stephen Kanitz. J. R. Guzzo, Diogo Malnardi, Lya Luft…”


[Vontaderrir] “A Veja das reportagens que repercutem no Brasil inteiro”. Tem razão. Basta descer a barra de rolagem e ler os últimos posts deste blog. “A Veja das entrevistas marcantes”, sim, a mais marcante, para mim, foi aquela que o Eduardo Viveiros de Castro não deu à Veja. Clique aqui para ler. “A Veja que vigia a conduta do governo”??? Veja é ridícula! Como assim “vigia a conduta”? Veja é mãe, Veja é polícia política… sério, mesmo?


Deveria ser: ” A Veja que persegue governos que não a beneficiam”, “A Veja que persegue igrejas que incentivam seus membros a pensar por conta própria – ao contrário do que a Veja faz”, ” A Veja que usa grampos sem áudio e testemunhas compradas para embasar suas reportagens”, “A Veja que não se importa em destruir vidas e famílias para ‘provar’ as acusações que inventa”. “A Veja que distorce fatos, condena o suspeito, executa o investigado e passa por cima da justiça”. “A Veja que só procura leitores, já que dinheiro ela consegue com o governo do estado de São Paulo”.


A lista dos “Colunistas renomados” é risível e foi uma das muitas partes do email que me fez acreditar que ele era fake. Primeiro, porque onde está o Reinaldo Azevedo? Segundo, Diogo Mainardi não foi abduzido de volta ao planeta dele?

“Assine agora e leia toda semana a sua VEJA de sempre, ágil e bem escrita.”


Ou uma coisa, ou outra. Se é a “Veja de sempre”, não é ágil e bem escrita. E se o convite é para ler a Veja de sempre, obrigada, declino.

.

De: Revista VEJA<revistaveja@abrildirect.com.br>

Data: 3 de novembro de 2010 15:27

Assunto: O que vale mais? O que você ouve ou o que você lê?

Para: vslampert@gmail.com

VANESSA,

É um prazer reencontrar você, que já foi assinante de VEJA, num momento tão especial.

Neste ano, VEJA completou 42 anos, registrando e documentando a história de seu país e da sua vida. Nesse tempo, vimos o país crescer, a partir de cidadãos conscientes – como você – que entendem o processo democrático e o consolidam a cada dia.

Oferecer a notícia pura e simples é pouco. A fim de dar mais elementos para você ter a sua opinião, é preciso que os fatos cheguem já selecionados e analisados, dando a dimensão de como poderão mexer com o seu dia a dia.

A notícia, interpretada em todos os ângulos, está nas páginas de VEJA, a maior, a mais lida, a mais influente revista do país. A terceira maior revista semanal de informação do mundo, depois de Time e Newsweek.

As páginas esclarecedoras de VEJA vão ajudar nas suas decisões pessoais e profissionais. Sobretudo agora, com novos governantes no Brasil… Mudanças impactantes nos EUA, na Europa, na Ásia… Luta do planeta pela sustentabilidade… Avanços surpreendentes da tecnologia…Novos desafios para as empresas, novas oportunidades no mercado de trabalho…

Você tem uma grande história pela frente com VEJA. A VEJA das reportagens que repercutem no Brasil inteiro, a VEJA das entrevistas marcantes, a VEJA que vigia a conduta de todos os governos em todos esses anos. A VEJA que tem colunistas renomados, como Roberto Pompeu de Toledo, Stephen Kanitz. J. R. Guzzo, Diogo Malnardi, Lya Luft…

Enfim, a VEJA que você não pode perder. E a VEJA que não quer perder você. Por isso, nosso convite para você é especial:

R • 50% de desconto para você assinar por 1 ou 2 anos. Em vez de pagar R$ 8,90 por exemplar, você paga apenas R$ 4,45.

• Outros presentes exclusivos para nossos assinantes: sempre que VEJA lançar Edições Especiais, com temas que interessam a toda a família, você vai recebê-las GRÁTIS.

Assine agora e leia toda semana a sua VEJA de sempre, ágil e bem escrita. Será uma grande alegria entregá-la em sua casa. Receba novamente as nossas melhores boas-vindas!
Marcia Donha
Gerente de Assinaturas – Revista VEJA


Minhas conclusões:

Veja é deliberadamente escrita para gente burra e sem senso crítico, com preguiça mental. É essa a ideia que ela faz de seus leitores. Disso eu já tinha desconfiado e comentei a respeito no post “A lógica de Veja” (clique aqui para ler, embora esteja logo ali)

Veja não quer sua assinatura, Veja não quer o seu dinheiro. Veja quer a sua alma.

PS: Oi, leitores! Estou feliz em vê-los aqui, leio os comentários e quero conseguir dar um feedback para todo mundo, assim que puder.

PS2: Davison é terrível. Ao ler o email, me disse que era assinado por uma tal M. Donha. :-)

PS3: Pesquisei e descobri que o texto não só é real, como também é antigo, e a Veja, cara-de-paumente, continua enviando malas diretas com esse apelo. Clique aqui para ler um post do ano passado, de alguém que também se indignou com o “interpretamos a notícia para você pela metade do preço”

PS4: Respondendo à pergunta de Veja: “O que vale mais? O que você ouve ou o que você lê?” O que for verdade.

.

ELEIÇÕES 2010 E OS APROVEITADORES DA BOA FÉ E DA CREDULIDADE EVANGÉLICA

Texto original no site da segunda igreja Presbiteriana de Belo Horizonte: http://www.segundaigreja.org.br/noticias_view.asp?id=340

Rev. Sandro Amadeu Cerveira (02/10/10)


Talvez eu tenha falhado como pastor nestas eleições. Digo isso porque estou com a impressão de ter feito pouco para desconstruir ou no pelo menos problematizar a onda de boataria e os posicionamentos “ungidos” de alguns caciques evangélicos. [1]

Talvez o mais grotesco tenham sido os emails e “vídeos” afirmando que votar em Dilma e no PT seria o mesmo que apoiar uma conspiração que mataria Dilma (por meios sobrenaturais) assim que fosse eleita e logo a seguir implantaria no Brasil uma ditadura comunista-luciferiana pelas mãos do filho de Michel Temer. Em outras o próprio Temer seria o satanista mor. Confesso que não respondi publicamente esse tipo de mensagem por acreditar que tamanha absurdo seria rejeitada pelo bom senso de meus irmãos evangélicos. Para além da “viagem” do conteúdo a absoluta falta de fontes e provas para estas “notícias” deveria ter levado (acreditei) as pessoas de boa fé a pelo menos desconfiar destas graves acusações infundadas. [2]

A candidata Marina Silva, uma evangélica da Assembléia de Deus, até onde se sabe sem qualquer mancha em sua biografia, também não saiu ilesa. Várias denominações evangélicas antes fervorosas defensoras de um “candidato evangélico” a presidência da república simplesmente ignoraram esta assembleiana de longa data.

Como se não bastasse, Marina foi também acusada pelo pastor Silas Malafaia de ser “dissimulada”, “pior do que o ímpio” e defender, (segundo ele), um plebiscito sobre o aborto. Surpreende como um líder da inteligência de Malafaia declare seu apoio a Marina em um dia, mude de voto três dias depois e à apenas 6 dias das eleições desconheça as proposições de sua irmã na fé.

De fato Marina Silva afirmou (desde cedo na campanha, diga-se de passagem) que “casos de alta complexidade cultural, moral, social e espiritual como esses, (aborto e maconha) deveriam ser debatidos pela sociedade na forma de plebiscito” [3], mas de fato não disse que uma vez eleita ela convocaria esse plebiscito.

O mais surpreendentemente, porém foi o absoluto silêncio quanto ao candidato José Serra. O candidato tucano foi curiosamente poupado. Somente a campanha adversária lembrou que foi ele, Serra a trazer o aborto para dentro do Sistema Único de Saúde (SUS) [4]. Enquanto ministro da saúde o candidato do PSDB assinou em 1998 a norma técnica do SUS ordenando regras para fazer abortos previstos em lei, até o 5º mês de gravidez [5]. Fiquei intrigado que nenhum colega pastor absolutamente contra o aborto tenha se dignado a me avisar desta “barbaridade”.

Também foi de estranhar que nenhum pastor preocupado com a legalização das drogas tenha disparado uma enxurrada de-mails alertando os evangélicos de que o presidente de honra do PSDB, e ex-presidente da República Fernando Henrique Cardoso defenda a descriminalização da posse de maconha para o consumo pessoal [6].

Por fim nem Malafaia, nem os boateiros de plantão tiveram interesse em dar visibilidade a noticia veiculada pelo jornal a Folha de São Paulo (Edição eletrônica de 21/06/10) nos alertando para o fato de que “O candidato do PSDB à Presidência, José Serra, afirmou nesta segunda-feira ser a favor da união civil e da adoção de crianças por casais homossexuais.” [7]

Depois de tudo isso é razoável desconfiar que o problema não esteja realmente na posição que os candidatos tenham sobre o aborto, união civil e adoção de crianças por homossexuais ou ainda a descriminalização da maconha. Se o problema fosse realmente o comprometimento dos candidatos e seus partidos com as questões acima os líderes evangélicos que abominam estas propostas não teriam alternativa.

A única postura coerente seria então pregar o voto nulo, branco ou ainda a ausência justificada. Se tivessem realmente a coragem que aparentam em suas bravatas televisivas deveriam convocar um boicote às eleições. Um gigantesco protesto a-partidário denunciando o fato de que nenhum dos candidatos com chances de ser eleitos tenha realmente se comprometido de forma clara e inequívoca com os valores evangélicos. Fazer uma denuncia seletiva de quem esta comprometido com a “iniqüidade” é, no mínimo, desonesto.

Falar mal de candidato A e beneficiar B por tabela (sendo que B está igualmente comprometido com os mesmo “problemas”) é muito fácil. Difícil é se arriscar num ato conseqüente de desobediência civil como fez Luther King quando entendeu que as leis de seu país eram iníquas.

Termino dizendo que não deixarei de votar nestas eleições.

Não o farei por ter alguma esperança de que o Estado brasileiro transforme nossos costumes e percepções morais em lei criminalizando o que consideramos pecado. Aliás tenho verdadeiro pavor de abrir esse precedente.

Não o farei porque acredite que a pessoa em quem votarei seja católica, cristã ou evangélica e isso vá “abençoar” o Brasil. Sei, como lembrou o apóstolo Paulo, que se agisse assim teria de sair do mundo.

Votarei consciente de que os temas aqui mencionados (união civil de pessoas do mesmo sexo, descriminalização do aborto, descriminalização de algumas drogas entre outras polêmicas) não serão resolvidos pelo presidente ou presidenta da república. Como qualquer pessoa informada sobre o tema, sei que assuntos assim devem ser discutidos pela sociedade civil, pelo legislativo e eventualmente pelo judiciário (como foi o caso da lei de biossegurança) [8] com serenidade e racionalidade.

Votarei na pessoa que acredito representa o melhor projeto político para o Brasil levando em conta outras questões (aparentemente esquecidas pelos lideres evangélicos presentes na mídia) tais como distribuição de renda, justiça social, direitos humanos, tratamento digno para os profissionais da educação, entre outros temas. (Ver Mateus 25: 31-46) Estas questões até podem não interessar aos líderes evangélicos e cristãos em geral que já ascenderam à classe média alta, mas certamente tem toda a relevância para nossos irmãos mais pobres.

______________________

NOTAS

[1] As afirmações que faço ao longo deste texto estão baseadas em informações públicas e amplamente divulgadas pelos meios de comunicação. Apresento os links dos jornais e documentos utilizados para verificação.

[2] http://www.hospitaldalma.com/2010/07/o-cristao-verdadeiro-nao-deve-votar-na.html

[3]http://ultimosegundo.ig.com.br/eleicoes/marina+rebate+declaracoes+de+pastor+evangelico+silas+malafaia/n1237789584105.html


Ver também

http://www1.folha.uol.com.br/poder/805644-lider-evangelico-ataca-marina-e-anuncia-apoio-a-serra.shtml


[4]http://blogdadilma.blog.br/2010/09/serra-e-o-unico-candidato-que-ja-assinou-ordens-para-fazer-abortos-quando-ministro-da-saude-2.html

[5] http://www.cfemea.org.br/pdf/normatecnicams.pdf

[6] http://www.gazetadopovo.com.br/vidaecidadania/conteudo.phtml?tl=1&id=856843&tit=FHC-e-intelectuais-pedem-legalizacao-da-maconha

[7] http://www1.folha.uol.com.br/poder/754484-serra-se-diz-a-favor-da-uniao-civil-e-da-adocao-de-criancas-por-gays.shtml

[8] http://www.eclesia.com.br/revistadet1.asp?cod_artigos=206

Fonte: Segunda Igreja Presbiteriana de Belo Horizonte

2/10/2010

PS: Não se esqueçam de divulgar a lista de emails falsos contra a Dilma, com os links para os textos que provam que são falsos, estou atualizando à medida em que recebo novos hoaxes. Clique aqui para ver

PS2: Também deixo a minha carta aos evangélicos, explicando que ainda que você acredite abortar é pecado e quem faz vai para o inferno ou que casamento homossexual é pecado e aceitá-lo é contra os princípios cristãos, e ainda se Dilma fosse a favor de implementar tudo isso, não seria motivo para celeuma ou para não votar nela. Clique aqui para entender o porquê.


PS3:Votar nulo ou em branco não é opção, é omissão. Você está entregando o país à escolha dos outros, e sofrerá as consequências da escolha alheia. Seja consciente.

PS4: Amigo Cristão, peça orientação de Deus e não olhe Dilma com maus olhos por causa das mentiras que ouviu. Não seja preconceituoso. Se você não tem certeza se as mentiras são verdade ou não, presuma inocência, aja e pense nela como inocente. Isso é ter bons olhos. E Jesus disse (está escrito) que se teus olhos forem bons, todo teu corpo será luminoso,; se teus olhos forem maus, todo teu corpo andará em trevas. Quem quer fazer teus olhos maus quer que teu corpo ande em trevas.

.

Marina é opção?

Marina

Muita gente fala de Marina como uma “terceira opção”, uma alternativa ao PSDB, que já foi governo, e a PT, que está no governo. Como se fosse uma novidade, algo diferente. Porém,  Marina já disse que vai chamar PT e PSDB para governar com ela. E ela tem na base aliada o PFL (atual DEM, antigo Arena). Que mudança é essa??? Que renovação? (links no final do texto)

Se é para ser governada pelo PT, então vou votar no PT original, ué. Se é para ser governado pelo PSDB, então vote logo no PSDB. Não dá para ficar em cima do muro se fazendo de “diferente”, ou é, ou não é, o nosso sim tem de ser sim e o nosso não tem de ser não, não é isso? De outra forma, é enganação.

A  velha mídia prefere o Serra, para voltar a ter facilidade em obter recursos do Governo Federal. No entanto, não está preocupada com Marina, pois sabe que um possível governo Marina será facilmente manipulável, pois terá grande parte do PSDB lá em cima (eu realmente duvido que alguém do PT aceite esse tipo de aliança, então vai ficar basicamente PSDB, DEM e PV). E se você votar na Marina e não na Dilma, aumenta as chances do Serra ir para o segundo turno. É por isso que para essa velha mídia não importa qual dos dois esteja em segundo lugar.


Marina é uma serva de Deus?

Estão tentando nos manipular e alguns já compraram a idéia de que Marina é uma “serva de Deus”. Quem me garante? Só porque é membro de uma igreja evangélica? Os fariseus eram os mais religiosos da época e foi a eles que Jesus disse que não entrariam no céu, nem deixavam que outros entrassem. Então ser religioso não garante absolutamente nada.

Pelo contrário, Marina participa de uma Assembléia de Deus mais legalista, daquelas que não permitem que corte cabelo, que use calça comprida, que use maquiagem, adornos, enfim, que não aceita nenhum tipo de “vaidade” feminina. Ao ser perguntada por que não usava maquiagem, por que não se arrumava, em vez de dizer a real, de assumir que é por causa da religião, ela disse que é uma pessoa extremamente alérgica e não pode nem passar batom por causa disso. Agora aparece maquiada, batonzinho, sobrancelha feita, base na pele…ué, só agora descobriu a maquiagem hipoalergênica? Ela dissimulou essa resposta com muita facilidade, mentiu descaradamente. Perdi a confiança naquele exato momento. Tudo bem, eu não concordo com essa postura religiosa, mas se ela escolheu isso, então que assuma, ora bolas! Acho que já é um indicativo de que ela não assume aquilo em que realmente acredita. Então como saber em que ela realmente acredita?

Já li também “oramos tanto para que Deus colocasse um servo dele lá e agora que temos, desprezamos”. Olha, eu sempre orei para que Deus colocasse lá o que fosse melhor para o país. Marina não está levando os presbíteros de sua igreja para a presidência, mas uma galera que está se aproveitando da imagem religiosa dela para conseguir alguma chance. Outra coisa, a velha mídia (aquela que nos despreza, lembra, irmão evangélico? Aquela que, se pudesse, fecharia as portas de todas as nossas igrejas) não odeia Marina. Até simpatiza com ela. Pudera – Marina já deixou claro o quanto seu governo será manipulável, como já expliquei.

Ah, e quem critica a posição de Dilma a respeito do “casamento gay” (união civil homossexual), saiba que tanto Marina quanto Serra (e Plínio) pensam exatamente da mesma forma que Dilma (links no final do texto). O que se discute não é o casamento religioso (aquela história de que pastores serão obrigados a fazer casamento gay na igreja é mentira, ok? Invenção para manipular sua opinião e te deixar escandalizado, não caia nessa), mas os direitos civis dessas pessoas, que já se juntam de qualquer maneira, não? E quem enche a boca para falar que “aos sodomitas e efeminados a parte que lhes cabe é no lago de fogo” e coisas do gênero, não se esqueça que nessa listinha estão os mentirosos, os caluniadores e os maledicentes. Se você acreditar nessas mentiras e sair espalhando, é a última pessoa do mundo a poder apontar o dedo para alguém e chamá-lo de “pecador”.

Marina e o meio-ambiente

Seu vice, Guilherme Leal, é um dos fundadores da Natura, empresa que até bem pouco tempo encabeçava a lista das empresas que faziam os piores -e desnecessários – testes com animais. Não estou falando apenas de ratinhos, mas de cachorros, gatos, coelhos…por muitos anos os VERDADEIROS ativistas, que se preocupam realmente com a preservação do meio-ambiente, lutaram com unhas e dentes contra essa empresa. Ela mentiu várias vezes, dizendo que havia abandonado os testes, ou que eles haviam diminuído. Agora afirma que os aboliu completamente, mas ainda não ganhou o respeito e a confiança de todos grupos de proteção animal que lideraram o movimento por boicote à Natura (até por ainda se envolver em graves problemas ambientais, como acusações de Biopirataria).

Foram sete longos anos de pressão dos ativistas sobre a Natura, que foi uma das últimas a abandonar a prática, sempre se escondendo atrás do argumento hipócrita de que se importava com o meio-ambiente, mas não tinha como abandonar os testes. Como uma ambientalista coloca um milionário empresário, presidente de uma empresa dessas, recém-filiado ao partido (filiou-se ao PV ano passado) como seu vice?


Marina é a melhor opção?

Li um email que dizia, em tom idealista que Marina seria a solução, por estar em um partido “pequeno e sem muitas pretensões partidárias, mas cheia de boa vontade de lutar pelo país e pelo povo”. A pessoa acredita que ela “saberia rejeitar os Sarneys da vida e todos os aproveitadores que choveriam à sua volta”. Hummm…será? Chamando PSDB, DEM e PT para governar, elogiando o Sarney filho (mesmo depois de haver dito que quando assumiu a pasta do Meio-ambiente, logo após ele, encontrou um caos), subindo no muro em questões importantes e achando que é possível ter um “diálogo” com a Rede Globo, Marina é a pior de todas as opções, pois não se posiciona firmemente, quer ser querida por todos usando termos vagos e demagogia. Marina critica Dilma por Erenice, mas omite que seu próprio marido (da Marina) está envolvido em denúncias sérias de corrupção.

Marina, na minha opinião, nem sequer é opção, pois não sei a que veio. Tem por trás de sua candidatura, o obscuro PV europeu, que pressionou o PV brasileiro a chamá-la para se candidatar à presidência. Qual é a influência que um partido estrangeiro teria sobre a presidência da república do Brasil no caso de uma vitória da Marina? Não sei, ninguém toca nesse assunto, não fica clara qual seria a participação do PV europeu. Aliás, esse é o maior problema, nada fica claro na campanha de Marina.  Marina é uma incógnita que chega como “opção” em um momento em que estamos em um ritmo de crescimento e valorização do país, rumo a nos tornar uma potência mundial…para que mudar alguma coisa agora? Para que retroceder?

Para que entregar à velha mídia um balão de oxigênio que a permitirá se fortalecer nos próximos quatro anos? Eu quero que a velha mídia morra de fome, morra asfixiada, definhe e desapareça, para que meus filhos e netos não sejam obrigados a conviver com a manipulação, as meias-verdades, as informações distorcidas ou inventadas que norteiam o pensamento da população. E eu acredito que isso é possível. Amanhã teremos essa oportunidade.


PS: Marina é um poço de contradições. Ela critica as alianças do PT, mas faz aliança com DEM (PFL), fala em chamar PSDB e PT para seu governo. Diz que vai chamar apenas os honestos e dignos (é claro, não diria o contrário) e diz que a maioria do PT é honesta. Oras, se ela mesma admite que os honestos e sérios são a maioria do PT, então para que tirá-los de lá? Pois se estivessem descontentes com o partido, teriam saído, como ela saiu, como o PSOL saiu. Se não saíram, é porque não estão descontentes. Se não estão descontentes, é porque estão vendo algo de extremamente positivo no governo.


PS2: Links:

Marina defende união civil de homossexuais:

http://www.blogdafolha.com.br/index.php/materias/8473-marina-uniao-civil-sim-casamento-nao


http://www.minhamarina.org.br/blog/2010/06/marina-defende-uniao-civil-de-bens-entre-homossexuais/

Mesma opinião de Serra:

http://noticias.r7.com/brasil/noticias/serra-defende-uniao-civil-para-gays-mas-rejeita-liberacao-da-maconha-20100729.html

Mesma opinião de Dilma:

http://www.estadao.com.br/noticias/nacional,dilma-se-diz-favoravel-a-uniao-civil-de-homossexuais,573368,0.htm

Marina vai chamar PT e PSDB para governar :

http://www.abril.com.br/noticias/brasil/marina-silva-diz-pode-governar-unindo-pt-psdb-586512.shtml


http://www.onoticiado.com.br/eleicoes-2010-politica-local/eleicoes-2010/4363-eleicoes-marina-silva-diz-chamarei-a-parte-boa-do-pt-para-governar-comigo.html

Emir Sader fala sobre acusações contra a Natura, de biopirataria, e a posição de Marina:

http://www.viomundo.com.br/entrevistas/emir-sader-marina-e-a-falencia-do-movimento-ecologico-brasileiro.html

Marina elogia Sarney Filho:

http://noticias.r7.com/brasil/noticias/marina-defende-filho-de-sarney-e-diz-que-pv-nao-e-perfeito-20100616.html

http://oglobo.globo.com/pais/eleicoes2010/mat/2010/08/11/marina-silva-elogia-gestao-de-zequinha-sarney-em-ministerio-917369669.asp

http://www.jornalpequeno.com.br/blog/johncutrim/?p=7465

PS3: Sobre o aborto, a posição de todos os quatro candidatos é a mesma, que Marina não seja hipócrita, nenhum deles é veementemente contra o aborto ou assumiria isso, mas apenas Dilma se comprometeu a, se eleita, deixar essa questão ser resolvida pelo legislativo, como deve ser, sem envolvimento do presidente da república.

PS4: Ainda tenho um probleminha pessoal contra Marina: ela não desmente quando alguém diz que ela é vegetariana, mas também não desmentiu quando escreveram que ela não come em hipótese alguma carne vermelha, mas sua alimentação inclui peixe e frango…como pode se dizer vegetariana se come peixe e frango? Novamente, se assuma, Marina. Se come peixe e frango, não  é vegetariana.


Serra teria quebrado o país na crise

Meu marido me mandou esse vídeo que e demonstra bem a diferença de pensamento entre Serra e Lula, entre PSDB e PT, coisa que tanto Serra quanto PSDB tentaram disfarçar nessas eleições.

http://www.youtube.com/watch?v=Ig9pE6qwzxw

Lula foi ridicularizado pela oposição e pela mídia por estar “na contramão do resto do mundo”. E, na contramão do resto do mundo, o  Brasil sobreviveu à crise, foi um dos primeiros a sair dela e muito mais fortalecido, como Lula já havia previsto. Na contramão do resto do mundo, servimos de exemplo para aqueles que compartilhavam da política retrógrada cultivadora de recessão conseguirem uma injeção de otimismo para, também eles, mudar a forma de reação à crise e sair, como o Brasil saiu, de cabeça erguida.

Veja o histórico pronunciamento do Presidente Lula, no natal de 2008, explicando à nação o que era a crise e qual seria o papel decisivo da população para que o país conseguisse sair vitorioso:

http://www.youtube.com/watch?v=OuU6qomfCQY

Agora eu pergunto: para que eu vou tirar o PT do governo e colocar novamente o PSDB? E se você diz: “ah, eu vou votar na Marina porque não quero nem PT nem PSDB”, é bom saber que Marina já deixou bem claro que, se eleita, quer colocar o PSDB para governar com ela (e criticou o PT por não ter feito isso). Não satisfeita, também vai chamar boa parte do PT. Sem contar que tem aliança com o DEM (partido que adora mudar de nome: já foi Arena, já foi PFL…devia ser probido partido mudar de nome). Que renovação é essa? Que mudança?

Daqui a pouco publicarei um post sobre Marina, explicando o porquê nunca cogitei a hipótese de votar nela, mesmo eu sendo evangélica, mesmo eu me importando com causas ambientais.

Texto mais do que oportuno

Por que apoiamos Dilma

Mino Carta1 de outubro de 2010 às 10:04h

CartaCapital desta semana estará nas bancas apenas na segunda. Republicamos o editorial de Mino Carta, da edição 603, de julho, em que é explicitada a posição da revista nestas eleições. Foto: Celso Junior/AE

CartaCapital desta semana estará nas bancas apenas na segunda. Republicamos o editorial de Mino Carta, da edição 603, de julho, em que é explicitada a posição da revista nestas eleições

Guerrilheira, há quem diga, para definir Dilma Rousseff. Negativamente, está claro. A verdade factual é outra, talvez a jovem Dilma tenha pensado em pegar em armas, mas nunca chegou a tanto. A questão também é outra: CartaCapital respeita, louva e admira quem se opôs à ditadura e, portanto, enfrentou riscos vertiginosos, desde a censura e a prisão sem mandado, quando não o sequestro por janízaros à paisana, até a tortura e a morte.

O cidadão e a cidadã que se precipitam naquela definição da candidata de Lula ou não perdem a oportunidade de exibir sua ignorância da história do País, ou têm saudades da ditadura. Quem sabe estivessem na Marcha da Família, com Deus e pela Liberdade há 46 anos, ou apreciem organizar manifestação similar nos dias de hoje.

De todo modo, não é apenas por causa deste destemido passado de Dilma Rousseff que CartaCapital declara aqui e agora apoio à sua candidatura. Vale acentuar que neste mesmo espaço previmos a escolha do presidente da República ainda antes da sua reeleição, quando José Dirceu saiu da chefia da Casa Civil e a então ministra de Minas e Energia o substituiu.

E aqui, em ocasiões diversas, esclareceuse o porquê da previsão: a competência, a seriedade, a personalidade e a lealdade a Lula daquela que viria a ser candidata. Essas inegáveis qualidades foram ainda mais evidentes na Casa Civil, onde os alcances do titular naturalmente se expandem.

E pesam sobre a decisão de CartaCapital. Em Dilma Rousseff enxergamos sem a necessidade de binóculo a continuidade de um governo vitorioso e do governante mais popular da história do Brasil. Com largos méritos, que em parte transcendem a nítida e decisiva identificação entre o presidente e seu povo. Ninguém como Lula soube valerse das potencialidades gigantescas do País e vulgarizá-las com a retórica mais adequada, sem esquecer um suave toque de senso de humor sempre que as circunstâncias o permitissem.

Sem ter ofendido e perseguido os privilegiados, a despeito dos vaticínios de alguns entre eles, e da mídia praticamente em peso, quanto às consequências de um governo que profetizaram milenarista, Lula deixa a Presidência com o País a atingir índices de crescimento quase chineses e a diminuição do abismo que separa minoria de maioria. Dono de uma política exterior de todo independente e de um prestígio internacional sem precedentes. Neste final de mandato, vinga o talento de um estrategista político finíssimo. E a eleição caminha para o plebiscito que a oposição se achava em condições de evitar.

Escolha certa, precisa, calculada, a de Lula ao ungir Dilma e ao propor o confronto com o governo tucano que o precedeu e do qual José Serra se torna, queira ou não, o herdeiro. Carregar o PSDB é arrastar uma bola de ferro amarrada ao tornozelo, coisa de presidiário. Aí estão os tucanos, novos intérpretes do pensamento udenista. Seria ofender a inteligência e as evidências sustentar que o ex-governador paulista partilha daquelas ideias. Não se livra, porém, da condição de tucano e como tal teria de atuar. Enredado na trama espessa da herança, e da imposição do plebiscito, vive um momento de confusão, instável entre formas díspares e até conflitantes ao conduzir a campanha, de sorte a cometer erros grosseiros e a comprometer sua fama de “preparado”, como insiste em afirmar seu candidato a vice, Índio da Costa. E não é que sonhavam com Aécio…

Reconhecemos em Dilma Rousseff a candidatura mais qualificada e entendemos como injunção deste momento, em que oficialmente o confronto se abre, a clara definição da nossa preferência. Nada inventamos: é da praxe da mídia mais desenvolvida do mundo tomar partido na ocasião certa, sem implicar postura ideológica ou partidária. Nunca deixamos, dentro da nossa visão, de apontar as falhas do governo Lula. Na política ambiental. Na política econômica, no que diz respeito, entre outros aspectos, aos juros manobrados pelo Banco Central. Na política social, que poderia ter sido bem mais ousada.

E fomos muito críticos quando se fez passivamente a vontade do ministro Nelson Jobim e do então presidente do STF Gilmar Mendes, ao exonerar o diretor da Abin, Paulo Lacerda, demitido por ter ousado apoiar a Operação Satiagraha, ao que tudo indica já enterrada, a esta altura, a favor do banqueiro Daniel Dantas. E quando o mesmo Jobim se arvorou a portavoz dos derradeiros saudosistas da ditadura e ganhou o beneplácito para confirmar a validade de uma Lei da Anistia que desrespeita os Direitos Humanos. E quando o então ministro da Justiça Tarso Genro aceitou a peroração de um grupelho de fanáticos do Apocalipse carentes de conhecimento histórico e deu início a um affair internacional desnecessário e amalucado, como o caso Battisti. Hoje apoiamos a candidatura de Dilma Rousseff com a mesma disposição com que o fizemos em 2002 e em 2006 a favor de Lula. Apesar das críticas ao governo que não hesitamos em formular desde então, não nos arrependemos por essas escolhas. Temos certeza de que não nos arrependeremos agora.

Mino Carta

Mino Carta é diretor de redação de CartaCapital. Fundou as revistas Quatro Rodas, Veja e CartaCapital. Foi diretor de Redação das revistas Senhor e IstoÉ. Criou a Edição de Esportes do jornal O Estado de S. Paulo, criou e dirigiu o Jornal da Tarde. redacao@cartacapital.com.br

Desvendando a lista de emails falsos sobre Dilma

A lista original copiei do site SejaDitaVerdade e adicionei mais alguns do post anterior e conforme descobrir outros, vou atualizando:

Compilação dos emails falsos que circulam nesta campanha sobre Dilma Rousseff e seus respectivos desmentidos. Cada link remete ao leitor ao texto em questão, clique para ler a verdade sobre cada um deles. Espalhem, é importante:

Se desejar, copie e cole em seu e-mail e peça para repassarem para o maior número de pessoas possível  😀


A morte de Mário Kosel Filho:http://www.sejaditaverdade.net/blog2/?p=593

A Ficha Falsa de Dilma Rousseff na ditadura http://www.sejaditaverdade.net/blog2/?p=650

O porteiro que desistiu de trabalhar para receber o Bolsa-Família

Marília Gabriela desmente email falso

Dilma não pode entrar nos Estados Unidos

Foto de Dilma ao lado de um fuzíl é uma montagem barata
.
Lula/Dilma sucatearam a classe média (B) em 8 anos:

Email de Dora Kramer sobre Arnaldo Jabor é montagem

Matéria sobre Dilma em jornais canadenses é falsa:http://www.sejaditaverdade.net/blog2/?p=2023

Declarações de Dilma sobre Jesus Cristo – mais um email falso

Fraude nas urnas com chip chinês conspiração – falsidade que beira o ridículo:

Vídeo de Hugo Chaves pedindo votos a Dilma é falso:

Matéria sobre amante lésbica de Dilma é invenção:

http://www.sejaditaverdade.net/blog2/?p=2031


PowerPoint sobre fazenda comprada por filho de Lula: “Novo Milionário Brasileiro – a fazenda que Lulinha (não) comprou”

Carta ao Lula:Dra. Marise Valéria Santos (que non ecziste)

Michel Temer é satanista? Michel Temer é Satanista?

http://www.gospelprime.com.br/michel-temer-e-satanista-teologo-diz-que-e-boato/

http://oguardadeisrael.blogspot.com/2010/07/afinal-michel-temer-e-mesmo-satanista.html

Blog de Adriana Vandoni censurado por Lula http://incautosdoontem.opsblog.org/2010/01/24/lula-o-censurador-e-a-preguica/

Esclarecimentos sobre o PNDH-3

http://lampertop.com.br/?p=742


E-mail da dra. Marise Valéria Santos é falso e antigo:

http://www.sejaditaverdade.net/blog2/?p=2576

E-mail falso sobre “os mortos de Dlma”:

http://www.sejaditaverdade.net/blog2/?p=2566

Matéria sobre saúde de Dilma é mentirosa:

http://www.sejaditaverdade.net/blog2/?p=2558

E-mail “Se…” é recheado de mentiras

http://www.sejaditaverdade.net/blog2/?p=2551

Email sobre ajuda ao povo palestino trabalha com hipocrisia e meias-verdades:

http://www.sejaditaverdade.net/blog2/?p=2540

Boatos contra Dilma são rastreados:

http://www.sejaditaverdade.net/blog2/?p=2562

Email cita Carlos Alberto Brilhante Ustra como fonte isenta e confiável:

http://www.sejaditaverdade.net/blog2/?p=2585

Denúncias atribuídas a entrevista de ex-marido de Dilma são falsas:

http://www.sejaditaverdade.net/blog2/?p=2472

A profecia de Neila Alckmin (que já morreu há muitos anos…)

http://www.sejaditaverdade.net/blog2/?p=2468

Vídeo do mensalão é uma falsificação grosseira:

http://www.sejaditaverdade.net/blog2/?p=2456

Dilma no conselho da Petrobras: email induz eleitor a erro:

http://www.sejaditaverdade.net/blog2/?p=2348

Lula quer garantir conforto próprio como ex-presidente:

http://www.sejaditaverdade.net/blog2/?p=2273

Dilma processa o Estado Brasileiro:

http://www.sejaditaverdade.net/blog2/?p=2416

Email diz que Dilma não é brasileira:

http://www.sejaditaverdade.net/blog2/?p=2808

http://www.quatrocantos.com/LENDAS/487_dnevnik_dilma_roussef.htm

A lista da Central de Boatos do Seja Dita Verdade não para por aí:

http://www.sejaditaverdade.net/blog2/?p=2091


Para denunciar um email falso:

http://www.sejaditaverdade.net/blog2/?p=2398

Saiba as origens da campanha de boataria do Serra na internet (descobri para que servia o “guru indiano” que veio para ser o  “responsável pela campanha de Serra na internet” ):

http://politica-santoandre.blogspot.com/2010/10/americanizacao-da-eleicao-brasileira.html


Espalhar mentira contra um candidato é crime eleitoral! Ao repassar a mensagem, você pode ser punido, mas o responsável por colocá-la na internet, como não se identificou, pode ficar ileso, ou seja, está usando VOCÊ. Se alguém for se prejudicar, não vai ser peixe grande, mas você, estão se aproveitando de suas boas intenções de “justiça”.

NÃO ACEITE SER USADO, NÃO REPASSE EMAILS FALSOS

.

Ressuscitadores de hoax

Costumo ser uma criatura bem calma, mas essas últimas semanas de eleições têm enchido o saco. Seguidamente recebo hoaxes por email, em Power Point ou textos alarmistas ligando Dilma, Lula, PT e Temer às piores forças do universo, ou discorrendo sobre “escândalos” que nunca existiram, conclamando o povo a se unir para evitar a desgraça que se aproxima. Teorias conspiratórias e acusações sem provas, documentos falsificados (como a tal ficha de Dilma e a fotografia com fuzil mal inserido por photoshop).

Teve um hoax antiguinho que se tornou recorrente: eu recebi, meu marido recebeu e já li várias pessoas indignadas por aí, falando dele como se fosse verdade. Meu marido fez uma pesquisa básica e descobriu o óbvio: era mentira. Trata-se do Continuar lendo

Imprensa Isenta?

Depois de passar anos disseminando a falsa idéia de “mídia imparcial”, o Estadão resolve sair do armário com o editorial “O mal a evitar”. Assume que apóia a candidatura de José Serra (agora? Se é realmente transparente, por que não assumiu no início da campanha, e deixou o povo acreditando na falsa imparcialidade?), esculhamba Lula, com forte tom de ressentimento, enaltece Serra com adjetivos que ele não fez por merecer e avisa que Lula e o PT são “O mal a evitar”, como quem diz aos seus leitores: Continuar lendo

A fazenda que Lulinha não comprou

Retirado daqui: http://www.terra.com.br/revistadinheirorural/edicoes/44/artigo92975-1.htm

Junho de 2008

“A fazenda que Lulinha (não) comprou

Na internet, circula o boato de que o filho do presidente Lula comprou uma megafazenda. Verdade? Confira a seguir e saiba tudo

IBIAPABA NETTO

LUCIANA PREZIA/AE
E-MAIL APÓCRIFO: mensagens como a acima transcrita, viraram moda em todo o País

Não é de hoje que se conhece o ditado de que “cada um que conta um conto, aumenta um ponto”. E, como o brasileiro gosta de uma boa história, algumas mentiras se tornam verdades, às vezes até mais divertidas do que a própria realidade. Nem mesmo o mundo rural está livre das boatarias que hoje percorrem o mundo em mensagens eletrônicas via internet. Todas, é claro, sem a identificação da autoria.

Quem sentiu na carne os efeitos de um boato bem contado foi o criador de nelore puro de origem José Carlos Prata Cunha, dono de terras em Valparaíso, interior de São Paulo. Circula na internet um e-mail que conta a história de uma fantástica operação em que o filho do presidente Luiz Inácio Lula da Silva, o “Lulinha”, teria comprado a sua principal área, a Fazenda Fortaleza, por R$ 47 milhões. “Isso é tudo bobagem, nunca vendi minha fazenda e, na verdade, nem oferta cheguei a receber”, esclarece Prata Cunha à DINHEIRO RURAL. “Tratamos isso como piada”, reforça Leonardo Badra, sócio de Fábio Luís na empresa de jogos eletrônicos Gamecorp.

Mas de onde, então, nasceu essa curiosa história?

DIVULGAÇÃO
O VERDADEIRO DONO: José Carlos Prata Cunha, proprietário da Fazenda Fortaleza, diz que nunca recebeu uma oferta de compra pelas suas terras

Para Fernanda Prata Cunha, filha de José Carlos, que acompanha de perto os problemas derivados do “boato rural”, a confusão nasceu de uma sondagem imobiliária. “Realmente fomos procurados por um grupo que se disse representante do filho do presidente”, explica. Mas, comenta a fazendeira, a notícia rapidamente caiu “na boca do povo”, os e-mails começaram a circular e nunca houve, na prática, algo que se aproximasse de uma oferta de compra.

A fazenda não foi vendida, porém, a dor de cabeça dura até hoje. “Tivemos de modificar a entrada da fazenda e proibir a entrada das pessoas”, lamenta Fernanda. Segundo ela, a propriedade virou uma espécie de “ponto turístico” em Valparaíso. “As pessoas param para tirar foto e as brincadeiras por causa da suposta venda que não aconteceu são constantes”, diz. De certa forma, ela se diverte. “Algumas pessoas na cidade nos olham meio estranho”, brinca.

Mas os “causos” rurais do filho do presidente da República não se limitam às terras dos Prata Cunha. Ele também ganhou fama em outros Estados da Federação, como no Pará. Em outra mensagem, um pouco mais recente, circula a “revelação” de que Lulinha estaria prestes a se tornar um novo “rei do gado”. Para tanto, ele teria comprado duas propriedades nas cidades de Marabá e Xinguara, ambas do megapecuarista Benedito Mutran, dono de um dos maiores rebanhos comerciais do Brasil. O que ele diz a respeito? “Tudo bobagem, nunca houve essa operação”, diz Mutran.

Em 2007, de fato, Mutran vendeu algumas de suas terras para a Fazenda Santa Bárbara, do empresário Carlos Rodemburg. As vendas aconteceram, só que o comprador era outro. E com verdades misturadas a meias-mentiras, a equipe de DINHEIRO RURAL, de passagem pela ExpoGrande, maior mostra pecuária de Mato Grosso do Sul, se deparou com o novo boato. Entre amigos, um pecuarista de nome Augusto Araújo Oliveira tentava se livrar das gozações dos amigos. O motivo? Uma suposta venda de bois para o filho do presidente. Indagado pela reportagem, ele disse, lacônico: “Não sei de nada, não sei de nada”, desconversou, e foi embora. Verdade? Mentira? Não se sabe, mas com certeza vem aí um novo boato rural.”


PS: Esse artigo esclarece o hoax “Novo Milionário Brasileiro”, repassado exaustivamente por email nesse período de eleições.

UPDATE: Não se esqueçam de divulgar a lista de emails falsos contra a Dilma, com os links para os textos que provam que são falsos, estou atualizando à medida em que recebo novos hoaxes. Clique aqui para ver Quer votar em outro candidato? Fique à vontade, mas vote por motivos verdadeiros, e não pelas mentiras.